Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Revendo e abraçando amigos

Núbia e eu
Elinaldo, eu, Gaúcho e Clodoaldo
Com o amigão Márlio
Com o estimado amigo Otávio
Ainda estou na Pérola do Tapajós a serviço da Cosanpa. Nessa terra maravilhosa sempre tenho o prazer de reencontrar pessoas amigas como o Otávio Pereira e Márlio Cunha, meus ex-colegas do BASA; Núbia Angelino, candidata a vereadora de Mojuí dos Campos, o mais novo município do Pará nas eleições para prefeito e vereadores no próximo mês; Elinaldo, Gaúcho e Clodoaldo, líderes comunitários do bairro Nova Republica e muitos outros.
Ámanhã já estarei em Belém e, a partir de segunda-feira este blog será atualizado diariamente. Um bom fim de semana, leitores!

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Encontro de mocorongos

Suely, Paulo Ivan e eu
Carlinho
Encontram-se em Santarém revendo a terra querida e os inúmeros amigos e parentes, o casal ´mocorongo` Paulo Ivan Campos e esposa Suely. Juntos, ontem saboreamos caldo-de-cana na Garapeira Ypiranga e fomos brindados com duas músicas cantadas pelo Carlinho, dono de uma bonita voz e, embora seja completamente cego, é pessoa alegre e muito querida na cidade.

Blog do Helder

Quem avisa é o Felipe Ericeira: já está no ar o blog do prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho. Acesso: blogdohelderbarbalho.blogspot.com

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Clonando Pensamento

"A corrupção não é uma invenção brasileira; mas a impunidade é uma coisa muito nossa". (Jô Soares)

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Pausa

Desculpem-me, leitores! Atualização somente na segunda-feira. Feliz fim de semana!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Ex-prefeito de Monte Alegre terá de devolver mais de R$ 1 milhão

O ex-prefeito Jorge Braga (PTB), de Monte Alegre, foi notificado pelo Ministério da Defesa a devolver mais de R$ 1 milhão aos cofres da União pela não execução integral de um convênio celebrado com o Programa Calha Norte (PCN). A prefeitura de Monte Alegre recebeu R$ 1,45 milhão para a construção de rede de drenagem nos bairros da Serra Ocidental e Camarazinho. Com a obra, seria contida a voçoroca conhecida por "Buraco do João Bocó", seria contida e a área urbanizada. Mas não foi isso que aconteceu. Segundo laudo de vistoria emitido por técnicos do PCN em 27 de dezembro do ano passado, apenas 49,74% da obra foram executadas, apesar de Jorge Braga ter informado, em prestação de contas enviada à coordenação do programa, que a obra estava concluída, prontinha. Como o convênio foi encontrado em situação irregular pela nova administração municipal, em janeiro de 2009, e denunciado ao Ministério da Defesa e ao Ministério Público Federal, o ex-prefeito foi intimado a devolver o valor correspondente à parte não executada ( 50,26%), de R$ 728,7 mil. Com acrescimo de juros esse valor corresponde, hoje, a R$ 1,025 milhão. (Fonte: O Liberal)

Clonando Pensamento

"O Brasil precisa explorar com urgência a sua riqueza; porque a pobreza não agüenta mais ser explorada." (Max Nunes)

O QUE O BAÚ NÃO CONTOU - crônica de José Wilson Malheiros

A imprensa deu intensa e merecida cobertura ao lançamento do “Meu Baú Mocorongo”.

Trabalho pertinaz, minucioso, meu pai a ele se dedicou de corpo, alma e coração. Com essa obra de crônica social, memórias, preservação de patrimônio e história, Izoca chegou ao patamar de Câmara Cascudo e Gilberto Freyre, intelectuais nacionalmente respeitáveis, entre outros.

Fechando os olhos volto no tempo e vejo meu velho dedilhando a Olivetti Lettera, máquina de escrever com a qual ele trabalhou no Banco do Brasil e que levou para casa, de presente, ao se aposentar, com dedicatória do Gerente e dos funcionários. Posso dizer, com indisfarçável orgulho, que cheguei a trabalhar no banco com ele.

Perto da escrivaninha, uma janela aberta para o quintal de casa. Era aí que vinham pousar, todo dia, dois bem-te-vis para ouvir o maestro tocar piano, compor e fabricar o Baú.

O telefone não parava um instante sequer. Eram amigos para conversar, gente pedindo orientação sobre assuntos variados, ligações de artistas do país e até do exterior, enfim, poderíamos dizer que de uns tempos para cá o ambiente de trabalho do meu pai transformou-se, também, num autêntico consultório.

Mas, eu dizia no início que o Baú não contou. Há vários “causos” que ele ou esqueceu ou achou por bem não publicar.

Vamos a um deles, aliás, bem anedótico, que ele me narrou numa das manhãs em que seguíamos juntos para o trabalho.

Na década de mil novecentos e quarenta o Euterpe Jazz estava em plena atividade e tinha como palco maior o Centro Recreativo, em Santarém. Eram festas inesquecíveis, onde pontificava a elegância e o bom gosto.

Numa ocasião estava presente um americano que não falava português e ficou empolgado quando a orquestra tocava (era moda na época) além dos sambas e maxixes, fox-trot, one-step e boogie-woogie (lê-se: bug-ug).

Terminado o baile, o gringo, cheio de cerveja, queria mais. Subiu no palco e começou a fazer sinais que pretendia continuar dançando. Disseram que não.

Izoca dizia:

No, no, music stop!

Ele gritava e insistia:

Me dance, me dance!!!... fox-trot, boogie-woogie!...

Então, o americano teve uma idéia salvadora. Olhou para os músicos e perguntou:

- Money? Money? (em todos os lugares do mundo sabe-se que isso significa “dinheiro”).

(Papai nunca cobrou para tocar, mas sabia que os músicos eram pobres).

Perílio Cardoso, que tocava contrabaixo, arregalou os olhos, entusiasmado. Os músicos começaram a rir:

-Yes! Money, money!...

Então o Mister começou fazer ofertas, com um punhado de dólares na mão e indicando com os dedos:

-One?

-No! (os músicos respondiam em coro)

-Two?

-No!

-Three?

-No!

-Four, five, six?

-No, no, no!

-SEVEN?

- Perílio saltou, pegou os sete dólares da mão do americano e falou:

-SERVE!

Lula recusa convite para debate com FHC

No blog do Augusto Nunes:

O presidente Lula foi formalmente convidado, no dia 11, para um debate com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A resposta acaba de ser transmitida ao repórter Otávio Cabral, da sucursal de VEJA em Brasília, pelo ministro Franklin Martins, chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. É a seguinte:

“O presidente Lula, quando deixar a Presidência e se tornar um ex-presidente, aceitará debater com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso”.

Se Lula estivesse apenas presidindo o processo sucessório, como costumam fazer em países civilizados chefes de governo em fim de mandato, o convite nem teria existido. Se tivesse apenas optado por uma candidatura, sem envolver-se ostensivamente na disputa, a recusa faria sentido. Os fatos informam que o presidente se enfiou até o pescoço na campanha que antecipou ilegalmente.

Decidiu que a candidata seria Dilma Rousseff, nomeou-se Primeiro Cabo Eleitoral, não desce do palanque há seis meses, ataca o antecessor em todos os comícios e repete diariamente que os brasileiros terão de escolher entre o governo FHC e o atual. Garante que recebeu uma “herança maldita”. FHC garante que a afirmação é falsa. Um debate entre ambos seria o caminho mais curto para chegar-se à verdade. Fernando Henrique topou. Lula só quer debater em 2011.

Ibope mostra crescimento de Dilma e Serra estagnado

Pesquisa Ibope/Diário do Comércio, encomendada pela Associação Comercial de São Paulo e realizada entre os dias 6 a 9 deste mês, indica que a corrida à sucessão presidencial de outubro continua polarizada pelos pré-candidatos do PSDB e do PT, respectivamente o governador de São Paulo, José Serra, e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Nessa mostra, Serra tem 36% das intenções de voto e Dilma 25%. Em terceiro lugar está o deputado federal Ciro Gomes (PSB) com 11%, seguido da senadora Marina Silva (PV) com 8%. O porcentual de votos brancos e nulos somou 11% e dos que disseram não saber em quem vai votar atingiu 9%.

