Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Simão Jatene anuncia novos nomes de dirigentes de órgãos do Governo do Estado

O governador Simão Jatene anunciou, no fim da tarde de ontem (30), mais doze nomes de dirigentes de órgãos da administração estadual. Os escolhidos são:

Auditoria Geral do Estado – Roberto Amoras, engenheiro civil.

Casa do Trabalhador – José Francisco, Presidente da União Geral dos Trabalhadores no Pará (UGT) e dirigente estadual do Partido da Mobilização Nacional (PMN).

CredCidadão – Fabrício Gama, Formado em Gestão de Órgãos Públicos com ênfase em tecnólogo pela Unama.

CPC Renato Chaves – Orlando Salgado. Engenheiro civil.

Escola de Governança – Rui Martini. Graduado em Agronomia.

Fasepa – Simão Pedro Bastos. Ex-coordenador de Planejamento da Ação Social Integrada do Palácio do Governo (Asipag).

Iasep – Iris Gama. Formada em Administração.

Igeprev – Allan Gomes Moreira, advogado.

Pro Paz – Jorge Bittencourt, economista.

Prodepa – Théo Pires. engenheiro civil.

NGTM – Cesar Meira. Arquiteto.

Núcleo Gestor do Parque do Utinga – Augusto Pantoja, professor de História e advogado.

Leia mais> Anúncio

Brasil tem mais de 202 milhões de habitantes

O Brasil tem, atualmente, uma população de mais de 202 milhões de habitantes, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado foi divulgado nesta segunda-feira (30/12) no Diário Oficial da União. Em números absolutos, são 202.768.562 de pessoas, cerca de 12 milhões a mais do que o registrado pelo instituto no censo de 2010, representando um acréscimo de 5,9%.

A Região Sudeste é a mais populosa, com 85,1 milhões de habitantes. A região menos populosa é a Centro-Oeste, com 15,2 milhões de pessoas. A Região Norte tem 17,3 milhões de pessoas, enquanto o Nordeste tem 56,1 milhões. Já a Região Sul conta com 29 milhões de habitantes.

São Paulo é o estado mais populoso entre os 26 da federação e o Distrito Federal, com 44 milhões de habitantes. Roraima é o menos populoso, com 496,9 mil habitantes. Apesar de ter o menor território entre as unidades da federação, com 5,7 mil km², o Distrito Federal contabiliza 2,8 milhões de habitantes.

As estimativas do IBGE são usadas para cálculos de indicadores econômicos como censos e também servem como parâmetro para a distribuição do Fundo de Participação dos Estados. O fundo é um repasse feito pela União de parte do dinheiro arrecadado com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e o Imposto de Renda.

Não é que a vaca tossiu?

Movimento 'Nem Que a Vaca Tussa'
Movimento 'Nem Que a Vaca Tussa' 
Durante o vale-tudo para tentar conter o então "furacão Marina Silva", em proa de subida nas pesquisas eleitorais de setembro, a presidente-candidata Dilma Rousseff sugeriu que a adversária pretendia acabar com direitos trabalhistas em vigor e disparou uma frase cunhada pela sua equipe de marketing para chacoalhar a militância petista nas redes sociais: "Nem que a vaca tussa", esbravejou. A expressão foi usada à exaustão pela campanha, numa ofensiva pela desconstrução da imagem de Marina – cuja candidatura minguou vertiginosamente na sequência. Na reta final do primeiro turno, uma vaquinha malhada chegou a ser mote de sindicalistas alinhados à então presidente-candidata para uma “mobilização nacional” em defesa dos trabalhadores. Nesta segunda-feira, Dilma deu sequência à linha de fazer tudo ao contrário pós-urnas e determinou que seus ministros anunciassem o endurecimento de regras para a concessão de benefícios como o seguro-desemprego e a pensão por morte. O pacote impopular do governo, oficializado a três dias do início do novo mandato, é uma tentativa de começar a colocar a economia nos eixos. Marina Silva reagiu hoje e afirmou em sua conta no Twitter que a economia em frangalhos mostra que “a realidade desmantelou o marketing eleitoral de Dilma”. (Coluna Maquiavel - Veja)

Desafio de Berzoini é regular a mídia familiar

:  
O novo ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, assume o cargo em 1º de janeiro com uma missão clara: avançar na regulação do setor de mídia no Brasil, enfrentando distorções históricas como a super concentração e a propriedade cruzada no setor.

