Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

domingo, 31 de outubro de 2010

Ibope: Jatene tem 59% e Ana Júlia 41% dos votos válidos

O Ibope diz que o candidato Simão Jatene (PSDB) deve ser eleito hoje o novo governador do Pará. De acordo com a segunda pesquisa de intenção de votos no segundo turno, divulgada ontem (30), o ex-governador tem 59% dos votos válidos, enquanto sua adversária, a atual governadora Ana Julia Carepa (PT), está com 41%. Levando-se em consideração brancos, nulos e indecisos, Jatene também aparece na frente, com 55% da preferência do eleitorado contra 37% da concorrente. Nulos e brancos representam 5% e indecisos, 3%.

O levantamento foi realizado entre os dias 28 e 29 de outubro, com 812 eleitores, em 41 municípios do Estado.

Para presidente - Últimas pesquisas divulgadas ontem (30) apontam Dilma na liderança

Datafolha - Dilma tem 55% dos votos válidos e José Serra 45%.

IBOPE - Dilma 56% e Serra 44% dos votos válidos.

CNT/Sensus - Dilma 50,3% e Serra 37,6%.

Vox - Dilma 57% e José Serra 43%.


sábado, 30 de outubro de 2010

Ana e Jatene com amigos

Jatene (45) e Priante
Ana (13) e Almir

Dororó - 90 anos

No dia 13 de dezembro do ano passado, Wilde Fonseca completou 90 anos de idade, evento comemorado com muita alegria pelo aniversariante, seus amigos e familiares. As fotos, enviadas pelo seu sobrinho José Wilson, colaborador deste blog, registram momentos de felicidade do casal Dororó/Madalena por ocasião da bonita festa.

Sepultamento de Wilde Fonseca

Vicente Malheiros da Fonsêca, conta:
"Estou em Santarém, para o sepultamento do tio Dororó, meu padrinho.

Depois da Missa de corpo presente, na Igreja do Santíssimo, em Santarém, eu depositei a partitura da musica "Marcapasso" (chorinho), de minha autoria - cuja letra está abaixo transcrita - no ataúde de meu querido tio Dororó, a exemplo que fiz com a Valsa Santarena nº 51 ("Lira Iluminada"), que compus em homenagem a meu saudoso pai Wilson Fonseca (maestro Isoca), em 2002.

Dentre as homenagens prestadas ao tio Dororó, durante a Missa, destaco a participação emocionante da Filarmônica Prof. José Agostinho, sob a regência do maestro João Paulo Santos Fonseca, meu primo; e da Orquestra Jovem Maestro Wilson Fonseca, sob a regência do maestro José Agostinho da Fonseca Neto, meu irmão.

MARCAPASSO
Música e letra: Vicente José Malheiros da Fonseca

Neste chorinho
Que bate emoção
Já nem sei
Que dizer
Sigo o meu coração
Que pulsa
Do lado
Esquerdo
Do peito
No passo
Do choro
Que canto
Sem jeito
Sei que é preciso te falar, como não,
Cada compasso marca passo feliz
Mas o aparelhinho que implantaram logo em mim
Bem que não faz mal, eu vejo as coisas sempre assim
Sigo cantando nesta vida
Como sempre faço
No espaço
No abraço
Sou Dororó
Neste chorinho todo prosa, veja só!
Cuidado, segura, termina em dó...

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Pesquisa Veritate/UFPA: Jatene 59% e Ana Júlia 41% dos votos válidos

Pesquisa realizada no período de 22 a 26 de outubro.

Estimulada
(se a eleição fosse hoje, em quem você votaria?)

Jatene:49.5%

Ana Júlia: 34.8%

Nenhum/Branco/Nulo: 5.9%

Sem Resposta: 9.8%

Tristeza

Grata lembrança: Dororó e eu (Ercio)

Morreu ontem à noite em Santarém, WILDE DIAS DA FONSÊCA (Dororó), professor, maestro, músico, compositor e escritor muito querido na cidade. Seu corpo está sendo velado na Igreja do Santíssimo.

Wilde Fonseca era irmão do maestro Isoca (Wilson Fonseca). Tinha 90 anos. Deixa viúva a Srª. Madalena Santos Fonseca, com quem teve 4 filhos: José Wilde, José Agostinho, João Paulo e Benedito Augusto. No primeiro casamento, Dororó teve dois filhos: José Augusto (falecido) e Bernadete (que mora em São Paulo).

Descanse em paz meu amigo, Tio Dó!
Aos seus familiares expresso as minhas condolências.

Obidense ilustre

Eliziário com familiares
O desembargador José Edílsimo Eliziário Bentes, que presidiu o TRT da 8ª Região no período de 04.12.2006 a 05.12.2008, foi homenageado na manhã de ontem (28), na Sessão do Tribunal Pleno, com a aposição de sua fotografia na Galeria dos Ex-Presidentes da instituição.

Aberta pela desembargadora Francisca Formigosa a Sessão contou com a presença da procuradora-chefe da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região, Ana Maria Gomes Rodrigues, que saudou o homenageado em nome do Ministério Público do Trabalho.

O desembargador Vicente Malheiros da Fonseca falou em nome dos integrantes do TRT8 e fez uma retrospectiva da brilhante trajetória do obidense, que tanto contribuiu para o engrandecimento da Justiça do Trabalho, com competência, determinação e profissionalismo.

O ex-presidente Eliziário Bentes agradeceu as homenagens recebidas, ao lado de sua esposa Vera Pinto Bentes e demais familiares, com a certeza de que mais uma etapa foi cumprida.

Além dos magistrados da casa, servidores, amigos e familiares do desembargador Eliziário Bentes compareceram ao evento.

Leitorado

"Oi Ércio,
Sou Nazaré, filha do Nenen e Nilza.
Obrigada pela maneira carinhosa que fala deles em seu Blog.
Sucesso,
Maria da Nazaré Silva"
====
Do blog:
Nazaré, trata-se de uma modesta homenagem aos seus pais e minha mãe, pessoas tão queridas, inesquecíveis...
Grato por "espiar" este blog. Forte abraço do ERCIO

Minhas andanças por aí...

No Estádio do Maracanã - Rio de Janeiro

Galeria de amigos - PAULO CESAR LIMA

PAULO CESAR LIMA, que administra com eficiência o Departamento Comercial da Televisão Tapajós - Santarém/Pará

Cantando e chorando

Conta-se que, no apogeu do poder, Oliveira Salazar foi procurado por uns artistas que pleiteavam ajuda financeira do governo português.
- Que fazem os senhores no campo das artes? - indagou o estadista.
- Cantamos, Excelência - respondeu o porta-voz do grupo.
- O despacho de Salazar foi proferido nestes termos: "É impossível atendê-los. Não temos dinheiro bastante sequer para dar aos que choram, quanto mais aos que cantam".

Leitorado

De Anônimo:

"Pinturas de cabelos... Perucas, operações plásticas, botox, seios siliconados, viagra, roupas moderninhas... De tudo se lança mão para tentar desmentir o tempo, numa alucinada esperança de disfarçar a devastação da idade sobre o corpo. Não interessa a ninguém por em prática a linda sugestão de Helen Keller: `Que as rugas do teu rosto sejam as marcas de antigos sorrisos`. Na origem de tudo isso há uma vaidade monstruosa presidindo a vida. Se o homem sempre foi presunçoso desde o Éden, agora, mais que nunca, se acentua a soberba inata da espécie, pois hoje se vale unicamente pela aparência".

