Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Piloto foi resgatado vivo

Gonçalo Neto salvo da queda de avião. Foto: Celivaldo Carneiro

O piloto Gonçalo Ferreira Lima Neto, 35 anos, ao chegar em Santarém e embarcar numa ambulância rumo ao hospital. Ele contou que ficou, desde a queda do monomotor que pilotava, o tempo a bordo da aeronave, no alto de uma árvore. Dormiu lá. Com um espelho, usado por ele para refletir a luz solar para o alto e assim ser localizado mais facilmente, e o rádio do avião, Gonçalo conseguiu ser achado. Um helicóptero do Salvaero o resgatou do local na tarde de hoje. O piloto sofreu apenas ferimentos leves. (Fonte: Blog do Jeso - Foto: Celivaldo carneiro)

Mais aqui >Monomotor cai e desaparece em Oriximiná

Força, Lula!!!


No momento que milhões de brasileiros e brasileiras se unem em pensamento positivo, em orações, de todo o jeito desejando Força ao nosso melhor presidente da história do nosso país, vale a pena assistir este video e ouvir a música cantada por Gaby Amarantos. (No blog da ex-governadora Ana Júlia Carepa)

Clonando Pensamento

"Grande parte do jornalismo de má qualidade e sensacionalista que se faz atualmente é resultado também das características do atual mercado jornalístico. Se você propõe algo diferente, a audiência despenca. Um exemplo são as TVs educativas, com audiência quase zero. O público não quer informação, quer entretenimento. (...) A imprensa precisa entender que a sua atuação pode influenciar no andamento de uma investigação ou processo, por isso precisa agir com mais preocupação e com responsabilidade. O jornalista não pode sair publicando tudo o que a fonte lhe diz, é preciso ter cautela." (Rogério Barbosa, repórter da revista Consultor Jurídico)

Um minuto de silêncio para os livros de papel

Por Marcos Hiller - coordenador do MBA em Gestão de Marcas (Branding) da Trevisan Escola de Negócios.

Um dos assuntos que mais geram debate acalorado hoje em dia é o futuro do mercado editorial e dos livros físicos ou e-books. Para onde está indo esse mercado? Os livros digitais vieram para ficar? Os livros físicos tendem à falibilidade? Essas e outras perguntas transitam nas cabeças de editores, jornalistas, professores, bibliotecárias e amantes da leitura em geral. Com este texto, procuro não trazer respostas mas polemizar ainda mais esse debate.

Como professor, posso dizer que o livro é a água que mata nossa sede de conhecimento. Os livros e seus autores são elementos que ancoram todas as discussões que provocamos no mundo acadêmico. Eles são a nossa razão de ser, e os livros digitais são tudo isso, só que digitais, e não analógicos. Os livros físicos são bonitos, são charmosos, enfeitam nossas mesinhas de centro, etc. Mas os livros físicos pesam nas nossas mochilas, e nossas costas doem. Os livros físicos são combustíveis para possíveis incêndios. Os livros físicos são feitos de papel e, sob a ótica da sustentabilidade, isso não é politicamente correto. Os livros físicos ocupam milhões de metros quadrados em prateleiras de bibliotecas. Livros físicos empoeiram.

E os livros digitais? Ah, os e-Books são mais fáceis de compartilhar, mais fáceis de carregar e possuem exatamente o mesmo conteúdo do livro de papel. E quem disse que um iPad não fica bonito na nossa mesinha de centro? Fica, sim.

Uma informação para os saudosistas do livro de papel. Há cerca de um ano, a Borders, simplesmente a segunda maior livraria dos Estados Unidos, pediu falência. E entre os vários motivos que levaram a essa quebra está o de maior peso: a Borders subestimou os e-Books e não entrou de forma efetiva para esse mercado.

Algumas pessoas falam que ler em uma tela cansa a vista por causa do brilho. Experimente ler no Kindle da Amazon, que tem a mesma opacidade de página de papel — você não volta para o papel. Recentemente, me peguei em uma discussão com uma professora do Senac, em que eu defendia os livros digitais e ela defendia que os livros físicos são imortais. No meio da discussão perguntei a ela: “A senhora já mexeu em um iPad?” E ela respondeu que não. Ora, fica complicado discutir e tentar contra-argumentar com uma pessoa que forma opinião em cima de assuntos que desconhece. Não conhece, não fala.

Na minha opinião, os livros físicos estão sim com os dias contados. Assim como a TV analógica. Um minuto de silêncio por favor. (JB Online)

Monomotor cai e desaparece em Oriximiná

Tem 35 anos e integra uma família com tradição na área da aviação no oeste do Pará o piloto da aeronave (monomotor) PT-NNW que caiu ontem (30) à tarde, por volta das 14h, em lugar ainda incerto e não sabido no município de Oriximiná.

Gonçalo Ferreira Lima Neto (foto), conhecido como Gonçalo, vinha, segundo o jornalista Celivaldo Carneiro em seu twitter, de um garimpo de propriedade dele e um sócio que está sendo reativado e localizado em terras oriximinaense.

O piloto santareno, antes de desaparecer, chegou a relatar a outro piloto, via rádio, que tentaria fazer pouso de emergência em um rio próximo de onde estava. Chegou a disponibilizar parte de suas coordenadas, a latitude, mas a comunicação foi interrompida. (Fonte: blog do Jeso)

ATUALIZAÇÃO ÀS 16h08 - PILOTO FOI ENCONTRADO VIVO

O piloto Gonçalo Ferreira Lima Neto foi encontrado com vida esta tarde, próximo ao município de Oriximiná. Ele foi encontrado pelos próprios familiares que realizavam as buscas em voos particulares. De acordo com a família, quem avistou Gonçalo na floresta foi o seu primo Paulinho Viana. Um helicóptero do Salvaero (Busca e Salvamento Aeronáutico), da FAB (Força Aérea Brasileira), baseado em Manaus, foi acionado e fará o resgate do piloto.

Gonçalo é filho do Detimar Ferreira Lima e sobrinho do Comandante Ferreira - leia aqui >Galeria de amigos -

Luciano fará show ao lado de Zezé Di Camargo no Rio

Luciano com a mulher ao deixar hospital ontem
Os desentendimentos entre os irmãos Zezé Di Camargo e Luciano parecem ter ficado para trás. A assessoria dos dois afirmou que eles permanecem unidos e se apresentarão na próxima sexta e sábado no Citibank Hall, na Barra da Tijuca. Luciano recebeu alta do Hospital Santa Cruz , em Curitiba, ontem de manhã, e deixou o local de mãos dadas com a mulher, Flávia Fonseca. Seu pai e sua mãe, Francisco e Helena Camargo, o acompanharam.

Luciano não quis falar com a imprensa, mas sinalizou que estava bem. A saída da internação se deu um dia depois de seus pais e de seu irmão, Zezé, falarem sobre a briga. Na tarde de sábado, Francisco e Helena declararam à imprensa que os filhos estavam bem e que a dupla continuaria junta. Helena ainda agradeceu aos fãs por rezarem pela saúde do filho. “Quero dizer que Luciano está bem e que eles estão juntos. Só estamos esperando para ir para casa”, disse.

Câncer de Lula tem agressividade "média", segundo médicos

A equipe médica que cuida do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou na manhã desta segunda-feira que o câncer identificado na sua laringe tem um nível de agressividade considerado médio, a velocidade de seu crescimento é intermediária e seu tipo é o mais comum. A definição foi possível após o resultado da biopsia realizada no sábado.

De acordo com os médicos, o câncer está localizado, sem sinais de que tenha se expandido para além da laringe, e os linfonodos localizados no pescoço não estão comprometidos, o que confirma que as células malignas não avançaram para outras partes do corpo.

Contudo, os médicos frisaram que não está descartada uma posterior cirurgia, caso o tratamento com quimioterapia e radioterapia não apresente o resultado esperado. Mas esta cirurgia será feita preservando as cordas vocais de Lula.

De acordo com os médicos, após os dois primeiros ciclos de quimioterapia já será possível detectar se o tratamento está ou não apresentando bom resultado. Isso se dará dentro de cerca de 40 dias.

Lula chega ao hospital para a primeira sessão de quimioterapia
Lula chega ao hospital para a primeira sessão de quimioterapia
A radioterapia terá início três a quatro semanas após o último ciclo da quimioterapia, entre 10 e 12 de janeiro de 2012. Este tratamento terá duração de sete semanas.