A última pesquisa divulgada pelo Ibope foi no dia 7 de dezembro do ano passado. Na mostra, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), José Serra registrava 38% das intenções de voto, seguido de Dilma Rousseff com 17%, Ciro Gomes com 13% e Marina Silva com 6%. Naquela pesquisa, o porcentual de votos brancos e nulos atingiu 13% e dos que disseram não saber em quem votar ou não quiseram responder somou 12%. (Fonte: Agência Estado)

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Clonando Pensamento

"Sim, a natureza é sensata. Vocês já imaginaram se a galinha levasse nove meses para botar um ovo e as mulheres tivessem filho todo dia?" (Millôr)

Cartões: governo torrou R$ 6,1 milhões já em janeiro de 2010

No claudiohumberto.com.br:

Os gastos do governo federal com cartões corporativos em 2010 já atingiram mais de R$ 6,15 milhões apenas durante o primeiro mês do ano. Somente as despesas da Presidência da República somaram R$ 1,3 milhão em janeiro, mas jamais serão reveladas: são classificadas de “sigilosas”. As atividades da Polícia Federal, vinculadas ao Ministério da Justiça, consumiram R$ 1,5 milhão usando os cartões.
Durante o ano de 2009, as despesas “sigilosas” da Presidência da República, incluindo gastos da família Lula, somaram R$ 13 milhões.

ONGs critricam licença ambiental para Belo Monte

A Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (Abong) - sociedade civil sem fins lucrativos com sede no Estado de São Paulo - criticou duramente a aprovação da licença ambiental para construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu. De acordo com a entidade, a obra irá causar profundos impactos na fauna e na flora, comprometendo a navegabilidade, a pesca e a agricultura.

Segundo a Abong, animais serão extintos e os modos de vida locais se perderão em definitivo; grandes áreas de bosques serão inundadas e 100 km do rio Xingu, um afluente do Amazonas - com largas cachoeiras e fortes corredeiras, arquipélagos, florestas, canais naturais rochosos - se tornarão secos ou serão reduzidos a um filete de água. 'E isto logo após a Conferência de Copenhague sobre a gravidade da questão ambiental no mundo atual', diz a entidade por meio de nota divulgada no dia 10 de fevereiro.

O documento contesta, ainda, a informação do governo de que Belo Monte gerará 11.233 megawatts. Segundo a associação, essa potência só será produzida durante quatro meses. Depois, o máximo que se conseguirá é 4.000 megawatts, ou seja, um terço do anunciado.

'O volume de terra a ser retirado para formar os canais será tão grande quanto aquele escavado para a construção do canal do Panamá. Milhares de pessoas dos municípios de Altamira, Vitória do Xingu e Brasil Novo serão retiradas de suas terras compulsoriamente, tornando-se mais pobres. Um terço da cidade de Altamira ficará submerso. Os estudiosos afirmam que a construção de uma usina é apenas uma etapa: o projeto seria financeiramente deficitário caso se limitasse a uma única usina. Aprovada e iniciada a primeira, o projeto das outras quatro virá necessariamente', diz o relatório.

O texto começa afirmando que 'era uma vez ‘Belo Monte’' e dispara: 'Tão belo que despertou a sede insaciável dos monstros que vieram para ficar e somente deixarão a terra que há anos ocupam quando se apropriarem de vez de todos os rios, todos os minérios, toda a biodiversidade do pulmão do mundo que, já em estado grave, clama pela resistência ativa de seus habitantes naturais: os povos da floresta'.

Em seguida, a entidade detalha a localização da vila de Belo Monte e destaca que o rio Xingu possui a mesma biodiversidade em peixes que toda a Europa. É ali, continua a nota, 'que o governo brasileiro – tomando o nome da vila - pretende construir uma das maiores hidrelétricas do mundo. Este é um projeto do tempo da ditadura militar, data dos anos 70. Originalmente, previa a construção de cinco usinas na região'. Segundo a Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (Abong), o governo passa por cima de uma série de exigências para conseguir aprovar o projeto. Entre elas estaria a realização de 27 audiências públicas para discutir o assunto. (Fonte: Amazônia)

Campanha da Fraternidade 2010

Resgatar os valores cristãos em uma sociedade marcada pelo individualismo e o consumismo é a meta da Campanha da Fraternidade 2010, que traz como tema 'Economia e a Vida'. A programação marca o início da Quaresma, período que antecede a Páscoa.

A campanha será realizada de forma ecumênica entre as religiões cristãs. A apresentação do tema será feita hoje, às dez horas, na Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil. No próximo domingo, dia 21, será realizada a abertura oficial na escadinha do cais do porto, em Belém.

O objetivo geral da campanha é 'colaborar na promoção de uma economia a serviço da vida, fundamentada no ideal da cultura da paz, a partir do esforço conjunto das Igrejas Cristãs e de pessoas de boa vontade, para que todos contribuam na construção do bem comum em vista de uma sociedade sem exclusão'.


Blog da Garapeira Ypiranga

Everaldo e Cacheado
A Dalila criou o blog ESPAÇO GARAPEIRA YPIRANGA - http://www.gycacheado.blogspot.com. Mostra fotos e notícias sobre os frequentadores da tradicional garapeira que existe desde 1923, localizada na Praça da Matriz em Santarém, atualmente de propriedade do Herbert Farias (Cacheado). E quem esteve lá no sábado de carnaval foi o Everaldinho Martins, cantor e violonista dos bons e titular da Secretaria de Planejamento do governo de sua mana Maria do Carmo.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Parabéns, filhão!

No último sábado, o Ercinho completou mais um ano de vida, sempre feliz, graças a Deus. A comemoração foi ´caseira`, presentes familiares e alguns de seus muitos amigos.
Na foto, o aniversariante e sua esposa Elane, sua filha Maytê, Albanira e eu.

Madonna foi atração da Sapucaí

Madonna, com Sérgio Cabral e Jesus
Madonna causa tumulto ao tentar atravessar a avenida
A cantora Madonna causou um frisson a mais durante o desfile das escolas no Sambódromo na noite de domingo (14). Ela estava no camarote do governo do Rio e apareceu na janela durante o desfile da União da Ilha, primeira agremiação a desfilar na Marquês de Sapucaí. A aparição chamou a atenção do público que estava próximo e da imprensa.
A cantora estava acompanhada do namorado, o brasileiro Jesus Luz, e das duas filhas, Lourdes Maria e Mercy James, além de alguns amigos americanos. Madonna passou grande parte do tempo conversando com o governador do Rio, Sérgio Cabral, e com o namorado. Lourdes e Mercy pareciam encantadas com as alegorias vistas.
Durante o desfile da Imperatriz Leopoldinense, segunda a atravessar a passarela do samba, a popstar decidiu descer para a pista com Sérgio Cabral e Jesus. A descida causou um tumulto na avenida, por conta dos fotógrafos reunidos para registrar a presença de Madonna. (No G1)

Leitorado

De Lenice Pontes ´bairro Guamá - Belém:

Sobre a postagem Scheila Carvalho desfila grávida

"Essa dançarina é bonita, mas é uma tremenda irresponsável. No ano passado perdeu um filho com poucos meses de vida em decorrência de problemas oriundos da gravidez, pois ela, de barrigão, não parava de rebolar no carnaval ou fora dele. Apareceu na mídia chorosa, desesperada, lamentando a morte da criança. Agora, repete a dose, não se cuida para salvaguardar a saúde e até a vida da filha que irá nascer. Fala mais alto a vaidade, a ambição da fama e do dinheiro".

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Belo Monte é opção mais barata e menos poluente

A Região Amazônica é fundamental para garantir o abastecimento futuro do país, com energia mais limpa e barata. E um dos projetos considerados fundamentais e estratégicos pelo presidente da Eletrobrás, José Antônio Muniz Lopes, é a polêmica hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará, com 11.233 megawatts (MW) de capacidade. Na avaliação de Muniz, as alternativas para o país são: ou Belo Monte ou térmicas a óleo.