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Presidente do TRE do Pará descarta nova eleição para senador

Um dia depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) confirmar a validade da Lei da Ficha Limpa nestas eleições, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), João Maroja, descartou hoje (28) a possibilidade de convocar nova eleição para senador no estado. “No dia 17, vamos diplomar o primeiro e o quarto candidatos mais votados. Esse é o entendimento que a corte toma”, declarou o magistrado em entrevista à GloboNews. Maroja se refere ao senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), o mais votado, e à vereadora Marinor Brito (Psol-PA), quarta colocada na disputa ao Senado.
Na avaliação do presidente do TRE-PA, a legislação prevê a realização de novas eleições quando os votos nulos correspondem a mais da metade de toda a votação apenas para cargos do Executivo, como governador e presidente da República. “Estamos falando de eleição para o Parlamento”, ressaltou.
A possibilidade de realização de nova eleição para senador no Pará foi levantada porque dois candidatos barrados pela Lei da Ficha – os deputados Jader Barbalho (PMDB-PA), segundo colocado, e Paulo Rocha (PT-PA), terceiro mais votado – tiveram, juntos, 57% dos votos para o Senado. Ou seja, mais da metade da votação. Como os dois foram barrados pela Ficha Limpa, por terem renunciado ao mandato para escapar da cassação em legislaturas anteriores, os votos dados a eles foram considerados nulos.“Os demais tiveram votos suficientes”, pontifica o presidente do TRE-PA. Segundo ele, essa posição também é defendida pelo Ministério Público Eleitoral no Pará.
Ontem, o STF decidiu negar o recurso de Jader que contestava a aplicação da nova lei nas eleições deste ano. Como a decisão tem repercussão geral, a definição vale também para os demais casos, como o de Paulo Rocha. O presidente do TSE, ministro Ricardo Lewandowski, que também integra o STF , declarou durante o julgamento que a convocação ou não de novas eleições no estado era de responsabilidade do TRE-PA. (Fonte: Congresso em foco)

A luta continua...

JATENE - 45
ANA JÚLIA - 13

Removendo o passado: gente amiga

Professora Nilza Serique Pereira e esposo Nenê, com Dona Didó, minha mãe e madrinha do João, filho desse casal maravilhoso.

Pense nisso

Petit-Senn certa vez disse: "a morte nos despe dos nossos bens e nos veste com as nossas obras". É verdade! A partir do último suspiro, passamos a ser avaliados não pelo que tínhamos, mas pelo que eramos. Mortalha não tem bolso e só levaremos conosco exatamente o que demos aos nossos irmãos. Se a semeadura foi boa, excelente há de ser a colheita lá em cima.

Aos turistas

Há pratos consagrados da culinária santarena, daqueles que o turista não pode deixar de comer, sob pena de se sentir como quem foi à Roma e não viu o Papa. Por exemplo: a caldeirada de tucunaré ou este frito inteiro, na manteiga; o tambaquí e o pirarucú assados na brasa; o bolinho de piracuí; e muitas outras delícias. E mais: é maravilhoso, é prazer muito grande, curtir o sol, a areia e a água límpida e gostosa do Rio Tapajós.

Clonando Pensamento

"Não saberia responder sobre uma possível composição porque hoje eu não conheço essa pessoa que está aí. Acho que ele está com problema".
(Candidato Simão Jatene, na entrevista concedida ontem ao Sistema Liberal de Rádio, ao responder pergunta sobre a possibilidade de composição em seu governo com o ex-governador Almir Gabriel)

Ana e Jatene fazem último debate na televisão

Na TV Liberal, Ana Júlia Carepa (PT) e Simão Jatene (PSDB), se enfrentarão hoje, às 21h15, após a novela Passione. Será a última oportunidade nessas eleições dos dois candidatos ao governo do Estado debaterem suas propostas. O repórter José Raimundo, da Rede Globo, será novamente o mediador, pois atuou também no debate do primeiro turno.

De acordo com Álvaro Borges, editor geral de jornalismo da TV Liberal, o debate terá três blocos, sendo os dois primeiros com 20 minutos cada e o último com 10 minutos.

No claudiohumberto.com.br

Cartaz do TSE lembra Dilma quando jovem
Nova polêmica anima as discussões políticas em Brasília: cartaz do próprio Tribunal Superior Eleitoral, afixado nas seções de votação já no primeiro turno, mostrando uma modelo cujo sorriso é muito semelhante ao de Dilma Rousseff quando jovem. A premiada Fields Comunicação, que fez o cartaz nega a semelhança e garante que não é montagem: a modelo existe mesmo e se chama Marília Lopes. A assessoria da direção nacional do PSDB informou nesta quarta-feira que vai verificar e "qualquer coisa" o partido se pronunciará.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

STF: Jader é barrado pela Lei da Ficha Limpa

O candidato ao Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), acaba de ser enquadrado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) como “ficha suja”.

Jader é o primeiro caso relacionado à nova Lei de da Ficha Limpa julgado pelo Supremo.

A princípio, com a decisão dos ministros de hoje, que tem “repercussão geral”, estão inelegíveis por oito anos os parlamentares que tiverem mandato e renunciarem para escapar de um processo de cassação de mandato.

No entanto, apesar desse entendimento, em outros casos tudo pode ser alterado se o entendimento 11 ministro for contrário à aplicação das novas regras de inelegibilidade.

Desde agosto, após o ministro Eros Graus se aposentar, o Supremo é composto apenas por 10 ministros.

Por isso, se o ministro - que ainda deve ser indicado - votar contra a validade da Ficha Limpa, o placar teoricamente ficaria em 6 a 5.

Dessa forma, os candidatos que tiverem os recursos julgado após essa decisão podem ser liberados para assumirem o mandato.

Na sessão de hoje, o placar ficou empatado em cinco a favor e cinco contra a aplicação imediata das novas regras de inelegibilidade.

A solução encontrada, pela maioria, foi a de recorrer ao regimento interno no art 205 que diz:

“Havendo votado todos os ministros, salvo os impedidos ou licenciados por período remanescente superior a três meses, prevalecerá o ato impugnado”. (No G1)

TJE aprova instalação e competência de duas Varas de Juizado Especial em Santarém

O Pleno do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) aprovou à unanimidade, na sessão desta quarta-feira, 27, a Resolução Nº 17/2010 – GP, que dispõe sobre a instalação e competência de duas Varas de Juizado Especial da Comarca de Santarém, conforme a Lei Estadual nº 7.195, de 18 de agosto de 2008, que as criou.
As novas Varas funcionarão no Campus da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) e nas Faculdades Integradas do Tapajós (FIT). Na Ufopa, funcionará a Vara do juizado Especial das Relações de Consumo. Já na FIT, será instalada a Vara do Juizado Especial Cível.
A Resolução também esclarece que o Juizado Especial Criminal da ULBRA fica competente para conciliar, processar, julgar e executar a totalidade das causas criminais da Comarca de Santarém, referentes à Lei 9.099/95 (Lei dos Juizados Especiais); enquanto que o Juizado Especial Criminal Ambiental, vinculado à Vara Agrária de Santarém, permanecerá com a competência já existente. (Fonte do TJE)

Morre ex-governador do Acre

O ex-senador e ex-governador do Acre, Jorge Kalume, morreu na tarde de ontem (27) aos 89 anos. Ele lutava havia um ano contra um câncer no intestino e teve uma parada cardíaca em sua casa, em Brasília.
Jorge Kalume atuou como deputado federal, prefeito de Xapuri e de Rio Branco e governou o Acre entre 1966 e 1971. Foi senador pelo Estado entre 1979 e 1987 e no Senado ocupou o cargo de segundo secretário. Ele também foi diretor financeiro do Banco da Amazônia e empresário. Nascido em Belém (PA), Jorge Kalume deixa três filhos e três netos.