Segundo os médicos, Lula terá um cateter implantado sob a pele, por onde será administrada a quimioterapia. A equipe ainda lembrou que, após o tratamento, a fase mais crítica será os dois primeiros anos, quando o risco de reincidência é mais perigoso. Até cinco anos após o tratamento ainda há risco de o câncer voltar. Após isso, o paciente é considerado curado. (estadão)

Fundo partidário fatura R$ 800 milhões até 2014

No claudiohumberto.com.br:
A distribuição do fundo partidário garantido por lei (11.459/07) virou um grande negócio para engordar o caixa das legendas. Com média de R$ 200 milhões dados aos 28 partidos por ano, a conta chegará a estupendos R$ 800 milhões até 2014, ano da campanha presidencial. O dinheiro do contribuinte banca sedes nababescas, carros de luxo blindados e viagens de jatinhos dos dirigentes, além de campanhas.

Em 2010, PT ganhou R$ 23 milhões, PMDB (R$ 22 milhões), PSDB (R$ 22 milhões) e DEM (R$ 14 milhões), de acordo com bancadas. O PCdoB, que comprou prédio de R$ 3 milhões, levou R$ 3,5 milhões em 2010 e teve upgrade este ano: ganhou R$ 5,8 milhões até agosto. O PSD já nasce milionário. Terceira maior bancada do Congresso, estima engordar o caixa com R$ 15 milhões, por baixo, em 2012. Nanicos também fazem a festa. Só este ano, PTC levou R$ 1,5 milhão, PHS R$ 1,9 milhão, PSDC, R$ 760 mil e PSTU, R$ 592 mil.

TJPA funcionará em regime de plantão nos dias 31 de outubro e 1 e 2 de novembro

O Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), a exemplo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), transferiu a faculdade do Dia do Servidor (28 de outubro) para a próxima segunda-feira, 31.
Em razão da mudança, não haverá expediente forense nos dias 31 e 1º de novembro, dia que tem a jornada de trabalho compensada com o cumprimento de mais uma hora ao expediente normal, conforme a Portaria nº 2874/2011 – GP, publicada no último dia 21 de outubro, no Diário da Justiça.

Considerando que a quarta-feira, 2, é feriado em reverência a Finados, as atividades do TJPA, como do CNJ e outros Tribunais no país, retornarão ao expediente normal na quinta-feira, Durante este período, continuarão em funcionamento os serviços essenciais, inclusive o plantão judiciário.
Os juizes e desembargadores dos plantões constam deste Portal do TJPA, com os respectivos contatos, para atendimento de demandas urgentes, como habeas corpus e mandados de segurança e os serviços essenciais. Já os prazos processuais ficarão suspensos, voltando a ser contabilizados na próxima quinta-feira, 3.

Recusa ao bafômetro gera presunção de embriaguez

(*) Por Antônio Rodrigues de Lemos Augusto - no site Conjur:

Muito se fala da polêmica sobre o bafômetro: é possível obrigar o bebum a colocar a boca no aparelho? Isso feriria a norma jurídica pela qual ninguém é obrigado a fazer prova contra si? Na verdade, a lei já dá a saída para o caso. O artigo 231, do Código Civil, afirma: “Aquele que se nega a submeter-se a exame médico necessário não poderá aproveitar-se de sua recusa”. Sim, claro: “ninguém tem o direito de se valer da própria torpeza”, princípio forte no meio jurídico.

Ora, se um motorista provoca um acidente, com todas as características de direção misturada com álcool, e a autoridade de trânsito se vê diante de uma recusa a se fazer o teste do bafômetro, tal recusa gera uma presunção juris tantum de que o cidadão estava devidamente calibrado, sob o ponto de vista etílico.

E o que é tal presunção juris tantum? Tal cidadão tem todo direito de apresentar provas de que não estava alcoolizado, ou seja, a presunção não ofende liberdades individuais do motorista, que poderá derrubá-la. Só que o ônus da prova passa a ser dele.

A expressão “exame médico”, do texto da lei, deve ser interpretada de forma extensiva, como explica o doutrinador Paulo Nader: “Embora o texto se refira a exame médico deve-se entender não apenas o realizado diretamente por médico ou sob a sua supervisão, como ainda os exames laboratoriais em geral, inclusive os radiológicos” (Curso de Direito Civil, Parte Geral, Volume I, página 606). Portanto, o teste do bafômetro está abraçado pelo texto do Código Civil.

Um exemplo da aplicação dessa presunção está na negativa do suposto pai a fazer exame de DNA. Aplica-se a presunção juris tantum de paternidade e cabe ao suposto pai aparecer em juízo com as provas de que realmente não foi ele o criador da criança. Algo difícil...

Claro que tal presunção pela recusa ao exame deve ser aplicada em conjunto com outras circunstâncias no caso do teste do bafômetro, principalmente ocorrendo acidente: A batida em outro veículo, um atropelamento, invasão em calçadas... Toda a circunstância deve estar devidamente demonstrada no conjunto probatório para que o juiz aplique o artigo 231, CC. O juiz deve ser criterioso na análise, para evitar abusos.

Mas, enfim, é possível sim a aplicação do art. 231, CC, à recusa do teste do bafômetro.

Há quem diga, porém, que o art. 231, CC, seria apenas para perícias decretadas em juízo. Em primeiro lugar, não é o que está no texto da lei. Tal afirmativa seria restringir o texto legal, interpretando de forma equivocada, a meu ver, a vontade do legislador.

Em segundo lugar, o juiz não está acima das leis. É verdade, não está não, embora alguns acreditem que estejam apenas abaixo de Deus... Assim, o teste do bafômetro está inserido em um arcabouço legal afim à normatização de trânsito. E é esta legislação quem manda aplicar o teste do bafômetro, uma ordem mais forte do que a do juiz em uma ação judicial. Óbvio que isso tudo, do ponto de vista jurídico, é muito polêmico, ainda mais em uma terra onde os juízes, em boa parte, sofrem do mal de regressão de Q.I. após a aprovação na magistratura.

(*) Antônio Rodrigues de Lemos Augusto é advogado, jornalista e professor em Cuiabá

Mais sobre bafômetro: Os motoristas alcoolizados devem ser punidos pela Justiça mesmo que se recusem a fazer o teste do bafômetro ou exame de sangue, segundo a Procuradoria-Geral da República. O órgão defende que a prova de embriaguez seja feita por meio de perícia, mas, se isso não for possível, o exame clínico do Instituto Médico-Legal e a prova testemunhal são suficientes. A notícia é da Agência Brasil.

Lula revela receio de estar careca no carnaval

Passado o choque do diagnóstico, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva viveu ontem (30) um dia de ansiedade, à espera da internação e do início do tratamento contra o câncer de laringe que começa nesta segunda-feira pela manhã. Evitou os amigos, mesmo os mais íntimos, e cercou-se da mulher, Marisa Letícia, dos filhos e dos netos.

Não perdeu o bom-humor e as tiradas que marcam sua trajetória. No sábado, ao ter a confirmação de que o tratamento contra o câncer pode fazê-lo perder o cabelo e a barba, reclamou, lembrando que terá em fevereiro, no carnaval, um compromisso inadiável: o desfile da escola de samba Gaviões da Fiel, do Corinthians, seu time do coração.

Recluso, Lula evitou até a varanda do apartamento, de onde sempre vê o movimento na rua e na quadra de futebol ao lado do prédio. Sua única aparição foi num relance, flagrado pelos fotógrafos, em que ele brincava com o neto Pedro, de um ano de dois meses. A única visita foi a do médico, o cardiologista Roberto Kalil, que disse que Lula está animado para o tratamento.

Para a primeira sessão de quimioterapia, os médicos decidiram que o ex-presidente ficará uma noite internado e deve ter alta amanhã. Lula passará por três ciclos de medicação, combinando quimioterapia e radioterapia, com intervalo de 20 dias entre eles.

Na saída do apartamento em São Bernardo, Kalil deu entrevista a pedido do próprio Lula, que, segundo o médico, quer transparência total sobre seu estado de saúde.

- Em nenhum momento percebi que ele esteja temeroso com nada. É um ser humano antes de ser a pessoa pública que é, mas está tranquilo. É claro que ficou assustado.

Lula recebeu o diagnóstico de câncer na laringe com o susto de quem já sofreu com essa doença na família. Sua mãe, dona Lindu, morreu em um hospital público com câncer de útero. Em junho, a irmã mais velha de Lula, Marinete, morreu de câncer no pulmão. Um de seus irmãos, Jaime, teve um tumor na laringe semelhante ao que o ex-presidente enfrenta agora e curou-se. O médico que tratou Jaime faz parte da equipe que cuidará do ex-presidente. É o oncologista Luiz Paulo Kowalski. Para Kalil, esse passado famíliar pode, sim, ter influenciado no desenvolvimento da doença.