A Eletrobrás está estudando ainda aumentar em mais quatro mil MW a capacidade da hidrelétrica de Tucuruí, no Rio Tocantins (PA), a 400 quilômetros de Belém e com 8.370 MW de capacidade. Tucuruí é a segunda maior usina do país, só superada por Itaipu que é binacional e tem capacidade de 14 mil MW. Essa energia adicional seria gerada apenas durante cerca de quatro meses, na época da cheia do rio, para evitar jogar a água fora pelo vertedouro, como ocorre atualmente.

A construção de Belo Monte é um dos projetos mais polêmicos. Sofre forte pressão de ambientalistas e algumas comunidades indígenas, por ser encravada em plena selva amazônica e provocar alterações na vazão em alguns locais e afluentes do Xingu. Mas Muniz — que defende Belo Monte há 21 anos e já foi até ameaçado por uma índia com um facão — alerta que, ironicamente, sem a usina, o Brasil vai consumir cada vez mais energia de térmicas a óleo, mais caras e grandes emissoras de gases poluentes. (Fonte: O Globo)

Leitorado

De Márcia L. M - bairro Souza - Belém:
Na secretária eletrônica do gabinete do prefeito Duciomar Costa: "Alô, o governo Duciomar não está. Quando ouvir o sinal, deixe o seu recado". E a pessoa que ligou falou bem alto pra ser gravado: "Nunca ninguém governou a nossa cidade tão mal tão bem".

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Scheila Carvalho desfila grávida

Ontem, para desfilar como madrinha de bateria da Unidos de Vila Maria e não prejudicar a gravidez, Scheila Carvalho usou um frequencímetro, aparelho usado para medir os batimentos cardíacos, no desfile desta sexta-feira, 12, no Anhembi.

"Como a energia é maravilhosa, às vezes a gente perde a noção. Por isso estou usando o medidor. Se eu chegar no limite de batimentos, que é de 145, ele apita", explicou ela, que está grávida de quatro meses e terá uma menina, Giulia.

"Eis os tempos novos vivenciados nesta sofrida República. As instituições funcionam atuando a Polícia Federal, o Ministério Público e o Judiciário. Se, de um lado, o período revela abandono a princípios, perda de parâmetros, inversão de valores, o dito pelo não dito, o certo pelo errado e vice-versa, de outro, nota-se que certas práticas – repudiadas, a mais não poder, pelos contribuintes, pela sociedade – não são mais escamoteadas, elas vêm à balha para ensejar a correção de rumos, expungida a impunidade.

Então, o momento é alvissareiro. Indefiro a liminar. Outrora houve dias natalinos. Hoje avizinha-se a festa pagã do carnaval. Que não se repita a autofagia".


(Ministro Marco Aurélio, do STF, em sua decisão indeferindo pedido de soltura para o governador Arruda)


A rotina de Arruda no cárcere

Numa sala de aproximadamente 4m x 4m na Superintendência da Polícia Federal em Brasília, o governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), é vigiado ininterruptamente por um agente.

Quando este se cansa, um outro toma o seu lugar.

Ir ao banheiro? Só de porta aberta.

Comer? Só depois da PF revirar a comida que lhe levam em busca de possíveis objetos escondidos.

Na sala com um sofá e agora uma cama, Arruda tem uma televisão. Mas o aparelho, segundo pessoas ligadas ao governador afastado, nem sequer pode ser plugado na tomada.

No fim da tarde de ontem (sexta-feira) recebeu a visita de sua mulher. Em exatos 30 minutos ela foi mandada embora. Nova visita só na quarta-feira de Cinzas.

Quem viu Arruda o descreve como um homem arrasado.

Cochila por poucos minutos duas ou três vezes. Mas não dorme desde que foi preso.

Rixa entre juízes facilitou prisão de Arruda

O governador José Roberto Arruda caiu porque se esforçou ostensivamente na tarefa de obstruir a Justiça, mas também foi colhido por uma rixa entre juízes de Brasília, o que facilitou a sua prisão. Parte dessas desavenças e disputas do Judiciário ficou explícita ontem, no despacho em que o ministro Marco Aurélio Mello negou um habeas corpus a Arruda, mantendo o governador preso - ele aproveitou para criticar o colega e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes.

A poucos mais de dois meses da aposentadoria e sempre muito próximo dos personagens políticos da capital, o ministro Fernando Gonçalves, que preside o inquérito da Operação Caixa de Pandora, procurou respaldo institucional junto à cúpula do STJ para as decisões complexas e de grande repercussão envolvendo um chefe de Estado. Gonçalves foi prontamente respaldado pelo seu presidente, Cesar Asfor Rocha, que desejou transformar o caso em uma decisão exemplar e que rivalizasse com as decisões polêmicas do seu maior adversário hoje, o presidente do STF.

O ministro Asfor Rocha não conta com o apoio - importante - de Gilmar para realizar seu sonho maior: assumir uma vaga na Suprema Corte. E esforçou-se para tomar uma decisão histórica no caso Arruda, deixando para o STF o ônus de ter de decidir se mantinha ou não o governador na prisão. Como o recurso caiu nas mãos de Marco Aurélio, Arruda continuou na prisão por motivos jurídicos de sobra, que o ministro-relator do habeas corpus expôs bem, mas também porque ele faz questão de se diferenciar de Gilmar Mendes. (Fonte: O Estado de S.Paulo)

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Negado habeas corpus para Arruda

Isolado em uma sala no segundo andar da sede da Polícia Federal em Brasília, o governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), já foi comunicado sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de negar o pedido de habeas corpus apresentado por seus advogados na noite desta quinta-feira (11). Fraga não revelou a reação do governador ao saber que teve o pedido de habeas corpus negado pelo ministro Marco Aurélio.

Com a decisão do ministro Marco Aurélio de rejeitar o pedido de liminar (decisão provisória) para soltar Arruda, o governador deve passar o feriado de carnaval preso. O STF só retorna aos trabalhos na quarta-feira de cinzas (17), e o habeas corpus só será analisado naquele dia se for incluído na pauta por Marco Aurélio. (Fonte: G1)

Removendo o passado: ´Viva o Zé Serruya, viva o carnaval...`

Década de 60 - No Centro Recreativo, um grupo de foliões animadíssimos. Agachado, o carnavalesco Zé Serruya. Entre outros, também aparecem na foto Ruth Serruya, Emir Bemerguy, Francisco (Chiquinho) Pereira, Carlos Serruya, Loris Figueira, Selma Cardoso e Elza Frazão.

Novidade no carnaval

Zé Simão avisa: "Já tá nas ruas o corno elétrico: atrás da minha mulher só não vai quem já morreu!"

Tornada sem efeito exoneração de Thompson Mota

No Diário Oficial de hoje consta a Portaria 244/2010, de 9 do corrente, da Casa Civil da Governadoria do Pará, tornando sem efeito a Portaria 144/2010, de 3 do corrente, que exonerou Thompson Félix Custódio da Mota do cargo em comissão de Assessor com lotação na vice-Governadoria.
Para quem não sabe, em Belém Thompson foi atuante vereador e excelente radialista. Atualmente reside em Santarém, tem programa de rádio em uma emissora AM local e assina coluna no jornal O Impacto. É meu amigão!

Governador do DF é o primeiro preso por ordem judicial

O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), dentro de seu automóvel no momento em que chega à Superintendência da Polícia Federal em Brasília, por volta das 18h de ontem. Ele foi preso por suposta tentativa de suborno a uma testemunha do chamado "Mensalão do DEM".

José Roberto Arruda (sem partido) é o primeiro governador preso por ordem da Justiça após a redemocratização. Em 1993, o então governador da Paraíba, Ronaldo Cunha Lima (PMDB), foi preso em flagrante pela Polícia Federal, em Campina Grande, depois de ter dado dois tiros à queima-roupa no ex-governador Tarcísio de Miranda Burity (PFL), 55, após uma discussão.

Em 2007, o STJ -encarregado de julgar governadores- recusou pedido de prisão contra o então governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT). Investigado pela Operação Navalha, da PF, Lago foi acusado de envolvimento em esquema de fraude em licitações. Ele nega.

No STJ, as ações penais contra governadores esbarram em uma exigência constitucional. Para que possam ser processados, é necessária a autorização da Assembleia Legislativa local, geralmente controlada pela base aliada dos governadores.

Desde 1989, quando foi criado, o STJ só conseguiu uma autorização de legislativos locais. Em 2005, a Assembleia de Rondônia aprovou pedido para processar o então governador Ivo Cassol, acusado de fraudes em licitações.