CNT/Sensus: Dilma 51,9% e Serra 36,7%

Pesquisa CNT/Sensus, divulgada há pouco em Brasília, aponta a candidata à sucessão de Lula, Dilma (PT), com 51,9% das intenções de votos contra 36,7% de Serra (PSDB).

Votos nulos e aqueles que não souberam responder somam 11,5 %.

Em comparação com a pesquisa divulgada na última quarta-feira (20), Dilma subiu 5,1% e Serra caiu 5,1%
.
Ao se verificar apenas os votos válidos (descontados os nulos e brancos), Dilma tem 58,6% contra 41,4% de Serra.

Em comparação com a última pesquisa, Dilma cresceu 5,8% e Serra caiu o mesmo percentual, 5,8%.

Morre ex-presidente argentino

O ex-presidente argentino Néstor Kirchner morreu na manhã desta quarta-feira após sofrer uma parada cardiorrespiratória, segundo informações divulgadas pela imprensa de Buenos Aires.

Kirchner, que tinha histórico de problemas no coração, estava na cidade de El Calafate, na Patagônia, quando passou mal e foi levado a um hospital.

Em 12 de setembro, Kirchner fora submetido a uma angioplastia, tendo alta no dia seguinte.

O SOLDADO 123 (crônica de José Wilson Malheiros)

Estamos chegando na época de Finados. Hora propícia para falar sobre um fato que até hoje guardo na alma e que, com certeza, marcou profundamente aquele grupo de jovens que, como eu, prestaram o serviço militar no inesquecível TG-190, aquela escola de civismo, cidadania e de honradez que existia em Santarém, nos tempos que antecederam a chegada do 8º. BEC.

O atirador cento e vinte e três era um jovem magrinho, moreno e tímido, que morava no bairro da Prainha.

De certa maneira, como sabem, os exercícios físicos e a maneabilidade eram pesados, exigindo de nós, os recrutas, boa saúde.


Certo dia, na hora da chamada, ele não respondeu. Mais tarde a mãe veio avisar que ele fora acometido de uma crise de apendicite aguda e já estava sendo operado no hospital do SESP.

Pediu e recebeu licença de trinta dias para se recuperar da cirurgia. Como a cicatrização estava demorando, nova dispensa foi concedida.


Quase três meses depois, ele apareceu e pediu para ser incorporado à tropa, novamente. Falou que era patriota e que já estava ávido para continuar servindo a pátria.

Mas, a cansativa rotina de atividades foi demais para ele. A cicatriz abriu-se, inflamou e ele acabou falecendo. Foi um constrangimento geral. A nossa juventude ficou mais triste, nossos sonhos lacrimejaram. Era a primeira vez que a maioria de nós via a morte assim tão de perto. Ficou decidido que ele seria enterrado com todas as honras e estilo militares.

A tarde do funeral estava nublada e nos oprimia a todos. Quando o cortejo fúnebre chegou ao cemitério, os soldados já se postavam em alas simples (fileiras) desde a porta de entrada e acompanharam ladeando o esquife, a passos lentos, até o local onde estava a cova que ia receber os restos mortais do nosso irmão de farda.

Antes do caixão descer ao túmulo, cantamos o Hino Nacional, foi retirada a bandeira nacional que cobria o caixão, dobrada e entregue à família.A seguir, doze atiradores fardados executaram uma salva de vinte um tiros de fuzil, com intervalos de aproximadamente trinta segundos entre cada rajada.

Arranjaram para mim um tamborete. Sebastião Ferreira segurava a partitura musical.

No momento em que o corpo do soldado descia à sepultura comecei a executar, no trompete, o toque lúgubre e saudoso de silêncio, simbolizando a nossa tristeza, espalhando pelo entardecer um sentimento de meditação, de saudade e de dor. Era a hora da saída das mocinhas do Colégio Santa Clara e o acontecimento as trouxe todas para o cemitério, entre espantadas e curiosas.

Quase todo mundo chorava. Eu quase nem consegui chegar ao fim do solo da melancólica melodia. Um nó na garganta, as lágrimas que desciam pelo meu rosto, tremor nas mãos, emoção sem fim, que até hoje dorme em meu peito, quando recordo daquele entardecer santareno.

Soldado 123! Sei que teu Anjo da Guarda te guiou e te conduziu para uma das moradas do Pai Eterno, no infinito!

O futebol paraense no fundo do poço e o adeus do Poul


Charges: Atorres

Troca-troca é assim...

Filiação e desligamento de uma pessoa de um partido político é igual ao início e término de namoro ou casamento. No início a declaração é: eu te amo, eu te adoro, eu te quero pra sempre, jamais me afastarei de ti, serei fiel nos momentos de alegria ou de tristeza.

Quando há o desentendimento, sai atirando: fostes o autor do meu infortúnio, do meu fracasso, túmulo dos meus sonhos, abismo da minha infelicidade. Quero que morras !!!

Clonando Pensamento

Do saudosos jurista Otávio Mendonça, em seu livro ´Palavras ao Tempo`, sobre o jornalista Lúcio Flávio Pinto (foto):
"Oriundo de Santarém, suas origens tapajônicas são visíveis, a olho nu, na posição intelectual que se traçou de investigador e divulgador das realidades paraenses, defensor de suas riquezas e, sobretudo, intérprete dos homens dispersos em seu vasto e ignorado interior, homens que possivelmente não o conhecem nem o lêem, porém cujos interesses ele defende com uma perseverança e uma coragem tanto mais louváveis porque espontâneas, gratuitas e, não raro, incompreendidas".
(Foto: André Costa Nunes)

Pesquisa Datafolha: Dilma 56% e Serra 44%

O Datafolha divulgou ontem (26), nova pesquisa de intenção de voto para a Presidência da República. Na média nacional, segundo o levantamento, a candidata petista Dilma Rousseff tem 56% dos votos válidos (que excluem brancos, nulos e indecisos), contra 44% do tucano José Serra, mesmos índices que os dois candidatos obtiveram no levantamento anterior divulgado em 21 do corrente.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Governo do Pará transfere feriado

Através do Decreto 2579, publicado no Diário Oficial de hoje, o Governo do Estado do Pará transfere para o dia 29 de outubro de 2010 (sexta-feira), as comemorações alusivas ao Dia do Servidor Público e faculta o expediente nos orgãos estaduais da administração direta e indireta no dia 01 de novembro de 2010 (segunda-feira), efetuando a compensação uma hora por dia nos dias 3, 4, 5, 8, 9 e 10.11.2010.

Morre o senador Romeu Tuma



O senador Romeu Tuma (PTB-SP), 79 anos, morreu por volta das 13h desta terça (26), em São Paulo. A informação foi confirmada por um dos filhos dele, o médico Rogério Tuma.
O senador estava internado desde setembro no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Neste mês, o senador passou por uma cirurgia para implantação de um coração artificial, devido a uma grave insuficiência cardíaca.
De acordo com informações da Agência Senado, atribuídas ao gabinete de Tuma, o velório ocorrerá na Assembleia Legislativa de São Paulo. Ele era casado com a professora Zilda Dirane Tuma. Deixou quatro filhos e nove netos.
Romeu Tuma exerceu dois mandatos como senador por São Paulo. Durante a campanha eleitoral deste ano, foi internado e não conseguiu se reeleger.