Os médicos não garantiram a permanência da cabeleira ou da barba durante o tratamento contra o câncer, mas asseguraram a Lula que, pelo menos até agora, a doença não dá sinais de que vá afetar sua voz. Mas o diagnóstico caiu como uma bomba, e o ex-presidente chegou a levar broncas de Marisa e do cardiologista por ter demorado a fazer um check-up. - Dona Marisa está tranquila, ela é o braço forte. Quem manda é ela, e acabou - disse o médico.

Neste domingo, amigos que participaram da festa de aniversário de Lula tentavam lembrar se o ex-presidente estava mais rouco do que o habitual. Concluíram que a rouquidão o incomodava mais do que a percepção podia alcançar. Líderes petistas decidiram deixar que Lula descansasse em casa apenas com a família, sem falar muito, já que a biopsia feita no sábado prejudicou ainda mais sua voz.

Amigo de Lula há mais de 40 anos, o deputado Devanir Ribeiro (PT-SP) contou ter conversado com a família pelo telefone, mas evitou falar com Lula para poupá-lo. Ele se lembrou dos parentes que Lula já perdeu para o câncer, mas afirmou que "no Brasil, não há família que não tenha uma pessoa com a doença". - Acho que ele é forte. Lula encara a vida como ela é. Está cercado de bons médicos e deverá fazer como Dilma, que encarou a doença com tranquilidade, e como Alencar, que enfrentou tudo com coragem. (O Globo)

Neymar dá o pontapé inicial em jogo de patrocinador nos EUA

O atacante Neymar, do Santos, deu o pontapé inicial no duelo entre New York Red Bulls e Los Angeles Galaxy, pela MLS (Major League Soccer, a liga norte-americana de futebol). O convite para Neymar dar o pontapé inicial partiu da Red Bull, que patrocina o atleta.

O jogo marcou o duelo entre o francês Thierry Henry, do New York Red Bulls, e o inglês David Beckham, do Los Angeles Galaxy. O time de Beckham venceu por 1 a 0.

Neymar viajou para Nova York no sábado à noite depois de brilhar na vitória do Santos sobre o Atlético-PR por 4 a 1, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. O atacante marcou os quatro gols.

O santista tem retorno previsto ao Brasil para esta segunda-feira (31). O jogador ganhou quatro dias de folga da diretoria santista e só retorna aos treinamentos na quinta-feira.




Neymar posa para foto ao lado de Henry (branco), dos árbitros e de Landon Donovan (azul)
Neymar posa para foto ao lado de Henry (branco), dos árbitros e de Landon Donovan (azul)

O câncer de Lula me envergonhou

Por Gilberto Dimenstein, jornalista, na Folha Online:
Senti um misto de vergonha e enjoo ao receber centenas de comentários de leitores para a minha coluna sobre o câncer de Lula. Fossem apenas algumas dezenas, não me daria o trabalho de comentar. O fato é que foi uma enxurrada de ataques desrespeitosos, desumanos, raivosos, mostrando prazer com a tragédia de um ser humano. Pode sinalizar algo mais profundo.

Centenas de e-mails pediam que Lula não se tratasse num hospital de elite, mas no SUS para supostamente mostrar solidariedade com os mais pobres. É de uma tolice sem tamanho. O que provoca tanto ódio de uma minoria?

Lula teve muitos problemas --e merece ser criticado por muitas coisas, a começar por uma conivência com a corrupção. Mas não foi um ditador, manteve as regras democráticas e a economia crescendo, investiu como nunca no social.

No caso de seu câncer, tratou a doença com extrema transparência e altivez. É um caso, portanto, em que todos deveriam se sentir incomodados com a tragédia alheia.

Minha suspeita é que a interatividade democrática da internet é, de um lado um avanço do jornalismo e, de outro, uma porta direta com o esgoto de ressentimento e da ignorância.

Isso significa quem um dos nossos papéis como jornalistas é educar os e-leitores a se comportar com um mínimo de decência.

Viagens de Lula são suspensas até o fim de janeiro

O Instituto Cidadania - que reúne o legado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - afirmou por meio de nota na tarde deste domingo que viagens nacionais e internacionais do petista estão suspensas até o fim de janeiro de 2012. O objetivo é que o ex-mandatário brasileiro se concentre no tratamento contra o câncer diagnosticado no sábado na laringe.

Ontem, a entidade havia afirmado que a agenda estava suspensa por tempo indeterminado. Na segunda-feira, Lula fará a primeira aplicação de quimioterapia no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O instituto disse ainda que mensagens para o paciente podem ser enviadas ao e-mail saudelula@icidadania.org.

Dilma assina decreto para devassa em ONGs e suspende repasses por 30 dias

Dilma assina decreto para devassa em ONGs e suspende repasses por 30 dias

As novas regras entram em vigor nesta segunda-feira

Feriado da quarta-feira (2) altera a rotina da cidade de Belém

As casas lotéricas, os cartórios e o comércio da capital estarão fechados na próxima quarta-feira, 2, por conta do feriado do Dia de Finados. Os sorteios da loteria previstos para a quarta-feira, inclusive a Mega-sena, serão transferidos para a quinta-feira, 3. Já os supermercados estarão abertos no feriado.

O shopping Castanheira funciona em horário normal hoje e amanhã, das 10 às 22 horas. No feriado, apenas os cinemas, parque de diversão e praça de alimentação estarão funcionando a partir das 12 horas. As lojas estarão fechadas. Os shoppings Pátio Belém e Boulevard irão divulgar o horário de funcionamento hoje.

Por causa do feriado, o Ministério Público Federal, o Ministério Público do Estado, a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Justiça do Estado transferiram o feriado do Dia do Servidor Público para hoje e decretaram ponto facultativo para amanhã, retomando as atividades normais na quinta-feira, 3. O mesmo ocorre em relação ao Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, que reabrirá às 8 horas de quinta-feira.

Os serviços de segurança pública, saúde e trânsito, que estavam funcionando em regime de escala, retomam o quadro completo hoje, mas não abrirão no Dia de Finados. O Detran deve retornar as atividades somente amanhã, pois hoje os servidores farão uma paralisação de 24 horas para reivindicar o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR).

Para os servidores da União, o feriado do Dia do Servidor Público foi transferido para 14 de novembro, uma segunda-feira. O Ministério do Planejamento recomenda que o expediente seja normal. O feriado do dia 14 será seguido pelo da Proclamação da República, no dia 15 do mesmo mês. Com isso, haverá uma fim de semana prolongado no serviço público federal de 12 a 15 de novembro.

Passeata contra a divisão do Pará

Bandeiras, palavras de ordem e criatividade marcaram a manifestação pública contra a divisão do Pará, ontem em Belém. Cerca de 500 pessoas participaram da segunda passeata promovida pela Frente Contra a Criação do Estado do Tapajós. A caminhada foi mobilizada pelas redes sociais da internet e partiu da escadinha do Cais do Porto, e foi até a praça da República.

A estudante Paloma Freitas, de 15 anos, se vestiu com um pijama e uma placa com os dizeres "Os facínoras de paletó estão dormindo", para se manifestar contra a criação de Tapajós e também de Carajás. "Vou assim para todas as caminhadas, pois é preciso chamar a atenção da sociedade para a gravidade do assunto. Só ficar na internet não basta, a presença da população é importante. Como cidadã não abro mão de estar em marchas contra a divisão do Pará", disse a garota.

O presidente da Frente contra Tapajós, o deputado estadual Celso Sabino (PR), explica que a criação do novo Estado, cuja capital seria o município de Santarém, implicaria em gastos de R$ 2 bilhões. Ao somar as verbas próprias com as oriundas da União, a arrecadação não seria superior a R$ 1 bilhão. "Precisamos desfazer o mito de que a fragmentação vai resultar na melhor distribuição de investimentos públicos e de infraestrutura. Ao contrário, com o déficit nas contas, os novos estados vão multiplicar a miséria", argumenta. No comitê do grupo em defesa do Pará, a distribuição de bandeiras e adesivos da campanha é gratuita.

No dia 11, as propagandas pela TV e rádio vão começar. "Vai ser um show, estamos com uma equipe de quatro agências de publicidade e a partir da repercussão, vamos planejar novas estratégias de campanha, inclusive, uma nova caminhada pode ser promovida", diz o deputado. As inserções das frentes, prós e contras, na mídia vão até o dia 9 de dezembro, dois dias antes do plebiscito organizado pelo Tribunal Regional Eleitoral.