O Tribunal Superior Eleitoral tem sido mais rigoroso com governadores. Em 2009, cassou três mandatos: Marcelo Miranda (PMDB-TO), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), filho de Ronaldo Cunha Lima, e o próprio Jackson Lago (PDT-MA).

Clonando Pensamento

"Isso não é verdade, não. Aqui e acolá pode ocorrer algum abuso, mas o Conselho Nacional de Justiça está acompanhando toda essa situação, fazendo as inspeções locais e as audiências públicas. Os juízes no Brasil, em geral, trabalham muito, agora há necessidade de racionalização de suas próprias atividades, informatizar os processos, melhorar os controles".
(Gilmar Mendes, presidente do STF e CNJ,
contestando a declaração do presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, de que a lentidão da Justiça se deve ao esquema de trabalho de Terças, Quartas e Quintas - TQQ.)

"Não. Ao contrário do que acha Lula, não é ruim para a política brasileira que vá preso um governador apontado pela Polícia Federal como chefe de "uma organização criminosa.

É bom. Muito bom. Porque mostra, nem que seja pela primeira vez, que mesmo um governador está sujeito à lei. E que a impunidade, regra em vigor até hoje, sofreu um abalo.

É espantosa a mania cultivada por Lula de passar a mão na cabeça de bandidos. Ou melhor: de supostos bandidos.

A corrupção pode não ter crescido no período Lula. Mas banalizou-se.

Essa será a herança maldita que ele legará ao seu sucessor".

(Ricardo Noblat, jornalista e blogueiro)

"Deve ter governador por aí com galho de arruda atrás da orelha". (Claudio Humberto, jornalista e blogueiro)


Vagas para egressos do sistema penal e menores infratores

Gilmar Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal sugeriu à governadora do Estado, Ana Júlia Carepa, que seguisse os exemplos dos governos de Minas Gerais, Amapá e São Paulo, que por força de lei ou decreto atualmente determinam que 5% das vagas das empresas terceireizadas, das que prestam serviços ao Estado ou municípios, sejam destinadas a egressos do sistema prisional e também a menores de idade infratores em liberdade.

O presidente do STF e do CNJ participou em Belém, ontem, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, da cerimônia de assinatura de protocolo de intenções para instalação do projeto Começar de Novo, do Conselho Nacional de Justiça. Esse projeto é uma nova chance aos detentos que cumpriram suas penas e precisam de um apoio na hora de sair da prisão e retornar ao convívio social.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Arruda se entrega à Polícia Federal

O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), já se entregou à Polícia Federal, após ter a prisão preventiva decretada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Os ministros da Corte Especial do STJ se reuniram nesta quinta-feira (11) e decidiram pelo pedido de prisão feito pela subprocuradora geral da República Raquel Dodge e pelo procurador geral, Roberto Gurgel.

Uma dupla inesquecível

Zé Fernando e Zé Serruya, foram símbolos dos velhos carnavais santarenos. Com saudade, a minha homenagem póstuma a esses dois amigos.

Boas lembranças: Roxinho e Ginasiano

O Edson Pereira Campos, santareno dos bons, filho do “Seu” Mímico e que há muitos anos reside em Recife, entra na onda do meu “Removendo o Passado” e pergunta: lembras-te do meu falecido irmão Eduardo Roxo – chamado assim devido a um problema no coração – que organizou e comandava o São Francisquinho que foi por várias vezes campeão de futebol da categoria mirim? Sobre isso, um detalhe interessante: o meu pai Mímico era torcedor ferrenho do São Raimundo, rival do São Francisco, mas por amor ao filho, foi colocar a faixa de campeão azulino no Roxinho.
Lembras-te do ´Ginasiano”, aquele boi que só andava pelas calçadas e tomava porre violento bebendo na padaria dos portugueses César e Silvio?
====
Meu caro Edson, grato pela colaboração. Valeu! Volte sempre.

A folia dos meus amores

IGOR
GIOVANNA
MAYTE
LIVIA
Ontem, na Festa Infantil da Assembléia Paraense, as minhas adoradas netas e o meu neto querido, cairam na gandaia, dançando e brincando bastante. É muito bom vê-los alegres e felizes.

Clonando Pensamento

"Agir é acreditar." (Romain Rolland)

"A menor das boas ações é melhor que a maior das boas intenções." (Duguet)

COWBOIS E GIBIS (crônica de José Wilson Malheiros, mocorongo da melhor qualidade)

Quando estive em Santarém fui tomar a famosa garapa do Pequenino ali na Garapeira Ipiranga. O mesmo sabor que hoje se transforma no agridoce das saudades... Onde estão as broas, os rebuçados, os beijos-de-moça da Nina, da Dona Rosa, doceiras da Praça da Matriz? Ali adiante o velho coreto me olha e pergunta por que eu não toco mais na banda.

O cine Olímpia, onde a vida era sonhos e filmes em preto e branco, acabou.
Onde andarão os artistas e bandidos do velho oeste da minha infância? Gene Autry, Roy Rogers e Trigger, Rocky Lane, Buck Jones, John Wayne, Rex Allen, Tex Ritter, Hopalong Cassidy, eram bons de briga e de tiro. Tinham os cavalos mais bonitos e sempre acabavam conquistando a mocinha. Mas às vezes iam embora, cantando e a deixavam chorando... Ah, o cine Olímpia. “Seu Grilo” tomava conta da “geral”, mais na frente e ao preço de meio ingresso. Quando ficava escuro, na hora de começar o filme, a gente pulava pras cadeiras bem mais confortáveis.

Raul Loureiro, quero em nome da molecada da época, te pedir desculpas pelas cadeiras quebradas, pela barulheira (gritos histéricos, batidas de pé, socos no ar) que fazíamos na “hora da porrada” nos filmes de cowboy.Se, de tão velho, o filme arrebentava, a luz acendia e começavam os gritos:- Tá roubando... ladrão... ladrão!

Eu era maluco pra assistir os “filmes impróprios”. Nunca deixaram. Detestava “filme de amor”, achava que era coisa de mulher. Bety Davis, Humphrey Bogart? Nem pensar.

Era no cine Olímpia que ficávamos flertando as meninas, satisfeitos que só, se uma delas deixava, pelo menos, encostar o braço no escurinho do cinema. Antes de começar o filme a gente trocava revistinha. Como eram saborosos os gibis dos cowboys, do Mandrake e Lothar, Superman, Capitão Marvel, Cavaleiro Negro, Zorro,Tonto e Silver, Fantasma e o cachorro Capeto, Tio Patinhas, Luluzinha, Pinduca...

Sentei-me no banco da Praça da Matriz e o sino tocou. Não resisti. Entrei na igreja e chorei junto da pia sagrada onde Frei Domingos me batizou, um dia. Aquele templo me evocou os tempos ingênuos: cantar no coral, a primeira comunhão, as missas dominicais obrigatórias, tudo enfim se transportava ao presente pela mágica das recordações.