Vox Populi: Dilma 49% - Serra 38%

A pesquisa Vox Populi divulgada nesta segunda (25) mostra que a candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT) aparece com 11 pontos percentuais de diferença para seu principal adversário, José Serra (PSDB). A petista tem 49% das intenções de voto contra 38% do tucano. Se for considerado apenas os votos válidos, quando se excluiu os votos brancos, nulos e indecisos, Dilma soma 57% das intenções e Serra, 43%. Os votos brancos e nulos somam 6%, enquanto 7% não souberam ou não opinaram. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual. A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 24 de outubro, com 3 mil entrevistados em 214 cidades de todo o Brasil. Na última pesquisa Vox Populi, realizada nos dias 15 e 17, Dilma aparecia com 51% das intenções de voto contra 39% de Serra.

Leitorado

De Anônimo:
"Incontestavelmente, a enchente e a seca dos rios fazem estragos seculares na Amazônia. De vez em quando uma delas ultrapassa os limites costumeiros e vale a pena testemunhar o prestativo corre-corre de humanitárias autoridades, condoídas ao verem tantos Cristos encharcados, de bubuia no turbilhão de águas assassinas.... Ou, então, enfrentando dificuldades, sofrimento, perda de tudo o que plantaram e até mortes em decorrência da grande seca, como a deste ano. Decretam-se logo situações de calamidade pública e os governos asseguram aos flagelados que, agora, sim, vamos executar obras essenciais, adiadas há muitas décadas, para que não se repitam catástrofes semelhantes. Para azar do povo, entretanto, o rio vaza (ou enche), o verão amanhece com a fartura antiga, os mortos estão sepultados, as coisas se ajeitam como abóboras em carroça. A vida continua e... não se fala mais nisso até a próxima desgraça. Estamos no país das emergências, das portas que se fecham após o ladrão limpar tudo e que se reabrem um mês mais tarde, quando o susto perdeu a força inicial. E viva o meu Brasil brasileiro, terra de samba e pandeiro!"

Melhor do que a omissão

Ao serem convocados para desmontar bombas que ainda não detonaram, os peritos em explosivos precisam agir com a máxima cautela no manuseio dos mortíferos engenhos. Da mesma forma, certos assuntos devem ser abordados com prudência, tal a facilidade com que podem conduzir a demolidoras polêmicas. A quentíssima questão do aborto na atual campanha presidencial é um desses temas que se incendeiam à toa, mas que nem por isso desobrigam o cristão de discuti-los no campo político, nas igrejas, em qualquer lugar. Se houver combustão espontânea, ela será um mal menor do que a omissão covarde.

Paixão sofredora

Quase nunca se ouve dizer que alguém, no curso de uma longa vida, tenha passado a torcer por outro clube de futebol, traindo a agremiação pela qual tanto sofrera nos estádios. A verdade é que as pessoas padecem horrores, amargam sucessivas decepções, mas, apesar dos vexames, dos vergonhosos fracassos, sempre brigam em defesa de seus clubes do coração. Exemplos disso: as martirizadas galeras do Remo, do Paysandu, do São Raimundo de Santarém, do Águia de Marabá e tantas outras.

Serra adota tom combativo em debate na TV

Atrás nas pesquisas de intenção de voto, o candidato José Serra (PSDB) saiu do tom moderado e adotou uma postura mais combativa contra a adversária na disputa presidencial, Dilma Rousseff (PT), no debate da TV Record.

Mais sério do que em debates anteriores, o tucano foi ao ataque usando os escândalos na Casa Civil, o MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) e o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), e tentou inverter os ataques feitos a ele pela campanha petista, que o acusa de defender a privatização.

Nos temas da banda larga e da Petrobras, sugeriu que quem trabalhou pela privatização foi Dilma.

A candidata petista rebateu os ataques e, em geral, contra-atacou. Quando o assunto foi a Casa Civil e Erenice Guerra, Dilma trouxe novamente à tona as acusações envolvendo o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto. Insistiu no assunto por três vezes.

Serra foi o primeiro a abordar a temática dos escândalos, e citou a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra, que hoje prestou depoimento à Polícia Federal no caso em que é acusada de tráfico da influência.

Dilma se apressou em responder com um argumento já usado em outros debates, e partiu para o contra-ataque, ao tratar de Paulo Preto.

"A seis dias da eleição nós temos um fato importante. A ex-ministra depôs na Polícia Federal. O que dizer do Paulo Preto, que quando te ameaça vocês escondem o que ele faz? Ele está envolvido na operação Castelo de Areia por desvio de recursos", disse a candidata petista.

Serra rebateu afirmando que a campanha petista inventa "um rosário de mentiras" sobre ele.

"Vocês inventam uma coisa de que teria havido uma contribuição que eu não teria recebido e ele teria recebido. Primeiro que eu seria a vítima. Quem tem que investigar é a Polícia Federal. Ele sequer foi chamado para depor".

Dilma insistiu no assunto Paulo Preto.

"A Polícia Civil de São Paulo poderia investigar o fato de que ele foi preso por receptação de joia roubada. Além disso, vocês poderiam pelo menos ter aberto uma sindicância para investigar esses malfeitos. Tem gente que investiga e pune, tem gente que acoberta e considera a pessoa que fez o malfeito competente e séria".

Serra, então, recorreu aos escândalos na Casa Civil novamente.

"Ela [Dilma] teve como braço direito uma mulher que montou um esquema amplo de corrupção. Aliás, foi a mulher que a Dilma deixou pra ocupar o lugar dela". (Na folha.com)

Marinor faz pressão pela aplicação imediata da Lei da Ficha Limpa

A senadora eleita Marinor Brito (PSOL) vai se reunir na tarde de hoje, em Brasília, com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowisk, para mostrar a legitimidade dos 727 mil votos que lhe garantiram a segunda vaga ao Senado pelo Pará. 'Será uma visita para mostrar a vontade do povo do Pará, para declarar aos ministros que a nossa eleição vale sim, e que ela se soma a movimentação política a favor da Ficha Limpa que vem sendo feita em Brasília', disse.

Segundo Marinor, está sendo orquestrada uma pressão política favorável ao adiamento do julgamento, pelo pleno do STF, do recurso apresentado pelo candidato ao Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), contra a Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10), no intuito de favorecer o candidato impugnado. 'Existe uma pressão muito grande em cima do Supremo por parte dos interessados em adiar a votação, sobretudo, vinculado ao grupo do Jader Barbalho. A gente está querendo saber por onde essa discussão está se deslocando', afirmou.

Durante todo o dia de ontem, a senadora participou de encontros com a equipe jurídica e parlamentares da bancada do PSOL, com senadores defensores da Lei da Ficha Limpa, entre eles o senador Cristovam Buarque (PDT-DF). De noite, ela se encontrou com o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, que reiterou a defesa da Ordem pela validade da nova lei para essas eleições. 'É através desse grupo de pessoas, dessa mobilização, que podemos sentir a temperatura desse debate, como estão se movimentando os responsáveis por essa decisão', explicou Marinor. 'O Jader Barbalho está querendo protelar para ganhar tempo, para obviamente reverter a decisão, que, na minha opinião, está se consolidando entre os ministros do Supremo', afirmou Marinor.