"A força do dinheiro não vai vencer o amor pelo Pará", resumiu o deputado estadual Edmilson Rodrigues (PSOL), ao comentar a importância do engajamento da população contra aquilo que ele chama de "esquartejamento do Estado". "O desmembramento do Pará é desnecessário de todos os pontos de vista. Aumentar a quantidade de deputados e senadores para a região Norte não significa o aumento de recursos. A estruturação dos novos territórios levaria décadas", diz o deputado. Com a criação de Tapajós e Carajás, será adicionado ao Poder Legislativo mais 48 deputados estaduais, 6 senadores e cerca de 14 deputados federais. Junto a isso, o Pará perderia 82% de seus domínios.

Evento reuniu artistas e estudantes mobilizados pela internet - O cantor e compositor, Mestre Laurentino, de 87 anos, natural de Ponta de Pedras, é curto e objetivo quando explica as razões para ser contra a fragmentação: Ele é paraense. Fez questão de marcar presença na passeata. "Essa iniciativa de dividir parte de pessoas que não tem o menor vínculo com o Estado, são ladrões cujo único projeto é se apropriar das nossas riquezas", defende o músico.

O aposentado Carlos Nogueira, 70 anos, também sustenta que a divisão é oportunista. "A demarcação dos limites dos dois estados não foram discutidos com a população. Foram feitos arbitrariamente pela classe política que defende a divisão", diz.

A maioria das adesões à caminhada foi feita por jovens na faixa etária de 15 a 25 anos, seguidores do twitter @pasempregrande, @PARAtqroGRANDEe participantes da comunidade "Diga Não a Divisão do Pará" e da "Pará Unido, Marajó Forte - Sou Marajoara e digo NÃO À DIVISÃO". Atualmente, as páginas eletrônicas têm respectivamente 2.000, 1.700, 16.700 e 11.424 membros.

O caso dos estudantes Maslla Tembra, e João Paulo Rodrigues, ambos de 16 anos e alunos do colégio estadual Pedro Amazonas Pedroso. "Nós chamamos os amigos para participar por meio da internet", ressaltou Maslla.(amazônia)

Tarifa social da Celpa: Termina amanhã prazo para cadastramento

Termina amanhã o prazo para que os consumidores com média de 30kWh de consumo de energia elétrica cadastrem-se na Celpa e mantenham o desconto na fatura do programa de tarifa social. O prazo final foi estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Para manter a tarifa, o consumidor deve cadastrar seu número de inscrição social (NIS) do Cadastro Único junto à Celpa. Caso o consumidor não possua o NIS, deve procurar a prefeitura para obter inscrição no Cadastro nos Programas Sociais do Governo Federal, o CadÚnico, e depois procurar a concessionária.

Os consumidores de baixa renda que ainda não fizeram o cadastro devem ir até uma agência de atendimento da Celpa ou ligar para o Call Center (0800 091 0196) tendo em mãos o número de Inscrição Social (NIS) ou Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC), conta de luz, carteira de identidade e CPF. No caso dos clientes idosos ou portadores de necessidades especiais, que não possuam o NIS, essas pessoas devem apresentar o Número do Beneficio de Prestação Continuada do INSS (NB ou NIT). Quem não se cadastrar vai notar a perda do desconto a partir da fatura de dezembro. Têm direito à tarifa social os clientes da classe Residencial e que atendam os requisitos: ser participante de programas de baixa renda, como o Bolsa Família, e possuir o CadÚnico.

domingo, 30 de outubro de 2011

Farmácias negociam fusão

Concorrentes, Big Ben e Extrafarma podem se unir em breve

As duas principais redes de farmácias do Pará, Big Ben e Extrafarma, negociam uma fusão. Caso o negócio se concretize, ele resultaria na criação de uma força regional com mais de 300 lojas e faturamento de cerca de R$ 1,7 bilhão.

Empresas familiares, Big Ben e Extrafarma teriam superado uma longa história de rivalidade para fechar um contrato preliminar de fusão no último dia 18. Segundo fontes próximas à negociação, o contrato prevê um prazo de 20 dias para que as partes definam se a união das duas redes será ou não possível - a decisão, portanto, seria tomada até o início de novembro.

Se as empresas não conseguirem acertar a união, é possível que a Brazil Pharma, empresa do BTG Pactual que investe no setor, compre uma das duas redes. A Brazil Pharma estava em negociações avançadas com a Extrafarma e foi pega de surpresa, na semana passada, com a decisão da rede em iniciar conversas com a Big Ben.

A Brazil Pharma teria oferecido R$ 260 milhões pelo controle da Extrafarma no mês passado. Os donos da rede paraense, porém, tentavam elevar o preço para R$ 400 milhões. “A negociação estava em curso, mas o BTG estava disposto a melhorar sua oferta”, informou uma fonte envolvida na negociação. (DOL)

Ex-presidente Lula dignosticado com câncer na laringe

Lula ao deixar hospital, indo em seguida para a sua casa em São Bernardo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, diagnosticado com tumor malígno na laringe neste sábado, 29, deixou o hosital Sírio-Libanês por volta das 20h, seguindo em direção ao seu apartamento, em São Bernardo do Campo (SP).

Lula vinha sentindo rouquidão e, durante a comemoração de seus 66 anos, na última quinta-feira, 27, queixou-se ao médico Roberto Kalil, que o orientou a fazer exames.

Segundo o assessor de Lula José Chrispiniano, a previsão é de que o ex-presidente retorne ao hospital na segunda-feira para iniciar tratamento de quimioterapia. A agenda do presidente será alterada em função do tratamento.

Tratamento- Após avaliação multidisciplinar, foi definido tratamento inicial com quimioterapia. O boletim médico divulgado pelo hospital informa que Lula está bem e deverá realizar o tratamento em caráter ambulatorial. Isso significa que ele não precisa ficar internado durante o tratamento.

O ex-presidente foi submetido hoje a uma intervenção cirúrgica para a realização de uma biópsia do tumor encontrado em sua laringe. Identificado em estágio inicial, o tumor tem entre 2 e 3 centímetros e é considerado de tamanho médio. Lula passará por três ciclos de quimioterapia, começando o primeiro na segunda-feira, 31. Os ciclos ocorrerão em intervalos de 20 dias. O tratamento deve durar três mses.

A equipe médica que assiste o ex-presidente é coordenada pelos médicos Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Artur Katz, Luiz Paulo Kowalski, Gilberto Castro e Rubens Neto. (estadão)

Empresas aéreas desistem de guerra de preços e reajustam tarifas


As companhias aéreas, que iniciaram em setembro um processo de recuperação de margem de lucro detectado pelo acompanhamento de preços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), pretendem manter pelo menos até o fim do ano um gradual aumento de tarifas. Com isso, invertem o cenário de guerra tarifária que marcou 2010 e o primeiro semestre deste ano.

TAM e Gol confirmam que os reajustes atendem à necessidade de repassar aumentos de custos, como o de combustíveis. O querosene de aviação (QAV), que responde por um terço do total de custos das companhias, acumula alta de 26,23% de 1.º de janeiro a 1.º de outubro, de acordo com o Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea). A alta do dólar, que afeta não só o preço dos combustíveis, mas ainda os custos com manutenção de aeronaves, também prejudica os resultados.

Nesse cenário, a saída das empresas foi repassar para as passagens as perdas acumuladas, em uma tentativa de melhorar o desempenho no balanço do quarto trimestre. "O dólar afeta cerca de 60% a 70% dos custos das companhias. O impacto é imediato, porque estão sempre pagando leasing de aviões, combustíveis, reposição de peças", disse André Castellini, consultor da Bain & Company e especialista no setor aéreo. "A empresa pode acumular prejuízos só até certo ponto. As tarifas médias estavam abaixo dos custos. As companhias estavam perdendo dinheiro no mercado doméstico. Não era sustentável."

Na inflação medida pelo IPCA-15, os voos tiveram aumento de 23,4% em setembro. Na leitura de outubro, as passagens diminuíram o ritmo de alta, mas ainda assim ficaram 14,23% mais caras. "É uma taxa bastante considerável ainda. A tendência é essa, porque nessa época de festas e férias as companhias aproveitam para fazer alguns ajustes mais fortes", disse Flávio Combat, economista-chefe da Concórdia Corretora. (estadão)

Pan 2011: Time B do Brasil bate Cuba e fatura bicampeonato no vôlei

Jogadores da seleção brasileira de vôlei comemoram a conquista do ouro na final do Pan 2011
O vôlei masculino do Brasil mostrou ontem (29) por que é o melhor do mundo. Mesmo com seu time B e desfalcada até do técnico Bernardinho, a seleção brasileira venceu Cuba por 3 a 1 (parciais de 25/11, 24/26, 25/18 e 25/19) e conquistou o ouro dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. O resultado mostra que o Brasil é capaz de repetir o resultado da final do último Campeonato Mundial até mesmo com seu time reserva.