Quando saí da igreja olhei outra vez para o coreto e na minha imaginação, parece que ouvi a Banda Municipal tocando uma valsa. Meu saxofone fazia um solo e a melodia também se perdia no passado. Agora, eu não mais sentia saudade. Uma imensa satisfação abraçou meu espírito e me fez sentir, mais uma vez, a alegria ter vivido em Santarém, quando ela era o meu paraíso, a liberdade do melhor dos mundos.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Cantiga da Velha Guarda = Xica da Silva

A galocha está de volta

A garotada de hoje talvez nem saiba o que é galocha, muito usada antigamente para cobertura de sapatos em dias de chuva. Eu que pensava que não existia mais, vi ontem em uma esquina aqui de Belém, um ambulante vendendo bastante esse útil acessório

Clonando Pensamento

"Cansei da Sapucaí. Está mais para turista que para sambista. Não tenho mais vontade de ir. Não quero ver as coisas que mudaram para pior". (Dona Ivone Lara, 89 anos, a grande dama da Imperio Serrano)
"Na condição de cidadã cumpridora de meus deveres me vejo na obrigação de pagar o IPTU referente ao exercício de 2010. Em mensagem incluída no carnê que recebi, senhor prefeito, o senhor afirma que ´o IPTU é um tributo de fundamental importância para o desenvolvimento do seu bairro`. Pelo que eu verifico no meu bairro que é o Umarizal, só posso considerar tal afirmação como um despautério, isto porque inumeros são os desserviços prestados pela Prefeitura no referido bairro". (Eva do Amaral Coelho, na Carta Aberta dirigida ao prefeito Duciomar Costa, publicada hoje em O Liberal)

Leitorado

De Anônimo:
"Taí, gostei desse chega-pra-lá que a Amepa aplicou no Ophirzinho, presidente nacional da OAB. Faltou dizer que, antes de criticar a morosidade da casa alheia, deveria o Ophir sugerir providências às seccionais da OAB em todo o Brasil, no sentido de ultimarem internamente o julgamento de processos contra advogados safados, que estão engavetados há anos. Outra coisa: o Ophirzinho parece que nunca viu uma câmera ou um microfone, fica deslumbrado, quer aparecer a todo custo. É preciso que ele meta na cabeça que essa tal OAB não pode tudo, é apenas representante de uma classe, tal qual uma associação, um sindicato de qualquer categoria profissional. Pode anotar: a OAB e o seu presidente serão desmoralizados nesse caso governador Arruda. Do lado deste estão advogados competentíssimos que não se assustam e nem temem gracinhas do Ophirzinho que quer (igual meninão mimado querendo pirulito) a prisão do Arruda. Querias...!!!! "

Clonando Pensamento

“A ministra Dilma é uma figura de silicone, ou seja, é uma figura que está sendo moldada à imagem e semelhança do presidente Lula. Ela própria não tem estrutura política para se apresentar frente à nação brasileira para defender qualquer programa que seja de governo”. (Tasso Jereissatti - PSDB/CE, ontem, em discurso no Senado)

“Ao invés de críticas vazias e de propósito meramente midiático, o advogado Ophir Cavalcante Junior, conhecedor dos óbices de acesso à Justiça e, especialmente, dos obstáculos enfrentados pelos magistrados paraenses, deveria institucionalmente alinhar-se aos esforços para melhoria do sistema jurisdicional”. (Da Associação dos Magistrados do Pará - AMEPA, em nota enviada à revista Consultor Jurídico)

Chávez anuncia novo plano antiapagão

Horas depois de declarar estado de emergência no setor elétrico, na segunda-feira, o governo venezuelano lançou um plano para economizar energia que inclui multas para grandes consumidores ou para quem gastar mais e incentivos para quem reduzir seu consumo. O novo plano é voltado tanto para consumidores residenciais quanto para empresas e indústrias.

Segundo o presidente Hugo Chávez, os lares que gastarem mais de 500 quilowatts por hora na média mensal serão considerados grandes consumidores e terão de cortar 10% do seu consumo sob pena de uma multa equivalente a 75% de sua conta de luz. Para todos aqueles que gastarem 10% a mais do que na última fatura, a multa será de 100% sobre o valor dos gastos atuais. E para os que consumirem 20% a mais, a tarifa extra será de 200%.

Por outro lado, as residências com um consumo abaixo dos 500 quilowatts por hora que conseguirem reduzir seu consumo de eletricidade entre 10% e 20% terão um desconto de 25% em sua conta de luz. Para os que cortarem mais de 20%, a redução será de 50%.

Câmara aprova promoção de Vinicius de Moraes

Trinta anos depois de sua morte, o diplomata cassado Marcus Vinicius da Cruz de Mello Moraes vai virar embaixador. A Câmara aprovou nesta terça-feira a promoção do ex-servidor a ministro de primeira classe do Itamaraty, cargo mais alto da carreira diplomática. O ato reabilita a trajetória profissional do poeta Vinicius de Moraes, que foi perseguido pela ditadura militar e expulso do Ministério das Relações Exteriores em abril de 1969, com base no Ato Institucional n 5 (AI-5).

Redigido por amigos de Vinicius no Itamaraty, o texto da promoção passou três anos numa gaveta do Ministério do Planejamento. Foi finalmente enviado ao Congresso no fim de 2009, depois que uma reportagem do jornal GLOBO revelou bastidores da demissão sumária do poeta . Documentos inéditos do Serviços Nacional de Informações (SNI) comprovaram que ele foi vigiado de perto por diversos órgãos de espionagem, incluindo a polícia da antiga Guanabara e o temido Centro de Informações da Marinha (Cenimar).

O vicio da corrupção entrou no PT

Considerado a voz mais frequente do presidente Lula no PT, Gilberto Carvalho, chefe de Gabinete da Presidência, fez nesta terça-feira uma avaliação dos 30 anos do partido, e disse ao GLOBO que a maior perda do PT no período foi ter "adquirido o vício da corrupção". Como ganho principal, ele citou o fato de o partido ter conseguido transformar agricultores e operários em atores políticos. Carvalho disse ainda que a vaga de candidato da base ao governo de São Paulo continua reservada para o deputado Ciro Gomes (PSB).

Quais foram as principais perdas e os ganhos nestes 30 anos do PT?

GILBERTO CARVALHO: O ganho: o PT é um dos principais responsáveis pelo fato de que milhares de brasileiros se tornaram sujeitos políticos. Não é pouco, nestes anos, o PT ter colocado agricultores, operários, nos legislativos e até na Presidência. E trouxe uma nova cultura política, com a distribuição de renda e o resgate da dignidade de milhares de brasileiros.

E a grande perda?

CARVALHO: O PT nasceu questionando as instituições tradicionais, mas foi adquirindo vícios. Até o vício da corrupção, que infelizmente entrou em nosso partido. Então, de certa forma, houve um assemelhamento, neste sentido, com os outros partidos. (Fonte: O Globo)

PF acha R$ 625 mil com aliados de Arruda

A Polícia Federal apreendeu na operação Caixa de Pandora cerca de R$ 625 mil nas casas dos principais aliados do governador José Roberto Arruda (sem partido), suspeito de comandar o mensalão do DEM, um esquema no governo do Distrito Federal de pagamento de propina a políticos.

A Folha teve acesso às analises da PF sobre o material encontrado. Os policiais federais acharam R$ 85 mil na casa do ex-presidente da Câmara Legislativa do DF Leonardo Prudente (sem partido) -filmado colocando dinheiro nas meias.

Cerca de R$ 20 mil estavam num "cofre dissimulado" escondido no quarto da filha do deputado. Outros R$ 56 mil foram guardados dentro do motor da banheira de hidromassagem do quarto de Prudente.

O maior volume de dinheiro foi encontrado na casa da deputada Eurides Brito (PMDB), filmada colocando dinheiro na bolsa. Ela mantinha em casa cerca de R$ 244 mil e outros US$ 9.000. (Fonte: Folha de S.Paulo)

Garrafadas correm solto

Um fruto misturado a suco de uva e conservantes naturais com poder de curar ou combater mais de 100 problemas de saúde. Essa é a promessa da 'Garrafada de Noni', amplamente comercializada pelas erveiras do mercado do Ver-o-Peso, em Belém, por R$ 20. O noni, que tem origem asiática e passou a ser consumido no Brasil principalmente por suas supostas propriedades farmacológicas, é só um exemplo entre os muitos frutos, raízes e ervas oferecidos como remédios na feira. Há garrafadas para combater problemas respiratórios, inflamações, infecções, pressão alta, diabetes e misturas secretas que prometem até para curar mais de uma doença.

O consumidor, porém, deve ficar atento. Para preservar o segredo da fórmula, algumas erveiras admitem não colocar no rótulo da garrafa todos os ingredientes. Em alguns casos podem ser até 20 folhas ou raízes diferentes. No 'Viagra Natural', por exemplo, são 13 ingredientes, entre eles a catuaba, o marapuama, o guaraná e o ginseng. 'Geralmente são só os principais', disse uma delas, apontando para o termo 'etc.' no final de um dos rótulos. 'Quando a pessoa vem comprar a gente explica direitinho', disse. As garrafadas também não trazem muita orientação sobre o consumo, geralmente a informação se restringe ao número de doses diárias, ao preparo e à duração do produto. Segundo as erveiras, os preparados podem ser consumidos com segurança em até três meses, mas a data de fabricação não está estampada na embalagem.