Em razão desses dois fatores, além dos incentivos oficiais, ao longo do tempo, concedidos para a consolidação desse modelo, o Brasil produziu alguns clãs de poderosos bilionários. Os três irmãos Marinho, com quase US$ 10 bilhões cada um, segundo o último ranking da revista Forbes, são a ponta mais vistosa, na platinada TV Globo.

Mesmo em declínio, os irmãos Civita, da Editora Abril, também frequentam o clube dos bilionários em dólar. Com grande poder de influência, à frente dos jornais Folha e Estado, os Frias e os Mesquita igualmente possuem vasta fortuna e nem querem ouvir falar em regulação.

Mas este será o discurso de Berzoini. Assumindo-o, o ex-sindicalista que se tornou um dos deputados mais atuantes do parlamento, estará carregando uma antiga bandeira do PT. À medida em que, durante o governo Dilma Rousseff, foi ficando mais claro o posicionamento político de oposição desses clãs, mais o debate cresceu. Contribui para ele as recentes mudanças na legislação da Argentina, que bateu de frente contra o cartel do Clarín – e venceu a parada –, e toda a nova situação criada com o advento da internet e suas consequências como as redes sociais, os blogs, os sites e os portais. A comunicação mudou.

Depois de obter a confiança da presidente em um ano como ministro das Relações Institucionais, Berzoini mostrou sua importância na campanha ao enfrentar a revista Veja, que foi pródiga em proteger o adversário petista Aécio Neves e tentar, até o último instante, comprometer Dilma e sua campanha com denúncias de ocasião. (Brasil 247)

Em nota, Aécio critica 'medidas impopulares' de Dilma

 Sérgio Lima: BRASÍLIA, DF, 12.03.2013: PETROBRAS/PSDB - O senador Aécio Neves no seminário
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) divulgou nota nesta terça-feira em que critica as medidas anunciada ontem pelo governo federal, que restringem o acesso a certos benefícios sociais (leia aqui). Leia, abaixo, a nota de Aécio:

“No apagar das luzes do seu primeiro mandato, que termina de forma melancólica, a presidente Dilma Rousseff trai novamente os compromissos assumidos com seus eleitores e anuncia novas e duras medidas que, na campanha eleitoral, garantiu que não iria tomar: reduz direitos dos trabalhadores e dificulta o acesso dos estudantes brasileiros ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

No primeiro caso, sindicalistas já denunciam as perdas para os trabalhadores e a forma unilateral e autoritária com que as medidas foram tomadas, sem qualquer diálogo com as Centrais Sindicais.


No caso do Fies, a imprensa publica que a Federação Nacional das Escolas Particulares calcula em 20% a redução do número de estudantes beneficiados com as políticas educacionais no setor privado.

A presidente, que já havia rompido outros compromissos assumidos com os brasileiros que acreditaram em suas promessas e a honraram com seu voto, faz agora o impensável: coloca em prática as suas medidas impopulares, prejudicando aqueles que deveriam ser alvo da defesa intransigente do seu governo: os trabalhadores e os estudantes.

Na campanha eleitoral, a candidata Dilma disse que não mudaria os direitos dos trabalhadores “nem que a vaca tussa”. Mudou. A cada nova medida anunciada vai ficando ainda mais claro que foi a mentira quem venceu as últimas eleições.”  (Brasil 247)