A expectativa de Marinor Brito se baseia também pelo último pronunciamento do ministro Cezar Peluso, presidente do STF, que afirmou que a Corte está em consonância com o interesse público e que, caso prevaleça o empate de cinco a cinco, outras possibilidades poderão surgir para o desfecho do julgamento. O veredicto mais comentado nos bastidores de Brasília, nas 48 horas que antecedem o julgamento, é de que Jader Barbalho será enquadrado na Lei da Ficha Limpa. (No Amazônia)

Condel azulino não decidiu nada sobre medidas para evitar leilão

Terminou em bate-boca a reunião do Conselho Deliberativo do Remo (Condel), na noite de ontem, no auditório da sede social da Avenida Nazaré. O objetivo do encontro era discutir alternativas para solucionar o problema mais grave do clube no momento: a ameaça de leilão de parte de seus bens como forma de pagamento das dívidas trabalhista e cível. No entanto, mais uma vez, nada foi decidido neste sentido.

Após uma longa explanação do presidente Amaro Klautau, que rebateu ponto a ponto cada uma das denúncias, iniciou-se uma discussão entre o grande benemérito Ronaldo Passarinho e o presidente do Condel azulino, Felício Pontes. Ambos divergiram em relação ao andamento do processo de expulsão de Amaro Klautau do quadro de associados do clube.

Passarinho acusou Pontes de agir de forma parcial em relação a esse caso, favorecendo o presidente do clube ao retardar deliberadamente a definição sobre o deferimento ou não da petição apresentada no início do mês de setembro por 33 conselheiros. Eles acusam Klautau de danificar patrimônio do clube ao ordenar a destruição do escudo remista que ornamentava a entrada da área do antigo "Carrossel", pela Avenida Almirante Barroso.

Pontes não aprovou as insinuações e, irritado com o tom irônico utilizado por Passarinho, explicou que não poderia dar andamento no processo enquanto não fosse apurada a denúncia de falsidade ideológica feita pelo conselheiro Jorge Dias. O último alega não ter assinado a petição original. "O incidente processual colocou em xeque aquele documento. Por isso, ele foi devolvido para seus autores, que se comprometeram em trazê-lo de volta com todas as assinaturas presentes nele reconhecidas em cartório. Até agora, estou aguardando a devolução desse documento", afirmou.

Passarinho não concordou com a justificativa apresentada pelo presidente do Condel e lembrou a existência de uma segunda petição, apresentada no dia 27 de setembro, contendo assinaturas de apenas 10 conselheiros. Por seu turno, Pontes explicou que aquele segundo pedido de abertura de processo era, na prática, o mesmo de antes, só que com menos assinaturas e três nomes de conselheiros que não constavam antes.

Houve intervenções de outros conselheiros, como o advogado Hermes Tupinambás e o promotor público Domingos Sávio, que propuseram outros encaminhamentos para este e outros casos discutidos no início da reunião. No entanto, não havia mais ambiente para a continuação da reunião. Discussões paralelas entre conselheiros esvaziaram a sessão bem antes de seu encerramento, já no início da madrugada de hoje.

Em resumo, a única coisa que foi definida na noite de ontem é que Amaro Klautau será notificado de forma oficial, provavelmente ainda hoje, sobre a acusação de destruição de patrimônio do clube. Segundo Felício Pontes, ele terá dez dias para apresentar sua defesa. Só então, será marcada uma nova reunião para que seja votada sua exclusão ou não do quadro societário do clube.

Presidente azulino rebate denúncias de Benedito Sá e Passarinho

O presidente do Remo, Amaro Klautau, aproveitou o início da reunião de ontem para rebater as denúncias feitas pelo conselheiros Benedito Wilson Sá e Ronaldo Passarinho, que nos últimos dias levantaram dúvidas sobre as contas do clube e afirmaram, inclusive, que o mandatário havia utilizado dinheiro do clube para fins pessoais - como o aluguel de um carro e a contratação de um plano coorporativo de telefonia celular.

Sobre os questionamentos que envolvem os contratos de publicidade e televisionamento do clube, Klautau explicou que embora estas cotas somem R$ 330 mil mensais, pouco ou quase nada desse dinheiro entrou realmente nos cofres azulinos. "Quando recebemos o clube, em janeiro de 2009, todas as contas do Remo estavam bloqueadas pela Justiça do Trabalho. Firmamos então um acordo, através do programa Conciliar, nos comprometendo a depositar R$ 60 mil por mês em uma conta da própria Justiça. Com isso, os leilões seriam suspensos e os bloqueios reduzidos para 10% ou 20%. O problema foi que o Remo não conseguiu vaga na Série D daquele ano e ficou sem competição oficial no segundo semestre", recordou Klautau.

"Pedimos uma redução no valor, para que pudéssemos continuar dentro do programa Conciliar. Infelizmente, a Justiça não aceitou o pedido e o acordo foi desfeito", esclareceu Klautau, justificando com isso a falta de maiores investimentos no futebol do clube.

Em seguida, ele admitiu ter contratado um plano coorporativo de telefonia celular e alugado um veículo para uso do clube. "Isso não é segredo para ninguém. Está tudo lançado na nossa contabilidade", explicou o mandatário azulino, que pediu o fim das "acusações infundadas" por conselheiros do clube. (No Amazônia)

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Ana Júlia e Jatene intensificam campanha nas ruas



PSOL quer mobilização para pressionar STF sobre Ficha Limpa

O senador José Nery (PSOL-PA) pretende conversar com as entidades que participaram dos esforços pela aprovação da Lei da Ficha Limpa, pelo Congresso Nacional, como a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). O objetivo é manter a mobilização para tentar fazer com que o STF (Supremo Tribunal Federal) "tome a melhor decisão" e rejeite o recurso do candidato ao Senado Jader Barbalho (PMDB-PA), impugnado pela Justiça Eleitoral com base na lei.

Hoje, às 19h, Nery tem encontro em seu gabinete com a senadora eleita pelo PSOL do Pará, Marinor Brito, para discutir o assunto. Ele não descarta, inclusive, a realização de uma vigília na quarta-feira (27) - data da análise do recurso - de senadores que participaram ativamente pela aprovação do projeto, como Pedro Simon (PMDB-RS), Eduardo Suplicy (PT-SP) e Cristovam Buarque (PDT-DF), por exemplo. No entanto, o parlamentar ainda não conversou com nenhum deles.
Caso o STF acate o recurso de Barbalho, Marinor Brito perderá a segunda vaga para a Casa, uma vez que o peemedebista obteve mais votos que ela. "Estamos acompanhando esse julgamento com muito interesse, porque trabalhamos com afinco pela aprovação do projeto da Ficha Limpa que, na verdade, é uma lei esperada há tempos pela população", justificou Nery. (Fonte: Folha Online)

Jader deve ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa

No blog do Noblat:
O recurso apresentado pelo candidato ao Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), contra a Lei da Ficha Limpa deve ser negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento previsto para a próxima quarta-feira (27).

Essa é a avaliação feita para o blog por um dos ministros do Supremo - por sinal contrário à aplicação imediata da nova lei. Segundo ele, assim como ocorreu no julgamento do recurso de Joaquim Roriz, em setembro, o plenário do STF deve se dividir - cinco votos pela aplicação imediata da lei, cinco contra.

O ministro disse que a tese mais aceita hoje nos bastidores do tribunal para o desempate é a de recorrer ao art 146 do regimento interno do próprio tribunal, que diz: “Havendo, por ausência ou falta de um Ministro, nos termos do art. 13, IX, empate na votação de matéria cuja solução dependa de maioria absoluta, considerar-se-á julgada a questão proclamando-se a solução contrária à pretendida ou à proposta”.
Ou seja: prevaleceria o entendimento contrário ao recurso de Jader que alega, entre outros pontos, que as novas regras de inelegibilidade não podem retroagir.