Dos 12 jogadores brasileiros que estiveram nos 3 sets a 0 sobre Cuba na final do Mundial da Itália, há pouco mais de um ano, só Bruninho e Mário Júnior (agora líbero reserva do time principal) seguiram com o grupo para Guadalajara, num time comandado pelo assistente técnico Rubinho. Já Cuba foi derrotada no México com praticamente os mesmos titulares que estiveram em Roma.
Com o ouro no México, o Brasil consegue o bicampeonato pan-americano. No Rio, há quatro anos, a seleção brasileira também havia subido ao lugar mais alto do pódio, quando usou força máxima. Na final daquela competição, o Brasil superou os EUA, que desta vez mandaram time reserva e terminaram apenas na quinta colocação. O bronze em Guadalajara ficou com a Argentina, que venceu a decisão do terceiro lugar com um 3 a 2 sobre o México, frustrando a torcida local.

ESTADO DO TAPAJÓS, UM VELHO SONHO[1]

Por Vicente Malheiros da Fonseca [2]

Não pretendo neste artigo convencer ninguém quanto à criação do Estado do Tapajós. Muito menos estou engajado em qualquer campanha alusiva ao plebiscito – o primeiro, no gênero, no Brasil –, convocado pelo Decreto Legislativo nº 137/2011, à luz do art. 18, § 3º, da Constituição da República.

Meu propósito é simplesmente registrar, a pedido do editor desta Revista, um breve depoimento que expressa antigo desejo de meus conterrâneos, há muitos anos, por certo antes do nascimento de meu pai e meu avô, que, como eu, amamos nossa terra natal, nossa arte, nossa cultura, nossa gente.

A criação do Estado do Tapajós é, afinal, um anseio alimentado ao longo de décadas, há mais de dois séculos, inclusive pela Igreja Católica e, sobretudo, no espírito e nos sonhos democráticos do povo do Oeste do Pará.

O novo Estado poderá resultar do desmembramento da área onde atualmente se situam os Municípios de Almeirim, Prainha, Monte Alegre, Alenquer, Óbidos, Oriximiná, Faro, Juruti, Belterra, Santarém, Porto de Moz, Vitória do Xingu, Altamira, Medicilândia, Uruará, Placas, Aveiro, Itaituba, Trairão, Jacareacanga, Novo Progresso, Brasil Novo, Curuá, Rurópolis, Senador José Porfírio, Terra Santa e Mojuí dos Campos.

A criação de novos estados na Amazônia tem previsão constitucional, conforme o art. 12 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias de 1988: “Será criada, dentro de noventa dias da promulgação da Constituição, Comissão de Estudos Territoriais, com dez membros indicados pelo Congresso Nacional e cinco pelo Poder Executivo, com a finalidade de apresentar estudos sobre o território nacional e anteprojetos relativos a novas unidades territoriais, notadamente na Amazônia Legal e em áreas pendentes de solução”. Importante frisar que há vários estudos sérios sobre a matéria.

Aliás, não se trata de “esquartejamento” do Estado do Pará, como alguns apregoam, mas de desmembramento territorial, com o objetivo de criar melhores condições de vida para a população ali residente e que tanto deseja ter mais acesso aos padrões de uma sociedade livre, justa e solidária.

Hoje moro em Belém, por motivos profissionais. Todavia, sempre estive vinculado a tudo o que acontece em minha terra natal. Meu umbigo continua plantado na “Pérola do Tapajós”. Desde que me entendo como gente, lá em Santarém, já se falava sobre a criação do Estado do Tapajós. Na verdade, os santarenos, alenquerenses, obidenses e demais habitantes do Oeste do Pará quase sempre se sentiram desamparados pelo Governo do Estado do Pará. Esse sentimento é muito antigo e arraigado na cultura de nossa região. Não surgiu agora, de repente. É algo que se sedimentou.

A felicidade do povo não depende apenas da extensão territorial do Pará.

É evidente que a distância geográfica dificulta a administração estadual. O poder central, na capital, está muito distante, física e politicamente. Mas alguns pretendem manter a hegemonia sobre a imensidão de nosso Estado, não raro sem qualquer justificativa plausível. Como num jogo de poder. E, assim, apresentam argumentos retóricos, emocionais ou infundados.

Às vezes chego a pensar que a situação é parecida com a hipótese de pais que oferecem resistência arcaica contra o casamento, emancipação e felicidade de seus filhos, presos a preconceitos e costumes superados.

Alega-se que a criação do novo Estado seria ideia arquitetada por políticos sem compromissos com o Pará, a fim de tirarem proveito da situação.

Penso que a análise crítica deve ser invertida. Melhor que se faça a partir dos interesses do povo e não dos políticos, que têm o dever de bem servir seus representados. Assim, prefiro examinar a questão sob a ótica do povo, e não do ponto de vista dos membros do poder político ou econômico.

Na vida, tudo muda. E as mudanças sempre dependem de nossos atos e deliberações. Há 500 anos, o Brasil sequer existia. Tornou-se nação independente em 1822. O Pará, que esteve na iminência separar-se de nosso país, separou-se do Estado do Maranhão. Criaram-se diversos outros Estados brasileiros. E certamente outros ainda poderão ser criados, sem que isso represente um rompimento com os compromissos éticos e republicanos.

Há nos Estados Unidos da América do Norte 50 Estados, além da capital federal. A França é dividida em 26 regiões administrativas (no Brasil, temos apenas 5 regiões), subdivididas em 100 departamentos – que correspondem aos Estados brasileiros –, com mais de 300 circunscrições, subdivididas em mais de 4.000 cantões, onde há cerca de 36.000 comunas.

Enfim, o próprio nascimento do ser humano depende da divisão das células. Dividir pode significar vida nova e crescimento, esperança e dignidade.

Porém, esse fenômeno, biológico ou político, como a criação de um novo Estado brasileiro, não representa o afastamento ou a constituição de um país independente. Muito pelo contrário, pode exprimir a soma de esforços, ideias, riquezas e culturas para o fortalecimento da região Norte, da Amazônia, inclusive no Parlamento nacional, além da criação de novos empregos privados e públicos (neste ponto, refiro-me aos empregos lícitos, mediante concurso público, no âmbito da administração pública), o que amplia as possibilidades de qualidade de vida da população, quanto à educação, saúde, segurança etc.

A grande dimensão do Estado do Pará justifica o desmembramento e com o novo Estado o Governo ficará mais próximo à população, para melhor administrar o seu bem-estar, as suas necessidades básicas como cidadãos.

Fala-se que o novo Estado será um "Estado pobre", como se o Piauí, Sergipe, Acre, Amapá, Roraima e tantos outros fossem Estados "ricos". Afinal, o Brasil é um país ainda jovem. E a riqueza do Tapajós é incontestável.

Concluo com uma singela homenagem, da forma como aprendi com meu pai (Wilson Fonseca – maestro Isoca), mestre na arte e na vida, com o HINO DO ESTADO DO TAPAJÓS, que compus, a pedido de amigos, em 2007: I – Azul é a cor das tuas águas/ Tapajós meu lindo rio/ E o Xingu, que beleza sem par,/ Dois irmãos que me fazem feliz.// Do Amazonas varonil/ Ao Trombetas faz vibrar/ Nossa luta que busca a vitória/ Faz livre teu povo que a história bem diz.// Estribilho: Tapajós – torrão da paz/ És o Estado que sonhei/ Na Amazônia colossal/ No Brasil que sempre amei.// Nossos rios têm lindas praias/ E eu mergulho o coração/ Solto forte a minha voz/ Pra te exaltar meu Tapajós.// II – Teu hino é mais que poesia/ Tantas águas de emoção/ A bandeira tremula no céu/ Tapajós, eu te quero tão bem.// O Brasil de norte a sul/ Reconhece a nossa voz/ Conquistada ao longo da história/ Tua gente, tua glória, faz coro também.// Estribilho: Tapajós – torrão da paz/ És o Estado que sonhei/ Na Amazônia colossal/ No Brasil que sempre amei.// Nossos rios têm lindas praias/ E eu mergulho o coração/ Solto forte a minha voz/ Pra te exaltar meu Tapajós”.

Confira: http://www.myspace.com/vicente.fonseca/music/songs/hino-do-estado-do-tapaj-s-40-vicente-fonsec-81662573

[1] Artigo escrito para a Revista Amazônidaedição nº 101 (15.set.-15.out./2011), p. 32-33.

[2] Desembargador Federal do Trabalho, Professor e Compositor. Nascido em Santarém (PA).