Trio de ouro
No principal bloco de homens que estará próximo de Dilma na largada do segundo mandato, onde não figuram ministros próximos de Lula, três são considerados mais do que dilmistas: são os petistas Miguel Rossetto, Carlos Gabas e Pepe Vargas. Outros ministros consideram os três “homens dela”. Gabas, que assume a Previdência, é aquele que levou Dilma passear de moto na noite de Brasília, Pepe e Rossetto convivem com a presidente desde os anos 90, quando estavam todos juntos no governo do Rio Grande do Sul. Seus gabinetes são quase vizinhos do gabinete presidencial.
Linha de frente
A ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, que foi conquistando a confiança de Dilma, é quem colocará a cara no lugar dela em momentos complicados. Acaba de fazer sua estreia, ao tentar justificar a medida provisória enviada ao Congresso restringindo acesso a benefícios trabalhistas, incluindo abono salarial e de previdência, deixando as centrais sindicais, incluindo a aliada CUT, em pé de guerra. Na campanha, o que se dizia é que Aécio Neves é que tomaria medidas contra os trabalhadores.
Barrado no baile
A única figura que participou ativamente da campanha de Dilma e que não foi consultado sobre a escolha de quaisquer nomes do novo ministério é Rui Falcão, presidente nacional do PT. E a Chefe do Governo quer continuar mantendo a dirigente petista o mais longe possível do Planalto.
Olho em Pepe
Pepe Vargas, novo ministro das Relações Institucionais, não tem influencia no Congresso, nunca foi um articulador político, mas é de extrema confiança de Dilma. É conciliador, não faz inimizades, o que pode ajudar quando assumir para valer suas novas funções. O PT não gosta dele: quando comandava o Ministério do Desenvolvimento Agrário distribuiu 18 mil equipamentos agrícolas pelo país e em nenhum evento chamou qualquer parlamentar petista para a festa.
Musa do escândalo
Taiane Camargo, morena de 30 anos de idade, virou uma espécie de musa do escândalo da Petrobras depois que as gravações da Policia Federal revelaram que ela mantinha um romance com o doleiro Alberto Youssef, que acabou se separando de sua mulher por causa dela. Agora, Taiane será a atração da edição de janeiro de Playboy, onde exibe tudo o que fascinou o doleiro. Nas fotos, Taiane aparece numa cama, cercada de dólares espalhados.
Efeito cascata
Estudo da Confederação Nacional de Municípios revela que o reajuste de 26% nos salários de deputados e senadores sairá caro. Aplicado o mesmo percentual, o gasto total com salários de prefeitos, vices e secretários municipais produzirá um aumento de R$ 873 milhões. No caso de vereadores, outros R$ 666 milhões. O novo salário custará para a Câmara (513 deputados) uma despesa de R$ 80 milhões por ano e para o Senado (81), mais R$ 93 milhões.
 

Ex-ministra Marta Suplicy critica escolha de Juca Ferreira para Cultura

A senadora e ex-ministra da Cultura Marta Suplicy (PT-SP) criticou nesta terça-feira (30), em mensagem no Facebook, a escolha do sociólogo Juca Ferreira para ministro da pasta no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff.

Marta, que pediu demissão do cargo de ministra em novembro, em carta com críticas indiretas à política econômica do governo, afirmou na rede social que a população "não faz ideia dos desmandos" de Juca Ferreira na época em que foi ministro do governo Luiz Inácio Lula da Silva - entre 2008 e 2010.

"A população brasileira não faz ideia dos desmandos que este senhor promoveu à frente da Cultura brasileira. O povo da Cultura, que tão bem o conhece, saberá dizer o que isto representa", escreveu.

Na mesma mensagem, a senadora também criticou o candidato derrotado a governador de São Paulo Alexandre Padilha (PT), que comemorou a indicação de Ferreira – Marta reivindicou disputar o governo paulista, mas foi preterida pelo partido.

"A presidenta Dilma marcou um golaço retumbante, sonoro e espetacular ao anunciar Juca Ferreira como novo Ministro da Cultura! Parabéns, Juca!", afirmou Padilha no Twitter.

"Nada mais sintomático do que Alexandre Padilha, aquele que foi rejeitado pelo povo paulista, nas últimas eleições, para anunciar Juca Ferreira no Ministério da Cultura", disse Marta Suplicy no Facebook.  (G1)

Vale a pena ler: Os males que afetam a magistratura

Por Siro Darlan, desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e Coordenador Rio da Associação Juízes para a Democracia
O Papa Francisco fez uma autocrítica da Igreja Católica enumerando 15 "enfermidades" que acometem qualquer corporação ou grupo humano, afirmando que: "Uma Cúria que não faz autocrítica, não se atualiza e não tenta melhorar é um corpo doente". Podemos aplicar essa reflexão a nossa magistratura, com o perigo de causar um certo desconforto àqueles que se acham acima do bem e do mal. Mas já que estamos virando o ano seria bom usar uma certa analogia.
1. Sentir-se imortal ou indispensável: Recentemente foram vários casos de magistrados que se colocaram acima das leis como se não fossem obrigados a cumprir e fazer cumprir a Constituição e as leis como qualquer cidadão. E como afirma Francisco, os magistrados também são como os aviões, só são notícias quando caem.
2.  Martalismo: Lembrando a passagem da Bíblia que se refere a Marta, também os juízes são acometidos pelo excesso de trabalho e as cobranças constantes por produção que os leva ao estresse e a má qualidade dos julgamentos.
3. Dura mentalidade: Quando alguém perde a serenidade interior, a vivacidade e a audácia e se esconde atrás de papéis, deixando de serem intérpretes da lei do nosso tempo para serem meros repetidores das normas sem se dar conta que nossos julgamentos são de homens como nós somos.