O ministro explica:
1) “O voto de qualidade (desempate) a que tem direito o presidente do Supremo, o próprio Cezar Peluso já anunciou no primeiro julgamento que não dará.
2) Chamar um ministro de outra Corte para desempatar como chegou foi cogitado no dia do julgamento de Roriz: não cabe essa hipótese.
3) Aguardar a indicação de Lula do 11o. ministro também não deve acontecer porque seria uma pressão muito grande em cima de uma pessoa. Na própria sabatina do Senado uma posição do futuro ministro poderia torná-lo impedido.
4) Resta recorrer ao regimento interno. Dessa forma a decisão seria contra ao Jader”.

Se a avaliação do ministro se confirmar, Jader será o primeiro caso de Ficha Limpa julgado pelo Supremo. E o caso dele balizará as próximas decisões até a indicação do 11o ministro, substituto de Eros Grau que se aposentou.

No início de setembro, Jader foi enquadrado nas novas regras de inelegibilidade pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por ter renunciado ao mandato de senador, em 2001, para escapar de cassação após ser acusado de participar de um esquema de desvio de recurso da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e do Banco do Pará (Banpará).

Mesmo com a decisão do TSE, Jader pôde disputar as eleições no último dia 3 de outubro ao Senado pelo Pará. Jader teve 1,7 milhão de votos e ficou em segundo lugar na disputa pelo Senado. O primeiro colocado foi Flexa Ribeiro (PSDB) com 1,8 milhão dos votos.

Uma possível condenação de Jader poderá levar à realização de outra eleição para senador no Pará. Isso porque o terceiro colocado, Paulo Rocha (PRB), também foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa pelo TSE por ter renunciado ao mandato de deputado federal para escapar de cassação em 2005.

Juntos, Jader e Rocha obtiveram mais da metade dos votos no Estado, que podem ser anulados dependendo da decisão do STF.

Vai rever a Pérola do Tapajós

Acabo de atender telefonema de um estimado amigo ´mocorongo` que, desde 1970 reside em São Paulo. Trata-se do Roselio da Costa Silva, leitor deste blog e que, com a sua querida genitora, amanhã estará matando a saudade da terra querida. Gente da melhor qualidade!

Continuamos na terceirona

Ontem, no jogo decisivo contra o ABC-RN, o Águia de Marabá perdeu por 3 a 1, em Natal, deixando escapar mais uma vez a chance de subir para a Série B do Campeonato Brasileiro, que ficou com o time potiguar. Os gols do alvinegro foram marcados por Leandrão, Jackson e, mais uma vez, Claudemir, todos no segundo tempo, quando o Águia já parecia abatido em campo, sofrendo também com o calor superior a 36 graus em Natal. Jaime descontou nos acréscimos, com um golaço. A derrota veio justamente no jogo em que o técnico João Galvão completava 100 partidas à frente do clube. Com a vitória, o ABC vai encarar o Salgueiro-PE, algoz do Paysandu, pelas semifinais da Série C.

Brasileirão - Série "A"

1
Fluminense
54








2
Cruzeiro
54








3
Corinthians
53








4
Santos
48








5
Internacional
48








6
Botafogo
48








7
Atlético-PR
47








8
Grêmio
47








9
São Paulo
44








10
Palmeiras
44








11
Ceará
42








12
Vasco
42








13
Flamengo
38








14
Atlético-GO
35








15
Guarani
35








16
Atlético-MG
34








17
Vitória
34








18
Goiás
31








19
Avaí
30








20
Prudente
24








No claudiohumberto.com.br

Pacote autoritário de Lula mira a grande imprensa
Tem endereço certo os quatro projetos de inspiração autoritária, conferindo ao governo federal, através da Receita Federal, o poder de promover execuções fiscais sem que o contribuinte tenha o direito de recorrer à Justiça. A chamada “grande imprensa” seria o principal alvo desses projetos que integram o “pacote de maldades” que o presidente Lula pretende deixar para o(a) sucessor(a), a parte de 1º de janeiro.
Outro projeto autoritário, que chegará ao Congresso ainda este ano, criará órgãos de controle e intimidação de veículos e jornalistas. O pacote de maldades para intimidar e controlar a mídia têm as digitais do ex-jornalista Franklin Martins, ministro da Propaganda de Lula.

Franklin Martins foi à Europa em busca de “modelos” de controle da mídia, mas sua inspiração é mesmo o que há de pior no continente.

Charge: Néo

Clonando Pensamento

"Ninguém ganha eleição por pontos. Mesmo se liderar as pesquisas durante toda a campanha, o que vale é o dia. E se no dia tiver menos votos, perdeu. Eleições ganham-se, portanto, na base do nocaute. E quem nocauteia é o eleitor na urna". (Alon Feuerwerker, jornalista e blogueiro)

Governo prevê limitar agropecuária na Amazônia

A agenda verde, que ganhou espaço nesta segunda fase da disputa eleitoral com os dois candidatos à Presidência tentando conquistar os votos dos eleitores de Marina Silva (PV), cresce em importância também no governo.

Um documento que contou com a participação de 14 ministérios traça um plano para controlar a expansão da fronteira agropecuária na Amazônia, principal causa do desmatamento.

Depois do segundo turno, deve ser editado um decreto definindo o macrozoneamento Ecológico-Econômico da Amazônia Legal, que foi dividida em dez áreas estratégicas com um plano para cada uma. As atividades que essas áreas poderão explorar - agropecuária, mineração, turismo, entre outras - estão definidas no documento.

Por outro lado, o Ministério do Meio Ambiente, coordenador do plano, teve que ceder em alguns pontos, e agora recomenda o asfaltamento da BR-319, estrada que corta a porção mais preservada da floresta e liga Porto Velho (RO) a Manaus (AM). A rodovia é alvo de polêmicas no governo.

- Sou radicalmente contra a BR-319, porque tem uma hidrovia ali. Por outro lado, é fácil falar daqui. Vai viver lá. Quando você vai lá e vê a demanda do povo, aí você acha bastante razoável ter um carro que te permita uma mobilidade até Manaus - admitiu a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, esclarecendo que a obra só será feita depois de cumpridas as condicionantes ambientais impostas pelo Ibama durante o processo de licenciamento. (Em O Globo)

Seca na Amazônia bate recorde

Menino brinca em parte do leito do Rio Negro que ficou sem água, perto de Manaus (Foto: AFP)

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) informou que o nível do Rio Negro baixou seis centímetros entre sábado (23) e domingo (24) e bateu um recorde histórico. Segundo o gerente de hidrologia Daniel Oliveira, o índice chegou a 13,63 metros. Antes disso, o nível mais baixo havia sido registrado em 1963: 13,64 metros. A medição é realizada há 108 anos.

A seca no Amazonas já fez com que 38 dos 62 municípios do estado decretassem situação de emergência, segundo a Defesa Civil. Mais de 62 mil famílias foram afetadas pela estiagem e pelo baixo nível dos rios, informa o governo.

Faltosos são 15% no TRT

O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT) realizou ontem a prova de seu concurso público para preenchimento de vagas em Belém, Castanhal, Marabá, Santarém, Parauapebas e Macapá (AP). Entre os 37.504 inscritos, 15% faltaram ao certame, realizado durante a manhã e a tarde, com vagas para os cargos de técnico e de analista judiciário, e analista judiciário executante de mandados, cujos salários variam de R$ 3.993,09 a R$ 8.080,20.