Farmacêuticos vêm com restrição os chamados remédios naturais. 'Em primeiro lugar esses produtos não podem ser chamados de medicamentos, já que não têm registro do Ministério da Saúde ou da Agência Nacional de Vigilância Sanitária', esclareceu o presidente do Conselho Regional de Farmácia do Pará e Amapá (CRF PA/AP), Daniel Costa. Ele chama atenção para outro risco. 'Por não ter o controle, a gente não sabe ao certo de que maneira essas garrafadas são preparadas, de que forma essas ervas estão sendo manipuladas', alerta.
Para o farmacêutico, porém, a falta de uma fiscalização mais rigorosa compromete a utilização das ervas, mesmo aquelas com comprovado valor terapêutico. 'O boldo, por exemplo, nós sabemos que proporciona benefícios para o sistema digestivo, mas você deve utilizar apenas a folha do boldo. Se utilizar o talo, já não terá o mesmo efeito', explicou. O farmacêutico vai além. Segundo ele, o consumo combinado dessas plantas, cascas e raízes pode acarretar de alergias a intoxicações. (Fonte: Amazônia)

Servidores do Judiciário são contra aumento da carga horária

Servidores do Judiciário paraense lotaram ontem as galerias da Assembleia Legislativa para pedir aos deputados a rejeição do Projeto de Lei 01/2010, de autoria do Tribunal de Justiça do Estado (TJE), que aumenta de 6 para 7 horas ininterruptas a carga horária da categoria. A mudança atende uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e visa intensificar o trabalho para reduzir a demanda de processos pendentes de julgamento.

Os manifestantes reclamam que não irão receber nenhuma compensação financeira e alegam que o projeto é inconstitucional, pois fere o Regimento Jurídico Único (RJU) dos servidores, que estabelece jornada de 6 horas diárias. Além disso, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário do Pará, Francisco Pinto, denuncia que a proposta foi enviada à Assembleia no dia 22 de dezembro, quando os deputados estavam de recesso e nem chegou a ser aprovado pelo tribunal pleno.

Bosco Gabriel, presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), informou que o projeto ainda está na mesa diretora, mas, assim que entrar na comissão, o presidente do TJE, Rômulo Nunes, deverá ser chamado para uma reunião. 'Para que, junto com os servidores, possamos tirar as dúvidas', explica.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Blog do Osilenio Moura, santareno da melhor qualidade

Vale a pena acessá-lo > http://blogdomoura.blogspot.com/

Projeto prevê punição para empresas corruptas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encaminhou ontem ao Congresso Nacional um projeto de lei que amplia a punição a empresas que burlarem as concorrências públicas, subornarem funcionários públicos para obter vantagens ou maquiarem as obras e os serviços para os quais foram contratadas. O texto, elaborado por Controladoria Geral da União (CGU), Ministério da Justiça, Casa Civil e Advocacia Geral da União (AGU), segue padrões já adotados em outros países, como Estados Unidos, Itália, Grécia e Chile, e prevê a responsabilização administrativa e civil das pessoas jurídicas que praticarem corrupção contra a administração pública nacional ou estrangeira.

Atualmente, a única punição possível a empresas desonestas é a inclusão do seu nome no cadastro de firmas inidôneas, proibidas de manter contrato com o poder público. Pelo novo texto, a empresa responderá pelos atos e estará sujeita a multas que variam de 1% a 30% do faturamento bruto, além de ficar impedida de obter benefícios fiscais. No entanto, o próprio ministro Jorge Hage, da CGU, admite que a multa dificilmente atingirá 30% do faturamento. A Justiça, segundo Hage, geralmente arbitra esse valor em
10%.

— O limite de 30% é o teto e só será usado em casos graves. O usual é chegar a 10% — afirmou Hage, lembrando que, quando houver dificuldade para conhecer o faturamento bruto das empresas, é uma prática fixar a multa entre R$ 6 mil e R$ 6 milhões.

A Lei de Licitações (8.666/93) em vigor restringe os atos ilícitos das empresas aos exercidos na concorrência ou na execução dos contratos. De acordo com a CGU, os valores de multas aplicados são muito baixos, não atingindo o patrimônio da empresa nem gerando ressarcimento dos danos causados. (Fonte: O Globo)

Dissidência faz surgir novo sindicato de hotéis e restaurantes

A tentativa de criação do Sindicato de Hotéis e Restaurantes de Belém e Ananindeua acabou em confusão no hotel Regente e na interdição da avenida governador José Malcher. A diretoria do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Pará, que congrega esses dois segmentos e similares, organizou um protesto contra a criação do novo sindicato e provocou o encerramento da sessão de fundação.

Porém, assim que o protesto acabou, o grupo dissidente voltou ao hotel e realizou nova reunião que resultou na criação de um novo sindicato. Por causa da confusão, segundo o advogado Daniel Cruz, do novo sindicato, foi registrado um boletim de ocorrência contra os manifestantes. Ele negou que tenha havido manobra para fundar o novo sindicato.

A reunião de fundação do Sindicato dos Hotéis e Restaurantes de Belém e Ananindeua foi convocada para ontem por meio de edital. Os idealizadores afirmam que o atual Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Pará não atende às necessidades de hoteleiros e donos de restaurantes. O presidente da comissão de fundação, Clóvis Carneiro, disse que cerca de 40 empresas se manifestaram a favor da nova entidade e 15 hotéis já haviam se desfiliado do atual. Segundo ele, esse grupo já está contando com alguns serviços prestados pelo novo sindicato. Ele explicou que o repasse do desconto sindical só será efetuado após o Ministério do Trabalho aprovar a criação da nova entidade. Mas, se depender do sindicato estadual, isso não acontecerá porque, no entendimento da presidente da entidade, Valéria Paranhos, a atuação da entidade deve abranger todo o Estado do Pará. (Fonte: Amazônia)

Família morre em acidente

Três pessoas de uma mesma família, morreram em acidente por volta das 13h20 de ontem, à altura do km-72 da BR-316, em Santa Izabel do Pará. Todas as vitimas - pai, mãe e filho - eram evangélicos da Assembleia de Deus e viajavam de Belém para o município de São João da Ponta, na região do Salgado. O pastor Valdo Souza Borges, de 64 anos, dirigia um Fiat Mille vermelho, placas JUZ-4345, de Belém, quando foi violentamente atingido pelo Fiat Strada verde claro, placas JWC-6305, de Santa Bárbara do Pará, dirigido por Valdiclecio Soares da Silva.

Na versão do motorista do Strada, ele vinha no sentido Castanhal/Belém, quando foi surpreendido por um caminhão baú, que teria cortado sua frente bem onde existe um retorno para voltar a Castanhal. Ele disse que foi preciso manobrar, passando para a outra pista, atingindo o carro do pastor Valdo.

Policiais rodoviários federais, no entanto, informaram que um motociclista foi testemunha ocular do acidente e disse que não viu nenhum caminhão baú e o que percebeu foi quando o carro dirigido por Valdiclecio passou subitamente para a contramão, pelo retorno, alcançando o carro do evangélico, que vinha numa velocidade bem abaixo da do Strada. O motociclista disse que vinha atrás do Fiat do pastor, e passou entre os dois carros após a colisão.

O choque entre os dois veículos foi forte. O Strada bateu com seu lado frontal esquerdo no lado frontal direito do Mille. Morreram na hora o pastor Valdo e seu filho Jeremias Lins Borges. Jeremias, que vinha ao lado do pai, foi arremessado para o bando traseiro, e morreu com uma Bíblia sobre seu peito.

Maria das Graças Lins Borges, esposa do pastor e mãe de Jeremias foi socorrida e levada pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros até o hospital municipal, onde morreu 'possivelmente de hemorragia interna', disse um bombeiro que ajudou a socorrê-la.