Salário mínimo passará de R$ 724 para R$ 788 a partir de amanhã

O Diário Oficial da União de ontem (30) publica o decreto da presidente Dilma Rousseff que reajusta o salário mínimo de R$ 724 para R$ 788, já a partir de 1º janeiro de 2015. O novo valor representa reajuste de 8,8%.

A Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional havia definido um salário mínimo de R$ 790 a partir de janeiro do próximo ano ao aprovar o relatório final da Lei Orçamentária para 2015. O texto, no entanto, ainda precisa ser aprovado pelo plenário.

O valor do salário mínimo é calculado com base no percentual de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado mais a reposição da inflação do ano anterior pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Jatene anuncia equipe de gestores para o 3º mandato

 
O governador Simão Jatene anunciou nesta terça-feira (30) os nomes dos novos secretários que assumirão as pastas no novo mandato a partir do dia 1º de janeiro. Entre os novos gestores está o atual vice-governador Helenilson Pontes, que assumirá a Secretaria Estadual de Educação (Seduc); o deputado estadual José Megale, que assume a Casa Civil; e artista plástica Dina Oliveira, que sai da Fundação Curro Velho para presidir a nova Fundação Cultural do Pará - junção do Instituto de Artes do Pará, Fundação Cultural Tancredo Neves e Curro Velho.

Para comandar a Polícia Militar, o governador reeleito escolheu o coronel Roberto Campos, até então responsável pelo Comando de Policiamento da Capital. A secretaria de Cultura continua tendo à frente o arquiteto Paulo Chaves. O novo secretariado toma posse no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, às 16h. 

Veja a lista:

1- Polícia Militar - Coronel Roberto Campos
2- Fundação Cultural do Pará - Dina Oliveira
3- Secretaria de Cultura (Secult) - Paulo Chaves
4- Secretaria de Educação (Seduc) - Helenilson Pontes
5- Secretaria de Administração (Sead) - Alice Viana
6- Secretaria de Fazenda (Sefa) - José Tostes
7- Secretaria de Comunicação (Secom) - Daniel Nardin
8- Casa Civil - José Megale Filho
9- Secretaria de Saúde (Sespa) - Heloísa Guimarães
10- Secretaria de Segurança Pública (Segup) - General Geanor Jansen
11- Procuradoria Geral do Estado (PGE) - Antônio de Melo Neto
12- Secretaria de Meio Ambiente (Sema) - Luis Fernandes Rocha
13- Instituto de Terras do Pará (Iterpa) - Daniel Lopes
14- Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) - Alex Fiúza de Mello
15- Companhia de Habitação do Pará (Cohab) - Lucilene Farinha
16- Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) - Renilce Lobo Nicodemos
17- Secretaria de Turismo (Setur) - Adenauer Góes
18- Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) - Luciano Lopes Dias
19- Secretaria de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sepof) - José Alberto Colares
20- Secretaria de Pesca - Hildegardo Nunes
21- Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe) - André Cunha
22- Secretaria de Transportes (Setran) - Ismar Pereira

Turismo no Pará: É verdade!

Fugaz
As oceânicas São Luiz e Fortaleza são destinos certos de boa parte dos turistas que estão deixando o Pará neste fim de ano. Além das belezas naturais maranhenses e cearenses, o mix de atrativos inclui o preponderante preço baixo. Salgados, os pacotes dos hotéis e pousadas paraenses afastaram muita gente das praias litorâneas. Salinas virou sinônimo de carestia e falta de razoabilidade de mercado que, ano após ano, atrapalham o turismo. Num simples telefonema, é possível negociar e baixar preços de hospedagens em bons hotéis em São Luiz e Fortaleza. No Pará, não há nem conversa. (Repórter Diário - jornal Diário do Pará)

"Ditadura não é culpa só das Forças Armadas"

:
Ao receber o relatório da Comissão Estadual da Verdade, ontem (29), o governador Jaques Wagner disse que "é um equívoco" tratar as Forças Armadas como "responsáveis exclusivas" pelos crimes cometidos durante a Ditadura Militar brasileira. Futuro ministro da Defesa, o petista afirmou que "não se pode esquecer que ninguém se sustentaria sem apoio político da sociedade civil".