O gabarito e os resultados preliminares da prova de ontem só serão divulgados no dia 11 de novembro, no site da Fundação Carlos Chagas, responsável pela realização do concurso. O resultado final também será informado pela internet (www.concursosfc.com.br).

Arcebispo fala em evangelização profunda na missa de despedida

"Foi um Círio de muita alegria, mas com evangelização profunda; um Círio novo para todos nós". Foi expressando esses sentimentos que o arcebispo metropolitano de Belém, dom Alberto Taveira, celebrou a missa noturna que iniciou ontem a despedida do Círio 218 no altar da Praça Santuário de Nossa Senhora de Nazaré. Às 5h30 de hoje a imagem original de Nossa Senhora de Nazaré será levada de volta ao Glória, seu lugar habitual dentro da Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré. Em seguida, depois de missa campal às 6h e incineração simbólica das súplicas na Praça Santuário, será realizado o Recírio 2010, quando a imagem peregrina é levada de volta à capela do colégio Gentil Bittencourt.

Ontem à noite, depois de atravessar da Basílica Santuário iluminada rumo à Praça Santuário, acompanhado por todos os casais da diretoria do Círio, dom Alberto saudou e agradeceu aos milhões de fiéis que participaram do Círio 2010 e tiveram o coração tocado pela fé em Nossa Senhora de Nazaré, o que lhes permitiu viiver a graça do Círio. "Os sinais da presença Mariana estavam em toda a igreja e em toda a cidade, se espalharam como uma grande onda e chegaram a lugares distantes através dos meios de comunicação, por isso o Círio deixa uma marca de fé como se fosse o primeiro Círio para todos, com muitíssimas e indescritíveis emoções", ressaltou o arcebispo.

Dom Alberto também pregou sobre Maria como a mãe e mestra dos que têm fé. "Mãe cheia de ternura, não há outra explicação para a devoção à Nossa Senhora de Nazaré. Ela é a mãe de Deus, a mãe da Igreja, por isso a amamos com carinho, amor que nunca chegará à altura do amor que ela tem por nós, e desde os apóstolos ela é a mestra nas celebrações e nas pregações, a Maria mulher eucarística, passando pelas ruas e entrando em todas as casas e instituições", celebrou. (No Amazônia)

Fogos encerram o Círio


A tradicional queima de fogos que marca o fim das festividades do Círio de Nossa Senhora de Nazaré durou 13 minutos, tempo suficiente para fazer os devotos da padroeira dos paraenses se despedirem de mais uma quadra nazarena. Milhares de pessoas assistiram ao show pirotécnico da Praça Santuário, das ruas no entorno da Basílica Santuário e do alto dos edifícios, que ficaram tomados de fiéis. Às 23h, os sinos anunciaram o fim da missa em homenagem à Nossa Senhora e o início dos fogos, que terminaram de explodir por volta das 23h13.

Recírio –
Hoje ocorre o Recírio, momento que encerra toda a Festividade Nazarena. A procissão do Recírio acontece 15 dias após a grande procissão de domingo, sempre em uma segunda-feira.

domingo, 24 de outubro de 2010

A primeira rádio de Santarém completa hoje 62 anos

Nivaldo Pereira, o atual proprietário, modernizou a emissora
Em 24 de outubro 1948 foi ao ar a Rádio Clube de Santarém (ZYR-9) fundada pelo advogado e vereador Jônatas de Almeida e Silva, amazonense que veio a falecer no dia 23 de março de 1956 de uma parada cardíaca. Seu filho Pitágoras de Almeida que dirigia na época o programa polemico “A hora da onça beber água” assume a rádio. Em 1966 Pitágoras de Almeida faleceu, a viúva mudou-se para Belém e a ZYR-9 passou por diversas crises.

No final dos anos 60 foi vendida para Armando Moraes da Fonseca, permanecendo com a Rádio Clube ate o fechamento pela DENTEL (Departamento Nacional de Comunicação), hoje a atual Anatel.

Em 30 de Agosto de 1985, a Rádio voltou ao ar com o nome de Rádio Planície. Em 10 de maio de 1987 o empresário Nivaldo Soares Pereira comprou a emissora e, em 12 de maio de 1988 começou a operar com o nome de RÁDIO PONTA NEGRA.

O nome “Ponta Negra” foi inspirado em uma bela paisagem de uma ilha localizada em frente à cidade de Santarém.

Parabéns ao amigo Nivaldo e a todos que trabalham com competência e extrema dedicação nessa querida emissora.

Saiba como justificar sua ausência nas eleições

Clique aqui para preencher e imprimir o formulário

No claudiohumberto.com.br

Secretário de Justiça conta que Dilma o pressionou a fabricar dossiês
A revista Veja desta semana traz novas denúncias sobre a fábrica de dossiês montada no Palácio do Planalto contra adversários do governo. A reportagem de Gustavo Ribeiro revela diálogos entre autoridades que revelam pressão da então ministra da Casa Civil Dilma Rousseff e Gilberto Carvalho, chefe do gabinete pessoal do presidente Lula para que o Ministério da Justiça fabricasse acusações contra a oposição. Já na capa, Veja reproduz uma afirmação de Pedro Abramovay, atual secrtário Nacional de Justiça, em conversa com seu antecessor, Romeu Tuma Júnior: “Não aguento mais receber pedidos da Dilma e do Gilberto Carvalho par fazer dossiês. (...) Eu quase fui preso como um dos aloprados.
Ficou claro
Atribuído à ex-ministra Erenice Guerra, recado chegou a Lula: “Diga para não me tratarem como lixo”. E acrescentou um detalhe menos sutil que a ameaça de Paulo Preto a Serra: “Eu não sou o Delúbio”. A Polícia Federal manteve para esta segunda-feira, às 9h, o depoimento de Erenice Guerra. Ela queria adiar, mas não conseguiu.

Bispo de Guarulhos: PT é o partido da ´morte` e da ´mentira`

Em documento distribuído à imprensa, o bispo diocesano de Guarulhos, dom Luiz Gonzaga Bergonzini, cuja campanha contra o aborto está no epicentro da disputa presidencial, chama o PT de "partido da morte" e da "mentira".

Na coletiva que concedeu ontem, o religioso afirmou: "Não votem em Dilma [Rousseff]", ressalvando que sua recomendação não sugere automaticamente que o eleitor opte pelo adversário da petista, o tucano José Serra.

"Existem opções: anular o voto ou votar em branco. Mas se você me perguntar como vou votar, não respondo."

"Deixo a consciência de cada um fazer sua escolha. Só estou dizendo para não votar na Dilma. Se ela ganhar, vou lamentar, mas vou respeitá-la como presidente e continuar minha campanha contra o aborto."

O aborto se transformou num dos principais temas da disputa. Integrantes da campanha da petista avaliam que Dilma não venceu a corrida no primeiro turno, entre outros motivos, por conta da polêmica criada em torno da opinião dela sobre o tema.

Em 2007, em entrevista à Folha, ela se declarou a favor da descriminalização. Agora diz ser pessoalmente contra a prática. (Na Folha de S.Paulo)

Campanha de Dilma enquadra aliados

Nesta reta final de campanha, o presidente Lula decidiu enquadrar os aliados que estariam fazendo corpo mole. Há desconforto no comando da campanha da petista Dilma Rousseff com a falta de empenho de alguns partidos governistas, especialmente o PMDB do candidato a vice, deputado Michel Temer (SP).