Já Valdiclecio e seu carona, Wilson Ferreira de Souza, também uma pessoa jovem, sofreram apenas escoriações. Mas só saíram de dentro do veículo no qual estavam depois de chamados pelos policiais rodoviários federais para comparecerem ao posto da corporação, localizado a menos de dois quilômetros do local onde o acidente ocorreu. (Fonte: Amazônia)

Leitorado

Ercio parabéns peça qualidade do blog. Assino uma coluna no jornal Gazeta Nossa aqui em Recife e tenho um blog: www.camposesilva.blogspot.com - Ficaria agradecido se você fosse seguidor no blog. Um abraço do mocorongo Raimundo Edson Pereira Campos e Silva.
=====
Meu caro Edson:
Já acessei o seu blog e, com certeza, constará da agenda das minhas visitas diárias. Sua mensagem me fez recordar com saudade dos seus pais - "Seu" Mimico e D. Maria José (Zezé), irmã do Joaquim Pereira, falecido recentemente. Grato por ´espiar` O Mocorongo.
=====
O perfil do Edson, publicado em seu blog, é este:
Nasci em Santarém do Pará. Terra de cabra macho e mulher bonita. Formado em Engenharia Mecânica pelo Centro Tecnológico da Universidade Federal do Pará. Trabalhei em uma multinacional-Caterpillar envolvido em grandes projetos brasileiros como as rodovias Transamazônica, Santarém Cuiabá, Manaus Caracarai, Manaus Porto Velho,São Luiz Imperatriz, nas hidrelétricas de Balbina AM, Tucurui PA, Itaparica e Xingó NE. Nos projetos Jari PA, Icomi AP. Sou espírita. Conheço todo o Brasil, 60 % dos USA e uns 20 % da Europa. Meu sonho agora é visitar todos os lugares por onde Cristo pregou. Sou casado com Tana também Santarena. Temos um casal de filhos e seis netos, que são toda nossa riqueza material e espiritual.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Blog do Emanuel Júlio Leite - Conexão Oeste

Eu recomendo e você, leitor, vai gostar: acesse ttp://blog.conexaooeste.com.br/

Clonando Pensamento

"Salário da governadora Ana Júlia: R$ 14 mil. Todas as despesas de moradia e deslocamento são bancadas pelo Estado, que também paga as roupas que utiliza". (Keila Ferreira, jornalista, em reportagem publicada ontem no jornal O liberal)
"Faço questão de esclarecer ao povo do Pará que minhas roupas são pagas com meu salário, assim como o colégio de minha filha e todas as despesas pessoais que tenho. O Estado do Pará garante o bem-estar dos seus governantes. Tanto em saúde, como segurança, moradia, alimentação. De qualquer governante e não apenas da governadora Ana Júlia. Já as despesas pessoais, essas são tiradas do meu salário de governadora e não dos cofres do Estado, como está equivocadamente informado na imprensa". (Governadora Ana Júlia Carepa em seu blog, hoje)

No Repórter Diário (Diário do Pará):

Em meio às emoções do clássico RE-PA, que quase foi cancelado porque o Mangueirão não cumpriu ajustes previstos desde 2008, o telespectador da TV Cultura foi ´brindado` com a aparição do pré-candidato a deputado Cláudio Puty, pegando carona no futebol para uma entrevista de campanha na emissora oficial. Na esdrúxula aparição, Puty falou ainda como chefe da Casa Civil, cargo do qual está sendo afastado, a pedido de lideranças de seu próprio partido. E, no melhor estilo palanqueiro, previu ´dias melhores`para o combalido futebol paraense. Esqueceu de dizer que o governo do Estado, nesses quatro anos, pouco sepreocupou com o futebol, basta lembrar a perda da sub-sede da Copa do Mundo de 2014.

Dói mais do que você pensa (artigo do jornalista Geraldinho Vieira)

Marque com um X as alternativas que são usadas na sua casa para dar um jeito naquele moleque que não obedece, que lhe responde... naquele menino que, afinal, precisa de limites:

* Palmadas e Puxões de orelhas

* Tapa na cabeça, tapa na bunda e tapa na cara

* Só uns tapinhas

* Murro, cascudos e beliscões

* Chinelada, surra de cinto e chute na bunda

* Xingamentos, humilhações, gritos e insultos

* Ameaça sexual, chantagem emocional

* Castigo físico

* Corte da mesada, quarto escuro, trancar no banheiro

* Não dar ouvidos

* A mão erguida

* O olhar fulminante

Muito bem, nada de “jujubas, caramelos, sunday de chocolate”, como canta Marisa Monte. O negócio é “palmada, cascudo, fica quieto menino!”. Se você andou marcando X na lista acima, não se sinta só, não pense que é só na sua casa: 42% dos hermanos peruanos, 67% dos venezuelanos, 45% dos uruguaios e 68% dos argentinos também ajudam a forjar crianças agressivas e deprimidas, que amanhã serão os adultos da guerra, da intolerância, do autoritarismo. E essas crianças vão castigar suas crianças e a gente vai seguindo com cara de quem não sabe por que é que assim caminha a humanidade... É a chamada “transmissão geracional da violência”.

É assim mundo afora. O Unicef aponta que, a cada ano, 275 milhões de meninos e meninas de todo mundo sofrem violência doméstica.

Pode ser que você volte à lista e pense “bom, na verdade aqui em casa só usamos umas formas mais lights, porque afinal de contas...”. É, né?! A maior parte das pessoas tem mesmo dificuldade em reconhecer tais atos como violência. Pais e mães acreditam que estão batendo para educar, acham que “crianças que não apanham ficam sem limites”, mas se esquecem que estão utilizando a mesma justificativa para conter ou punir a violência das crianças quando estas apresentam comportamento agressivo: a criança apanha porque bateu no irmão!

Essa contribuição negativa reforça a idéia de que a violência é um método educacional aceitável. Tanto as jovens vítimas quanto os agressores podem aceitar a violência física, sexual e psicológica como algo inevitável. E a disciplina cumprida mediante castigos físicos e humilhantes, intimidação e abuso sexual, com frequência é percebida como algo normal, especialmente quando não produz danos físicos “visíveis” ou imediatos.

Está postado aqui mesmo no blog um artigo de Cristovam Buarque - “Nós, escravocratas” - no qual o político-educador lembra que Joaquim Nabuco reconhecia que apesar da vitória conquistada (a abolição) “acabar com a escravidão não basta. É preciso acabar com a obra da escravidão”. No castigo contra crianças reflete-se de fato uma marca de nossa herança: a cultura da escravidão reforça a dinâmica de que a força pode disciplinar alguém que tenha menos poder e força física ou esteja em condição de dependência. Essa educação perpetua o ciclo da violência, pois as crianças acabam aprendendo que a violência é um meio justificável para a resolução de problemas.

Mas, como as crianças se sentem quando são castigadas? O que se passa com elas quando ficam presas em quartos escuros ou são humilhadas? Elas são capazes de entender por que os pais as agridem (mesmo quando dizem bater para educar)?

Um estudo realizado pelo Instituto Promundo (RJ) ouviu 600 pais e 65 crianças em três comunidades cariocas para compreender melhor como eles percebem o fenômeno dos castigos físicos e humilhantes. A maioria delas admitiu sentir medo, tristeza e raiva quando sujeitadas à punição física ou humilhante.
De novo, nada de jujubas e caramelos:

* Tristeza e infelicidade

* Depressão, dor

* Raiva e rejeição

* Menosprezo, marginalização

* Humilhação

* Impotência (não podem revidar)

Nas entrevistas, segundo informe da Agência de Notícias dos Direitos da Infância, “muitas crianças disseram ficar muito ressentidos nos momentos em que sentem que seus pais não os escutam nem levam seus desejos em consideração. Além de uma escuta atenta por parte de pai e mãe, muitos descreveram tentativas desesperadas de tentar se fazer ouvir pelos adultos”.

Sabe-se que o castigo físico, quando aplicado por um longo período, não surte mais o efeito desejado pelos adultos, ou seja, o comportamento infantil indesejado segue acontecendo. O que as crianças afirmam é que nem lembram o motivo pelo qual foram castigadas. Na verdade, as vítimas tendem a perder a concentração nos estudos e aumentam as possibilidades de se tornarem pessoas agressivas, competidoras e com predisposição a desenvolver, no futuro, relações violentas.

Estes sentimentos podem causar, segundo a Organização Pan-americana de Saúde, enfermidades importantes da idade adulta – entre elas a cardiopatia isquêmica, o câncer, doença pulmonar crônica, a síndrome do intestino irritável e a fibromialgia, além de transtornos psiquiátricos e comportamento suicida. Em alguns casos, levara criança para a rua e para as drogas.