"Existe um personograma de quem levou as Forças Armadas por esse caminho, inclusive civis, empresários, até da comunicação da época. Isso foi construído com lideranças da época. Quando a gente foca apenas nas Forças Armadas, a gente dificulta a busca da verdade", disse Jaques Wagner, que acompanhará as atividades de Marinha, Aeronáutica e Exército na Esplanada dos Ministérios.

Ele avalia que "é importante revisitar a história", para que os fatos sejam de conhecimento público. "Nós não podemos ter duas histórias aqui. Nós podemos ter duas versões da história, mas a histórica fática existe e é uma só. Alguém pode dar uma versão, interpretar que esse foi culpado ou não, mas a verdade dos fatos é colocada para análise de todo mundo".

Jaques Wagner comparou a distensão com forças ligadas ao antigo regime a um transatlântico e sugeriu que são necessários "movimentos suaves" para evitar um choque entre passado, presente e futuro.

"Eu preciso ganhar a sociedade para isso. Vocês viram pessoas recentemente levantando bandeira para o retorno da ditadura. Eu acho que qualquer precipitação não contribui. Tem muita coisa que está acontecendo e não necessariamente vem a público e virá quando estiver consolidado". (Brasil 247)

Jatene receberá faixa de cidadão 'comum' durante posse

Jatene e Zequinha
Uma mudança no cerimonial de posse do governador Simão Jatene, marcada para o dia 1º de janeiro, permitirá que um cidadão 'comum' coloque a faixa governamental em seu maior representante no Estado. A novidade foi divulgada ontem (29) pelo cerimonial do governo, que já definiu e divulgou o roteiro da solenidade de posse.

Simão Jatene será reempossado no cargo de governador do Estado do Pará para os próximos quatro anos, junto com o vice-governador eleito, Zequinha Marinho, que pela primeira vez assumirá um cargo no Executivo estadual. A solenidade iniciará as 8 h, com a celebração de missa em Ação de Graças na Catedral Metropolitana de Belém, pelo arcebispo de Belém, d. Alberto Taveira, e concelebrada pelos padres Ronaldo Menezes e José Gonçalo. O governador e o vice-governador serão conduzidos até a Catedral pela Guarda Montada.

Após a celebração religiosa será iniciada a Solenidade Oficial de Posse, na sede da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa). O evento é organizado pelo Cerimonial do Legislativo, com acesso restrito aos deputados estaduais, familiares dos empossados e cerca de mil convidados de todo o país, além de profissionais da imprensa credenciados.

Simão Jatene e Zequinha Marinho serão conduzidos por líderes dos partidos até a mesa presidencial, formada pelo presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda, pelo prefeito municipal de Belém, Zenaldo Coutinho, e por representantes do Senado, Câmara dos Deputados, Tribunal de Justiça Eleitoral e Ministério Público, para a leitura do juramento e o ato de assinatura de posse.

Ao sair do prédio da Alepa, o governador passará em revista a tropa da Polícia Militar, depois seguirá com o vice-governador para o palanque montado em frente ao Palácio Lauro Sodré. Antes da aposição da faixa governamental haverá mais um momento religioso. O pastor Gilberto Marques, presidente da Comieadepa (Convenção Interestadual de Ministros e Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Estado do Pará), e o padre Ronaldo Menezes, pároco da Igreja de São Geraldo Magela, abençoarão os presentes. Depois, o governador receberá a faixa governamental.

A simbologia do uso da faixa é responsabilidade, compromisso e honra, além da troca de poder. Como se trata de uma reeleição, o ato é mantido como renovação dos compromissos firmados pelo governador com o Estado.

A programação será encerrada com um pronunciamento de Simão Jatene, que iniciará seu terceiro mandato como governador do Estado do Pará, e receberá os cumprimentos protocolares.