Leitorado: É isto que nos incentiva a relembrar, valorizar e divulgar Santarém e sua gente

Recebemos e agradecemos esta carinhosa mensagem enviada pela Dorita, sobre a postagem Removendo o Passado: Debutantes do ´CR`:
"Caro Ércio, você sempre tocando o coração da gente com essas relíquias... Recordo com carinho e emoções êste dia 18 de outubro de 1965 no RC. Saiba que, seu "blog" é um bálsamo que suavisa minhas saudades... Que Deus o abençõe ! Com carinho e afeto da eterna mocoronga, residente em Florianópolis SC - Dorita Fonseca"

sábado, 29 de outubro de 2011

Clonando Pensamento

"A juventude quer líderes que tenham coerência na pregação e na ação. Notamos isso pelos movimentos que espocam por todos os cantos do mundo e também no Brasil, exigindo coerência e transparência." (Dom Orani João Tempesta)

Tom Sawyer à brasileira

Quem conta é Giba Um:
Alagoano de Viçosa, o novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo (foto), tem em seu gabinete, ao lado de um quadro de José Bonifácio, uma fotografia do escritor americano Mark Twain. Rebelo tem grande carinho pelo famoso livro As Aventuras de Tom Saywer. Acha que o personagem tem semelhança com suas peripécias e travessuras na infância e adolescência quando morava na Fazenda Lia, de propriedade do menestrel Teotônio Vilela. Ele vivia lá com oito irmãos, pai vaqueiro e mãe professora primária. Na época, vendia arroz e feijão na feira para ajudar no orçamento doméstico. Mais: as duas últimas declarações de Aldo ao TSE revelam que ele empobreceu. Em 2006, tinha um patrimônio de R$ 643 mil; em 2010, só R$ 376 mil. Na declaração do ano passado, o novo ministro registra que é também dono de um cavalo, no valor de R$ 4,3 mil.

MPE recorre contra Sefer. Ex-deputado foi absolvido de acusação de abusar de criança.

O Ministério Público do Estado (MPE) protocolou anteontem, no Tribunal de Justiça do Estado (TJE), recurso de embargos de declaração com efeito infringente e para fins de prequestionamento contra a absolvição do ex-deputado estadual Luiz Sefer (foto), que é acusado de abusar sexualmente de uma criança que morou na casa dele dos 9 aos 13 anos. O embargo será julgado pelos próprios desembargadores que proferiram a decisão que absolveu Sefer. A peça é assinada pela procuradora de justiça Ana Tereza Abucater. Quando o recurso tem efeito infringente, ele pode mudar o acórdão publicado. As informações são da Assessoria de Imprensa do MPE e foram divulgadas ontem. No dia 6 deste mês, a 3ª Câmara Criminal Isolada do TJE absolveu, por dois votos a um, o ex-deputado estadual.

No recurso, o MPE alega que a decisão da Câmara Criminal Isolada apresenta ambiguidade e obscuridade. A ambiguidade "é o estado daquilo que gera equivocidade e incerteza". A obscuridade "diz-se do que é difícil de entender, gerando confusão e ininteligência". Além desses dois pontos, o recurso alega também que o acórdão apresenta contradições e omissões, apontadas na peça recursal. "A contradição trata-se de uma incoerência entre uma afirmação anterior e outra posterior, referentes ao mesmo assunto e ao mesmo contexto. A omissão ocorre quando o juízo ou tribunal deixa de apreciar questões relevantes para o julgamento, suscitadas pelas partes ou conhecidas de ofício".

As contradições ou omissões de um acórdão têm efeito modificativo, ou seja, podem alterar uma decisão. Ainda segundo o recurso do MPE, "os embargos de declaração podem ter, excepcionalmente, caráter infringente quando utilizados para: a) correção de erro material manifesto; b) suprimento de omissão; c) extirpação de contradição". A peça protocolada também esclarece que "a matéria suscitada neste recurso de embargos de declaração tem o condão de prequestionamento". Para o MPE, há contrariedade aos dispositivos constitucionais dos artigos 226 e 227 da Constituição Federal, que diz ser dever do Estado assegurar os direitos da criança e do adolescente e que a lei punirá severamente o abuso, a violência e a exploração sexual da criança e do adolescente.

Além disso, o artigo 93 da Constituição Federal que garante a fundamentação de todas as decisões também foi violado pelo acórdão, pois a decisão judicial apresentada carece de motivação, afirma o MPE. A decisão apresenta ainda contrariedade ou negativa de vigência à lei federal que trata dos direitos da criança e do adolescente, acrescenta. O recurso também aponta que o acórdão tem interpretação divergente à atribuída pelas cortes superiores, "pois está em sentido oposto ao entendimento consolidado de nossos tribunais, que tem decidido no sentido de que em crimes contra a liberdade sexual, a palavra da vítima é importante elemento de convicção, na medida em que esses crimes são cometidos, frequentemente, sem testemunhas e, por muitas vezes, não deixando quaisquer vestígios".

Sefer disse, ontem à noite, que a decisão do MPE não é novidade para ele. "Com toda a pressão política que houve, a gente já estava preparado para isso. É um direito que eles têm. Não é novidade para mim". Ele acrescentou que, quando o MP recorrer, irá verificar qual a fundamentação, para então se manifestar juridicamente. "Mas que fique bem claro. Não cabe mais recurso contra o mérito - se é culpado ou inocente. A última instância de culpado ou inocente é aqui o Tribunal (de Justiça do Pará). Tem que ser alguma coisa processual - algum erro de processo", afirmou, para concluir: "Acato (a decisão do MPE) com todo o respeito, como sempre acatei a decisão da justiça. E respeito a decisão da justiça como sempre respeitei". (Amazônia)

Hábito do açaí supera medo

Higiene no preparo é essencial
O hábito de tomar açaí diariamente tem feito muitos paraenses esquecerem os riscos da doença de Chagas, registrada nas últimas três semanas no Pará. Basta ir às feiras e aos pontos de venda do produto em Belém para se constatar que, apesar de os vendedores afirmarem que a queda nas vendas chega até a 60%, a procura ainda é grande. Os idosos são os que menos estão preocupados com o risco.

Ontem, mesmo com toda a repercussão na mídia nacional sobre o açaí estar sob o risco de contaminação do protozoário Trypanosoma cruzi, responsável pela doença de chagas, o casal amapaense Marlene e José Roberto, em visita a Belém, almoçava tranquilamente açaí com peixe frito no Ver-o-Peso.

"Se a gente for viver com medo dos riscos, a gente deixa de viver", observa Mara, lembrando que quando criança ia para o interior do Estado e até chegou a ver o inseto barbeiro ‘boiando’ quando o fruto era posto de molho e, no entanto, ninguém falava de (doença de) chagas. O importante, na opinião dela, é o consumidor escolher lugares que apresentam sinais de boa higiene. (Amazônia)

Atenção!!! Exame da OAB será realizado em horário de verão

Mais de dois mil candidatos devem fazer o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), amanhã, em Belém e em outros dois municípios paraenses. Essa é a primeira etapa do exame unificado e acontece após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de manter a avaliação como condição para o exercício da profissão. Na OAB Seccional Pará, por causa da intervenção do Conselho Federal da OAB, que afastou a atual diretoria, ninguém comentou a realização da prova, segundo informou a assessoria de comunicação da instituição.

Em Belém são esperados 1.835 candidatos. Outros 374 bacharéis em Direito realizam a prova em Marabá (133) e Santarém (241). Nessa primeira etapa, os candidatos terão 5 horas para responder 80 questões objetivas de caráter eliminatório sobre as disciplinas ministradas durante o curso. De acordo com o edital, serão cobradas "disciplinas profissionalizantes obrigatórias e integrantes do currículo mínimo do curso de Direito, fixadas pelo CNE/CES n. 9, de 29 de setembro de 2004.

Para se classificar à segunda etapa, prevista para o próximo dia 4 dezembro, é preciso atingir no mínimo 50% de acertos. Na 2º fase da avaliação os candidatos passam por exame prático-profissional, onde devem elaborar uma peça profissional e responder quatro questões discursivas sobre a área de opção indicada na inscrição. Só então, são considerados aptos ao exercício da advocacia.

Quem vai fazer a prova no Pará precisa ficar atento ao horário de verão. O exame está previsto para começar às 14 horas, no horário de Brasília, ou seja, às 13 horas em Belém. Na capital paraense os candidatos fazem a prova no Colégio Ideal, em Batista Campos.

O voto no Plebiscito é obrigatório, diz presidente do TRE

O Tribunal Regional Eleitoral está preocupado com um possível aumento no número de abstenções na votação do plebiscito marcado para o dia 11 de dezembro. O alerta é do corregedor da Justiça Eleitoral no Pará, desembargador Leonardo Noronha Tavares, que chama atenção para a obrigatoriedade do voto nesta consulta. "O Plebiscito é como se fosse uma eleição como outra qualquer, a votação é obrigatória. E não apenas por isso. É importante votar de forma consciente porque é uma decisão que pode mudar para sempre a vida dos moradores do Estado", afirmou Tavares.