Mesmo com recomendações da ONU e da OEA, há muita resistência no Brasil quanto à criação de lei específica para a punição do castigo físico e do tratamento humilhante contra crianças e adolescentes, na maior parte das vezes porque é um mito a “intromissão nos ambientes família e escola”. Pioneira, a Suécia tem legislação desde 1979. Aqui há um pacto de silêncio, que vem sendo quebrado por uma série de entidades reunidas em torno da Rede Não Bata, Eduque! (www.naobataeduque.org.br), entre eles o Instituto Promundo, a Fundação Xuxa Meneguel, Instituto Sedes Sapientae, o Unicef, a Save the Children e o Centro de Estudos da Violência da USP.

Geraldinho Vieira é jornalista, professor da Fundación Nuevo Periodismo (Colômbia, entidade presidida por Gabriel García Márquez); consultor da Fundação Ford na área do direito à comunicação, vice-presidente da ANDI – Agência de Notícias dos Direitos da Infância e Instrutor da Oneness University (Índia).

Pôquer IBOPE

O presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, está jogando 67 anos de prestígio da marca de seu instituto no pano verde das incertezas eleitorais.

Há alguns meses, garante que o PT perderá a eleição presidencial. Faz isso baseado nas pesquisas de seu instituto e na capacidade analítica que acumulou em mais de 30 anos de serviço.

Astrólogo não precisa fazer pesquisa, e pesquisador não deve cravar previsões.

Com o crescimento da candidatura da comissária Rousseff, registrado pela CNT/Sensus, Montenegro acrescenta que Lula chegou ao teto de sua capacidade de transferir votos. (Isso oito meses antes da eleição e do início formal da campanha).

Se acontecer sabe-se lá o que, e o PT vencer, sempre se poderá dizer que Montenegro avançou o sinal. Mas o que se dirá do Ibope? (Fonte: O Globo)

Chávez: torcida por Dilma

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou ontem, em seu programa semanal de rádio e TV "Alô, presidente", que o governo dos Estados Unidos "jogará tudo" nas eleições deste ano no Brasil — o que levaria o país, segundo ele, a uma guinada à direita. Ele disse esperar que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, vença o pleito.

— Estamos seguros de que o império norte-americano vai jogar tudo para que ganhe a direita no Brasil — disse Chávez, para em seguida completar:

— O império está tentando ter, para janeiro do outro ano (2011), um governo subordinado a seu mandato, o que seria verdadeiramente nefasto para a união dos governos da América do Sul e de nossos povos.
Chávez afirmou ainda acreditar que Lula fará seu sucessor:

— Temos a esperança de que o governo de Lula, que não se subordinou aos mandatos dos Estados Unidos, siga seu curso, a seu próprio ritmo, mas sendo um governo aliado dos povos da América do Sul.

Chávez advertiu que os setores "direitistas" do continente, com o amparo e a ajuda dos Estados Unidos, suscitaram uma ofensiva política para recuperar o poder. (Fonte: O Globo)

Brasil tem a segunda maior tarifa de celular do mundo

Uma pesquisa recente da consultoria europeia Bernstein Research colocou o minuto de celular no Brasil em segundo lugar entre os mais caros do mundo. O país só perde para a África do Sul e está à frente da Nigéria.

O que o levantamento não revelou é que as tarifas são elevadas porque o governo brasileiro não abre mão de impostos e as operadoras não querem baixar o valor extra cobrado por minuto de seus clientes quando estes telefonam para um assinante da concorrente.

Resultado: em média, o consumidor brasileiro paga R$ 0,45 por minuto, segundo a pesquisa, em chamadas locais para celulares da própria operadora. Esse valor passa de R$ 1 caso a chamada termine em um número da operadora móvel concorrente.

Há anos, as teles, por meio de sua associação, a Acel, defendem a redução da carga tributária que, em média, é de 42% do preço por minuto ao consumidor. O setor diz que é uma das cargas mais pesadas do mundo.

Até o momento, o governo -tanto o estadual quanto o federal- não deu nenhuma sinalização de que irá baixar as alíquotas que incidem sobre o serviço. Dados da Telebrasil, associação que reúne representantes do setor de telecomunicações (incluindo as teles fixas e móveis), revelam que, em alguns Estados, a arrecadação com serviços de telecomunicações chega a 40% do total. (Fonte: Folha de S.Paulo)

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Carnaval = Bandeira Branca

Cantiga da Velha Guarda = Aqueles olhos verdes

Clonando Pensamento

"O PT tem alguns cacoetes. Como a vocação hegemônica e a lógica de esmagar toda as forças a ele assemelhadas. Arraes e Brizola já experimentaram isto. (...) O PT está acostumado a tratar os seus parceiros como bucha de canhão. O PC do B é um exemplo. O partido é feito de gato, rato e sapato e hoje não tem direito de influenciar em nada. Queriam muito fazer isto com o PSB, mas Arraes nunca deixou. Queriam fazer com o PDT, mas o Brizola também nunca deixou. (...) O PSB tem moral e independência para dizer o que é bom e ruim neste governo, sem que ninguém nos confunda com banda fisiológica, clientelista, adesista que está no governo, fruto do êxito do presidente Lula". (Ciro Gomes em entrevista ontem no Recife depois do encontro com o governador Eduardo Campos, presidente do PSB)

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Novela RE x PA com mais um capítulo

A promotora que impediu o jogo Remo e Paysandu no Mangueirão, está ultimando recurso para encaminhá-lo ainda hoje ao presidente do Tribunal de Justiça do Pará pedindo que seja cassada a liminar que autorizou a realização do RE x PA neste domingo.

Leitorado

De Leopoldo, bairro Canudos - Belém:
“Ouvi de um renomado advogado, esta opinião: ´É facílimo derrubar a liminar que possibilitou a realização do jogo Remo e Paysandu no Mangueirão. É só alegar através de recurso ao TJE, que a juíza que decidiu dessa forma é parenta de parte interessada na questão: o Amaro Klautau,presidente do Remo é cunhado da magistrada.` Talvez seja mesmo esse o caminho para acabar de vez com o futebol paraense. Mas, é revoltante continuarmos convivendo com o Amaro no Remo e o Luiz Omar no Paysandu. Só fazem m..., é só lambança, senão vejamos: reelegem por aclamação, com muitas palmas, o coronel Nunes para a presidência da FPF. E esse cidadão é o culpado dessa esculhambação que impera, não é de hoje, no futebol paraense. Exemplo: marcou o RE x PA para o dia 7 no Mangueirão, sem consultar o dono da casa (a SEEL) se o estádio estaria em condições, prontinho, liberado para o jogo. Tomara que essa tal liminar seja tornada sem efeito para que o Amaro e o Luiz Omar, ao invés de irem neste domingo ao Mangueirão, vistam (nem é preciso) suas fantasias de palhaços e se divirtam no bloco do Kaveira, rindo da galera do Leão e do Papão”.

Cantiga da Velha Guarda = Eu sei que vou te amar

Clonando Pensamento

"Computação não se relaciona mais a computadores. Relaciona-se a viver."
(Nicholas Negroponte)

"Não há governos populares. Governar é descontentar. "
(Anatole France)

Bida, acusado de matar missionária voltará para a prisão

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou ontem habeas corpus ao fazendeiro Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, acusado de mandar matar a missionária americana Dorothy Stang. A decisão obriga o fazendeiro a voltar para a prisão. Em abril do ano passado, ele pediu habeas corpus ao STJ.

O relator, ministro Arnaldo Esteves Lima, concedeu por liminar. Ontem, no julgamento do mérito do mesmo pedido, a 5 Turma do tribunal negou-lhe o benefício. Os advogados do acusado podem recorrer ao Supremo Tribu
nal Federal (STF).

Bida foi condenado a 30 anos de prisão em regime fechado pelo Tribunal do Júri no Pará. Na época, vigorava a regra segundo a qual a pena superior a 20 anos de prisão nesse tipo de julgamento dava ao réu o direito a outro júri. No segundo julgamento, o fazendeiro foi inocentado e, assim, o STJ concedeu-lhe o habeas corpus. No entanto, em 2009, depois de analisar um recurso do Ministério Público, a Justiça paraense anulou a absolvição do fazendeiro, decretando nova prisão.