O trânsito no entorno do local da cerimônia será interrompido pelos órgãos de gerenciamento de trânsito. A segurança ficará a cargo das polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros, com apoio de ambulâncias do Samu. Na tarde do dia 1º de janeiro acontecerá, no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, a cerimônia de posse do novo secretariado estadual. (OrmNews)

Governo torna mais rigoroso acesso a benefícios previdenciários

O ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, anunciou ontem (29) a edição de medidas provisórias (MPs) que tornarão mais rigoroso o acesso da população a uma série de benefícios previdenciários, entre eles seguro-desemprego e pensão por morte.

As MPs, que na prática significam uma reforma previdenciária, serão publicadas no Diário Oficial da União nesta terça (30). As novas regras passam a valer logo após a publicação, mas precisam ter a validade confirmada pelo Congresso Nacional no prazo de até 120 dias. Conforme o ministro Mercadante, as limitações à concessão dos programas servem para “corrigir excessos e evitar distorções”.

Indicado por Dilma para ser ministro do Planejamento no segundo mandato, Nelson Barbosa participou da coletiva de imprensa e informou que as medidas vão significar uma economia de R$ 18 bilhões por ano, a partir de 2015. A “minirreforma previdenciária” foi anunciada após reunião dos ministros com centrais sindicais, entre elas CUT e UGT, no Palácio do Planalto. Também participaram da coletiva a atual ministra do Planejamento, Mirian Belchior, e o ministro do Trabalho, Manoel Dias.

Entre as mudanças definidas está a triplicação do período de trabalho exigido para que o trabalhador peça pela primeira vez o seguro-desemprego. Conforme Mercadante, será elevado de seis meses para 18 meses o período seguido de trabalho para que os recursos sejam liberados ao contribuinte que acaba de ficar desempregado. “Verificamos que 74% do seguro-desemprego está sendo pago para quem está entrando no mercado de trabalho. Agora, o trabalhador terá que trabalhar um ano e meio para ter esse direito”, disse o ministro. Para solicitar o benefício pela segunda vez, o trabalhador terá que ter trabalhado por 12 meses seguidos. Na terceira solicitação, o período de trabalho exigido continuará sendo de seis meses.
Mais aqui >  Acesso ao seguro-desemprego ficará mais rigoroso; ENTENDA

Vale a pena ler: Tempo de Paz

Por Dom Orani Tempesta
O canto dos anjos na noite de Natal ainda ecoa em nossos ouvidos: “paz na terra aos homens por Ele amados”! Estamos no ano da Paz, proclamado pela nossa Conferência Episcopal. Isso nos questiona – e muito – sobre muitas atitudes a que somos chamados a tomar neste tempo de tantas violências e divisões. Pode parecer que estamos desanimados por ver tantas situações degradantes, em todos os aspectos, e o mundo com tantas injustiças e maldades.

Estamos na oitava do Natal! Tempo de repercutir o espírito natalino e encontrar caminhos para que o mistério da Encarnação não seja apenas uma lembrança de um fato passado, mas seja atualizado em nossa vida e em nossa sociedade hoje. Gostaria de manifestar a minha preocupação com a violência que vem nos assustando e deixando marcas em jovens e crianças. Com isso, desejo motivar o sentido do Natal, que é a paz e não a violência, até porque o Natal é a festa do príncipe da paz, que é Jesus.

“Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós um salvador, que é o Cristo Senhor (Lc 2,10)”. Estas reconfortantes palavras do Anjo constituem a grande mensagem do Natal. Consoladoras e animadoras palavras que, hoje, também devem ecoar em nossos corações. Fomos agraciados com mais um Natal, festa solene do calendário litúrgico-cristão, em que celebramos o grande mistério da encarnação do Divino salvador. As profecias se realizaram! Deus cumpriu sua promessa, enviando o seu amado Filho. Quando chegou a plenitude dos tempos, fixada pelo desígnio insondável do Pai, o filho de Deus assumiu a natureza do homem para reconciliar a humanidade com o seu Criador. O profeta Isaias nos apresenta Jesus como o “Emanuel”, isto é, o “Deus-conosco”. Alguém que vem para fazer parte da nossa história e jornada da vida.

O natal de Jesus é, portanto, a plena inserção de Deus no contexto vivencial humano. A encarnação de Jesus é um profundo gesto de solidariedade com os homens. Por isso, o Natal é ocasião para compreendermos o valor do amor solidário pelos irmãos. Ao contemplarmos o presépio, vemos o exemplo do amor gratuito e universal.