Em reunião reservada, chegou-se à conclusão de que os peemedebistas estão sem fazer campanha em pelo menos cinco estados considerados estratégicos: São Paulo, Minas Gerais, Bahia e até Rio Grande do Sul, onde o partido declarou apoio formal ao candidato tucano, José Serra.

No caso de Minas, Bahia e Pará, o PT identificou as mágoas do primeiro turno que distanciaram de Dilma candidatos majoritários, como o senador Hélio Costa (PMDB-MG) e os deputados Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) e Jader Barbalho (PMDB-PA). Temer está sendo pressionado a resolver essa situação. Nos outros partidos, ocorre o mesmo.

No PR, as mágoas são cada vez maiores, a começar pelo Amazonas, onde o ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento perdeu depois que Lula resolveu ficar neutro na disputa.

No Ceará, a situação é mais grave: derrotado, o ex-governador Lúcio Alcântara (PR) decidiu apoiar Serra no segundo turno. Também há forte ressentimento do senador baiano César Borges, que não foi reeleito. (Em O Globo)

Voto das mulheres ainda é o ponto fraco de Dilma

Assim como aconteceu com Lula nas cinco eleições presidenciais que disputou, as mulheres são o calcanhar de aquiles de Dilma Rousseff.

De acordo com cálculo do demógrafo José Eustáquio Diniz Alves, da Escola Nacional de Ciências Estatísticas, do IBGE, a candidata do PT teria sido eleita no primeiro turno não fosse o "gap" de gênero - a diferença de votos entre homens e mulheres.

Com base em 45 pesquisas eleitorais realizadas neste ano por Datafolha, Ibope, Vox Populi e Sensus, Alves acompanhou a diferença de intenção de voto entre o eleitorado masculino e o feminino ao longo da disputa.

De acordo com ele, a média das quatro últimas pesquisas realizadas antes do primeiro turno davam a Dilma 51% entre os homens e 43% entre as mulheres. A diferença de oito pontos percentuais, diz o demógrafo, representou cerca de 4,2 milhões de votos.

Como Dilma teve 47,6 milhões de votos e precisava de pelo menos 50,85 milhões para ser eleita (considerando o mesmo universo de 101,6 milhões de votos válidos), "pode-se afirmar que foram as mulheres que jogaram as eleições para o segundo turno", diz Alves.

Apesar dos esforços da campanha, que direcionou ações específicas para seduzir o público feminino, o "gap" de gênero que valeu no primeiro turno permaneceu após o dia 3 de outubro.

Segundo a mais recente pesquisa Datafolha (dia 21), Dilma tem 55% de intenção de voto entre os homens e 45% entre as mulheres.

A diferença, de dez pontos percentuais, é maior - em termos proporcionais e absolutos - que entre os eleitores de José Serra (PSDB). O tucano tem 38% entre as homens e 41% entre as mulheres. (Na Folha de S.Paulo)

Clonando Pensamento

SOBRE O CANCELAMENTO DA VENDA DO BAENÃO
O Clube do Remo estava pronto para entrar numa nova era em 2011, sem nenhum bloqueio de patrocínio e de renda e com a pespectiva de em muito pouco tempo contar com um novo estádio e um centro de treinamentos completo. Agora, se não pagarmos todas as dívidas, trabalhistas e cíveis, iremos a leilão. Podemos até, através da área do Carrossel, resolver a questão trabalhista. Mas ainda há a questão cível, que pode nos levar a outros leilões e, com isso, ir dilapidando pouco a pouco o patrimônio do clube" (,,,) "Não sou um homem pessimista e nem tampouco uma pessoa sem fé, mas não vejo solução a curto ou médio prazo para o Remo. A venda do Baenão era a melhor solução possível diante da situação em que encontramos o clube. Um clube com o nome sujo na praça, sem nenhum crédito junto às instituições financeiras para pedir qualquer tipo de empréstimo, com 50% de suas rendas e cotas de patrocínio bloqueadas pela Justiça e com parte de seu patrimônio penhorado e sob risco constante de leilão. Por isso, só espero que Deus e a Senhora de Nazaré mostrem um caminho às pessoas que irão administrar o Remo a partir do ano que vem". "O Remo, da forma como se encontra, é um clube à beira da falência. Enquanto não resolvermos as dívidas trabalhista e cível, ele continuará a ser inadministrável e todos nós acabaremos tendo que pagar um preço alto demais por não termos tomada a decisão certa neste momento". (Amaro Klautau, atual presidente do Ckube do Remo)

"O cancelamento deste processo de venda foi uma vitória para todos que realmente amam e se preocupam com o Clube do Remo. O que estava se desenhando, se concretizado fosse, seria uma imoralidade sem tamanho". (...) "Agora, os próximos gestores do clube poderão procurar outras soluções para os problemas financeiros do clube, que podem até passar pela venda de um patrimônio como o Baenão, mas não nos moldes em que esta negociação com as empresas Agre e Leal Moreira estava sendo feita", projetou Gualberto. "O valor pelo qual as empresas pretediam comprar o estádio (R$ 33,2 milhões) era realmente aviltante e tenho certeza que será possível conseguir muito mais quando pessoas idôneas voltarem a assumir o comando o clube". (...) "Existem inúmeras maneiras de se evitar que o Baenão ou qualquer outro patrimônio do clube seja levado a leilão. O Remo e seus associados estarão sempre preparados para travar uma verdadeira batalha jurídica em nome de seus direitos". (Hamilton Gualberto, advogado e sócio do Clube do Remo)

"Agora é que o futuro do Remo está garantido. Mesmo ameaçado por essa enorme dívida trabalhista, o clube é plenamente administrável e vai sobreviver a qualquer tentativa de alienação de seu patrimônio. O futuro do Remo estaria comprometido se a venda do Baenão, como as empresas envolvidas no negócio e o Amaro Klautau conseguissem concretizar o que estavam planejando há mais de um ano, que era a venda do estádio pela metade do preço. Isso sim representaria o início do fim do clube e, por consequência, do futebol paraense, já que o Paysandu não existe sem o Remo e a recíproca é verdadeira." (...) "Dizer que o Baenão vai a leilão é um inaceitável terrorismo, digno dos mais odientos fascistas, posto que qualquer dívida que você possui pode ser objeto de praça. Se o Amaro Klautau tiver preocupação com o Remo, coisa que não acredito, ele vai procurar outros meios legais para fazer frente a esse passivo trabalhista, pagando-o, sem que ele tenha que lançar mão, de forma leviana e irresponsável, de um patrimônio que não lhe pertence e, aliás, não pertence nem mesmo ao Remo, mas ao futebol paraense". (...) "O Amaro Klautau sabe muito bem que o estádio só irá a leilão se não houver pagamento. Ele sabe também que o Remo é viável financeiramente, recebendo por mês, só de patrocínio fixo, R$ 330 mil. O Amaro Klautau recebeu essa quantia nos meses de agosto e setembro e não saldou nenhum compromisso salarial, muito menos abateu esse valor do passivo trabalhista já executado, motivo pelo qual o estádio Baenão ia ser vendido". Onde o Amaro Klautau meteu esse dinheiro? E onde colocou o valor referente à venda do Hélinton, de R$ 70 mil?" (Benedito Wilson Sá, promotor público e membro do Conselho Deliberativo do Clube do Remo)