O voto é obrigatório para os eleitores maiores de 18 anos que tem domicílio eleitoral no Pará e facultativo para analfabetos, maiores de 70 e jovens de 16 a 18 anos.

Aqueles que deixarem de votar ou justificar a ausência incorrerão em pagamento de multa e não poderão se inscrever em concurso público ou tomar posse, receber salário, participar de concorrência pública, obter empréstimo, obter passaporte ou renovar matrícula em estabelecimento de ensino público. Caso deixe de votar em três eleições consecutivas (e neste caso o Plebiscito é considerado como uma eleição), o eleitor pode ter o título cancelado.

O desembargador ressalta que o voto consciente é outra preocupação do Tribunal. Para esclarecer dúvidas não apenas dos eleitores, como também dos integrantes das Frentes e juristas sobre a primeira consulta popular para criação de novas unidades federativas, o TRE montou uma comissão de apoio técnico-jurídico para esclarecer sobre as regras do pleito.

Além da página tira-dúvidas no endereço eletronico da Justiça Eleitoral, agora, os eleitores podem contar com uma central de atendimento telefônico.

Os números já estão disponíveis no sítio do TER (www.tre-pa.gov.br) e estão dividido em três grupos: o primeiro para tirar dúvidas sobre alistamento eleitoral, domicílio eleitoral, filiação partidária, quitação eleitoral e o poder de polícia; outro sobre prestação de contas; e ainda mais um canal sobre suprimento de fundos. (Amazônia)

Belezuras

A atriz Deborah Secco ocupa o primeiro lugar
Clique aqui > Conheça as mulheres mais sexies do mundo

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Sem acordo, juiz decidirá sobre greve na educação

Sem acordo, juiz decidirá sobre greve na educação (Foto: Rogério Uchôa)

A terceira tentativa do juiz Elder Lisboa Costa, da 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital, de por fim ao impasse entre Governo do Estado e professores em greve não obteve êxito. A paralisação que entrou hoje no 33º dia será decidida pelo juiz Elder Lisboa na próxima semana (após feriado de finados). Entre outros pontos, caberá ao juiz analisar o desconto dos dias parados, a abusividade ou não da greve e reajuste da categoria.

Na audiência realizada nesta sexta-feira (28), no Fórum Cível de Belém, o sindicato apresentou uma nova proposta para o Governo, para pagar agora em novembro, metade do valor que falta para complementar o piso nacional. Com isso, o salário dos professores no próximo mês seria de cerca de R$ 1.154. Ainda segundo a proposta, o Estado pagaria o valor integral do piso em dezembro, ou seja, os R$ 1.187,97, o que não foi aceito pelos representes do Governo, sob a alegação de não ter dinheiro para arcar com a despesa.

Estavam presentes à audiência a representante do Ministério Público (MPE) promotora de justiça Maria das Graças Correa Cunha; o procurador do Estado Caio Azevedo Trindade; a secretária de administração Alice Viana Monteiro; o secretário de Educação Cláudio Ribeiro. Pelo sindicato dos professores estavam presentes Conceição Holanda Oliveira; José Miguel da Costa; Hamilton Correa acompanhados pelo advogado do sindicato Walmir Brelaz.

Esporte: Nova tabela da Série C é divulgada

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu ontem à tarde o futuro do grupo E do Campeonato Brasileiro da Série C, com a divulgação da tabela com todos os jogos do Luverdense (MT) e as partidas que restam a América (RN), CRB (AL) e Paysandu, os demais times da chave. Entre os bicolores, sobrou reclamação.

Ficou definido que os dois primeiros desafios do Papão no reinício da competição serão contra a equipe mato-grossense, sendo o primeiro em Lucas do Rio Verde e o da volta em Belém, nos dias 6 e 16 de novembro, respectivamente. Já a última partida dos bicolores vai ser disputada fora de casa, contra o América, em Goianinha, dia 20.

Com apenas três pontos na tabela de classificação, o Paysandu pode até precisar somar pelo menos mais quatro longe da capital paraense, dependendo das outras disputas, para poder garantir a vaga na Segundona de 2012. “Temos que encarar o primeiro jogo e pensar nisso. Já aconteceu de pensar em outros jogos, em casa principalmente, e não dar certo. Nosso foco é nesse jogo e depois nos outros. Mas, sabemos que temos que conquistar pontos fora”, finaliza Camilo. (Diário do Pará)

Advogado paranaense assume interinamente OAB/Pa. Ato é inédito no Brasil.

O pleno do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) definiu ontem a diretoria provisória que assumirá a seccional da entidade no Pará (OAB-PA). Segundo decisão unânime dos conselheiros, o novo presidente da OAB-PA será o advogado paranaense Roberto Antonio Busato (foto), ex-presidente da OAB nacional no triênio de 2004 a 2007. Já os demais membros da comissão interventora são todos do Pará: José Raimundo Farias Canto (vice-presidente), Mário Gomes de Freitas Jr. (secretário-geral), Edgard Mário de Medeiros Júnior (secretário-geral adjunto), e Raphael Sampaio Vale (diretor-tesoureiro). A decisão foi publicada na edição de ontem do Diário Oficial da União.

A nova diretoria foi definida um dia após a publicação do acórdão da reunião do Conselho Federal da OAB, que na madrugada do último domingo, por 22 votos a quatro determinou a intervenção federal, por seis meses, na seccional paraense da OAB. É a primeira vez na história da Ordem que o Conselho Federal intervém em uma seccional. No entendimento da parte majoritária, os cinco diretores afastados foram protagonistas nas irregularidades envolvendo a venda de um terreno que pertencia à seccional, ao lado do Fórum Trabalhista de Altamira. O terreno foi vendido por R$ 301 mil para o conselheiro Robério D’Oliveira, sendo que o valor real da área seria três vezes superior.

Consta ainda que há procuração falsa do vice-diretor da OAB do Pará, Evaldo Pinto, para fechar o negócio. A venda foi desfeita, mas a diretoria rachou. Com a abertura do processo, os cinco diretores afastados, o presidente Jarbas Vasconcelos, o vice-presidente licenciado Evaldo Pinto, o secretário-geral Alberto Campos, o secretário adjunto licenciado Jorge Medeiros e o diretor tesoureiro licenciado Albano Martins, correm o risco de perder suas inscrições na OAB e, consequentemente, o direito de advogar. (Amazônia)

28 de Outubro - dedicado aos servidores públicos

Prezado Servidor Público:
Bom Feriado

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

MPF denuncia dois por incêndio no Ibama em Santarém

O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou à Justiça ação penal contra dois acusados pelo incêndio (foto) ocorrido em setembro no depósito de madeiras do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em Santarém.

Caso condenados, os acusados podem pegar até oito anos de prisão, além de multa.
Segundo a denúncia, assinada pelo procurador da República Cláudio Henrique Cavalcante Machado Dias, o incêndio foi provocado pela estudante Roberta Karine de Sousa e pelo estivador Leomir Matos da Silva. De acordo com depoimentos colhidos pela Polícia Federal, a suspeita é que a dupla tenha cometido o crime sob efeito do crack.

O MPF informa na ação que o incêndio pôs em risco a população, pois o depósito fica em área residencial. “As chamas espalharam-se rapidamente atingindo grande parte da madeira apreendida, sendo necessário mais de 24 horas para apagar as chamas”, relata o procurador da República.

Os danos causados ao patrimônio do Ibama ainda não foram contabilizados, mas a autarquia estima que cerca de 7 mil metros cúbicos de madeira foram destruídos. (Ascom MFP)

Justiça manda despejar CTBEL por atraso no pagamento de aluguel

O juiz Marco Antonio Castelo Branco, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Belém, determinou a expedição de mandado liminar de despejo, concedendo o prazo de 15 dias para desocupação voluntária por parte da Companhia de Transportes do Município de Belém, do prédio que utiliza como sua sede. A decisão do magistrado foi em resposta à Ação de Despejo por falta de pagamento, cominada com cobrança de aluguéis e acessórios inadimplidos, ajuizada por Jorge Mutran Exportadora de Castanha LTDA.
Em seu despacho, o juiz determina ainda que, finalizado o prazo de 15 dias sem que a instituição desocupe o prédio, fica autorizado o despejo compulsório, com reforço policial, se for o caso. Estabeleceu ainda o magistrado a citação da CTBEL para, caso queira, contestar a ação no prazo de 60 dias, de acordo com o que dispõe o artigo 188 do Código de Processo Penal.

Conforme a ação, o proprietário do imóvel reclama o pagamento de 17 meses de aluguel, compreendido entre o período de janeiro de 2010 a maio deste ano, mês em que foi ajuizada a ação. Até o referido mês, a dívida somava quase R$ 510 mil. (Site TJPA)

Nem ele resiste

O gaúcho Giles de Azevedo (foto) acompanha Dilma Rousseff há muitos anos e hoje é o chefe do gabinete presidencial. É a pessoa mais próxima da presidente e cuida da secretaria particular, cerimonial, ajudancia-de-ordens e organização da agenda. É dele a tarefa de conversar com quem Dilma não quer receber em audiência, de políticos a empresários. Giles foge de jornalistas e suas relações com a Chefe do Governo são mesmo de amizade. Só que nem Giles tem agüentado as subidas nas tamancas de Dilma: já pediu demissão quatro vezes. E ela nunca aceitou. (Blog do Giba Um)

Galeria de Amigos: Miltinho e Osvaldo

Milton Corrêa (Miltinho), jornalista, e Oswaldo de Andrade, radialista. dupla dinâmica, que atua com muita eficiência em veículos de comunicação de Santarém.

Rádio: Morreu o "comentarista da palavra fácil"

Luiz Mendes (foto), conhecido como o "comentarista da palavra fácil", morreu nesta quinta-feira, aos 87 anos. O jornalista, com mais de 60 anos de profissão, foi testemunha dos mais importantes eventos esportivos do Brasil e do Mundo. Foi o único brasileiro a transmitir a final da Copa do Mundo de 1954.
Luiz Mendes chamava-se Luiz Pinêda Mendes. Nascido em 9 de junho de 1924, em Palmeira das Missões, interior do Rio Grande do Sul.

Aldo Rebelo assumirá Ministério do Esporte

O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP) foi anunciado nesta quinta-feira como o novo ministro do Esporte. Ele substitui Orlando Silva, que pediu demissão ontem à presidente Dilma Rousseff por conta das denúncias de irregularidades na pasta. Em poucas palavras aos jornalistas, Aldo disse que vai se inteirar das questões da pasta para depois se pronunciar. A posse, segundo o Planalto, será na próxima segunda-feira.

Deputado federal por São Paulo pelo quinto mandato consecutivo, Aldo Rebelo presidiu a Câmara entre 2005 e 2007 e foi ministro-chefe da Secretaria de Coordenação Política e Relações Institucionais de 2004 a 2005, durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Sua carreira política teve início no movimento estudantil, chegando à presidência da União nacional dos Estudantes (UNE). Seu primeiro cargo eletivo foi o de vereador da cidade de São Paulo, que exerceu entre 1989 a 1991.

Tristeza: Morre Raimundo Carneiro

Descanse em paz meu amigo Raimundo dos Santos Carneiro (Carneirinho), que faleceu hoje e foi casado com a professora Gersonita Imbiriba, com quem teve seis filhos.
Natural de Parnaiba(PI), Carneirinho veio para Santarém em 1960, onde se estabeleceu e constituiu família. Era contabilista, despachante aduaneiro, aposentado da Sefa e funcionário público municipal. Aos seus familiares, as nossas condolências.
(Tomamos conhecimento deste lamentável fato através do jornal O Estado do Tapajós Online)

Mano Menezes convoca seleção e Kaká está de volta

O técnico Mano Menezes convocou nesta quinta-feira a seleção brasileira para os amistosos contra o Gabão e Egito e trouxe como grande novidade o retorno do meia Kaká, do Real Madrid.

O meia, que ficou parado por cerca de sete meses após a Copa do Mundo de 2010, se recuperando de uma cirurgia de raspagem na cartilagem do joelho esquerdo, voltou ao gramados pelo Real Madrid a pouco mais de um mês e vem fazendo bonito.

Na quarta-feira, o meia marcou um dos gols da vitória por 3 a 0 do Real sobre o Villarreal, comprovando a boa fase. O último jogo de Kaká na seleção brasileira aconteceu contra a Holanda, pelas quartas de final do Mundial de 2010, na África do Sul.

O amistoso contra o Gabão será dia 10 de novembro, em Libreville, às 16h (de Brasília). Já o duelo contra o Egito será no dia 14, em Doha, às 15h (de Brasília).

Além de Kaká, outras novidades na lista foram a presença dos meias Bruno César, do Benfica, Willian, do Shakhtar Donetsk e o volante Dudu, do Dínamo de Kiev. Mano não convocou nenhum jogador que atue no Brasil para não prejudicar os clubes que disputam a reta final do Campeonato Brasileiro.

Veja a lista dos convocados pelo treinador:

Goleiros:
Diego Alves (Valencia)
Neto (Fiorentina)

Laterais:
Alex Sandro (Porto)
Marcelo (Real Madrid)
Daniel Alves (Barcelona)
Adriano (Barcelona)
Fábio (Manchester United)

Zagueiros:
Thiago Silva (Milan)
David Luiz (Chelsea)
Luisão (Benfica)

Volantes:
Lucas Leiva (Liverpool)
Luiz Gustavo (Bayern de Munique)
Sandro (Tottenham)
Fernandinho (Shakhtar)
Elias (Sporting)

Meias:
Bruno César (Benfica)
Hernanes (Lazio)
Kaká (Real Madrid)
Willian (Shakhtar)
Dudu (Dínamo de Kiev)

Atacantes:
Hulk (Porto)
Jonas (Valencia)
Kléber (Porto)

Esporte: ministro interino também está envolvido em desvios

Com a saída de Orlando Silva do Ministério do Esporte, confirmada na edição desta sexta-feira do Diário Oficial da União, a pasta ficará interinamente sob o comando de seu então secretário-executivo, Waldemar Manoel Silva de Souza (foto). A troca, porém, já indica que a demissão do ex-ministro não será suficiente para sanar os desvios no ministério. Afinal, seu substituto imediato não é exatamente um funcionário ficha-limpa. Souza já teve seu nome envolvido em denúncias de irregularidades em convênios firmados com ONGs.

Sua assinatura consta, por exemplo, num convênio assinado com um sindicato de cartolas do futebol para um projeto da Copa do Mundo de 2014 que nunca saiu do papel. Sem licitação, o Ministério do Esporte contratou o Sindicato das Associações de Futebol (Sindafebol), presidido pelo ex-presidente do Palmeiras Mustafá Contursi, para fazer o cadastramento das torcidas organizadas dentro dos preparativos para o Mundial. O projeto já consumiu 6,2 milhões de reais dos cofres públicos sem nunca ter sido posto em prática. O contrato foi assinado no dia 31 de dezembro de 2010 e todo o dinheiro liberado, de uma vez só, em 11 de abril deste ano.

Segundo a edição desta quinta-feira do jornal O Estado de S. Paulo, Waldemar Souza integra a tropa de choque do PC do B no Esporte – e é o homem de confiança do agora ex-ministro Orlando Silva. Ele já teve, inclusive, seu nome citado pelo delator do esquema de corrupção operado no ministério, o PM João Dias. Reportagem de VEJA desta semana revela o conteúdo de gravações de uma conversa de abril de 2008 entre o PM e dois assessores do ministério: Fábio Hansen, ex-chefe de gabinete da Secretaria de Esporte Educacional, e Charles Rocha, ex-chefe de gabinete da Secretaria Executiva.

O nome de Souza aparece ainda no contrato de prorrogação de um convênio o Programa Segundo Tempo com uma entidade de fachada, o Instituto de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Idec), em Nova Gama, Goiás. Segundo o Estado de S. Paulo, o contrato no valor de 911.000 reais foi cancelado após a revelação da fraude.

Leia no blog de Reinaldo Azevedo:

A canalhice perpetrada por esquerdistas tem seu lado tragicômico porque, pegos com a boca na botija, eles tentam encontrar justificativas morais para a sua canalhice e logo se apressam em pregar “controle dos meios do comunicação”, como fez há dias um editorial do PCdoB em seu site. As evidências de corrupção derrubaram dois ministros do PMDB: Pedro Novais e Wagner Rossi. Em seu encontro nacional, o partido recusou peremptoriamente qualquer forma de controle da informação. Também não se viu nada parecido no PR, por exemplo.

Que desvio de dinheiro é melhor? Os do PMDB e do PR, que não querem censurar a imprensa, ou os do PT e do PCdoB, que atribuem tudo a uma conspiração da mídia? Ora, perguntem aos desdentados, aos miseráveis, aos pobres. A resposta, obviamente, é uma só: NENHUM! Deveriam estar todos na cadeia. Apenas destaco que os ladrões de esquerda têm o mau-caratismo adicional de tentar transformar a apropriação do bem público numa categoria política superior. (Fonte: site da revista Veja)