O verdadeiro amor, revelado pelo menino Deus, tem dois aspectos: gratuidade e universalidade. Gratuidade: Um filho nos foi dado de graça pelo amoroso Deus! Precisamos, também, aprender essa lição. Buscar, desejar e fazer o bem, sem querer ou esperar nada do outro. É o sentido da gratuidade da vida! Naturalmente que esta atitude contraria a lógica do mercado consumista e mercantilista do “toma lá, dá cá”! Universalidade, que significa: Jesus veio para todos os povos da Terra. Estes povos e suas culturas foram representados pelos Reis Magos. Assim, o Natal nos comunica a mística da vida fraterna e solidária com as pessoas e culturas, imitando o mistério da encarnação de Jesus.

Ele nasceu para todos e a dimensão da salvação é universal. Portanto, Natal é a grande festa da fraternidade universal. É comemorado em todo o mundo, até mesmo onde a população cristã é minoria. No mundo inteiro esta data se reveste de certa ternura e magia, despertando nas pessoas sentimentos cristãos muitas vezes adormecidos, como: alegria, amizade, confraternização, gestos de bondade e reconciliação com o próximo. Estes sentimentos são frutos maravilhosos do Natal, que enobrecem nossos corações e dignificam a vida. A árvore de Natal, símbolo da vida, deve ser enfeitada de bons frutos para recebermos Aquele que é a verdadeira vida: Jesus, salvador!

Não nos esqueçamos de que os bons e verdadeiros amigos são, também, presentes que recebemos de Deus. São presentes que se fazem “presença” o ano inteiro. Os verdadeiros amigos não os compramos em pacotes! Não há dinheiro que os possam pagá-los! Os brindes natalinos que trocamos são desdobramentos da incontida alegria, por causa da presença do grande amigo: a adorável pessoa de Jesus Cristo, presente na cotidianidade da nossa vida. Portanto, exultemos de alegria, pois nasceu o Salvador do mundo, verdadeira paz e alegria para todos! Abramos as portas do coração para sermos transformados e iluminados pela luz de Deus.

Mesmo celebrando o grande acontecimento do nascimento do Rei dos Reis, do Senhor dos Senhores, do Messias Salvador a quem somos chamados a escutar, seguir, anunciar, ainda assim Natal é uma grande festa. É a festa da paz, da convivência familiar, da gratuidade e de dar e receber presentes. É um momento que pode servir para fazer ou refazer a paz na família. É costume lembrar os sem família, sem teto e sem lar. É tempo de presentes para as crianças. As histórias de Natal movem à compaixão, à ternura, ao perdão, à acolhida. Que ninguém passe sozinho o Natal! Que ninguém passe fome no Natal! E tudo isso pode acontecer, e é bom que aconteça. Mas o mistério da encarnação nos faz perceber que a entrada do Verbo de Deus na humanidade nos faz sempre mais irmãos uns dos outros. Por isso, Natal não é só hoje, Natal é todo dia! Isso nos lembra que há gente com fome todo dia. Mais de oitocentos milhões no mundo. Ainda há gente sem casa ou morando em áreas de risco o ano todo, não só no Natal ou no tempo das enchentes e deslizamentos. As crianças da nossa família, e todas as outras, precisam de cuidado e carinho sempre, a cada minuto.

Estas preocupações sociais decorrentes da celebração do Natal devem traduzir-se em relacionamentos fraternos, de perdão e caridade a cada dia. E, para isso, necessitamos que cada um faça sua parte. Somos chamados a ser presença transformadora no mundo, construtores da paz! Eis o desafio de celebrarmos o Natal todo ano e abrirmos um novo ano civil daqui a alguns dias. Uma nova oportunidade nos é dada para que cumpramos bem a nossa missão fraterna. Eis o momento propício, ele se abre diante de nós! Não deixemos passar em vão e sejamos criativos para encontrar os melhores caminhos para contagiar o mundo com o belo, bom e com o bem. Salve 2015! Que nos encontre vivendo concretamente o Ano da Paz!

Impostômetro atinge R$ 1,8 trilhão e bate recorde

O Impostômetro, painel instalado no centro de São Paulo e que apresenta o valor total de impostos pagos pelos brasileiros e destinados à União, aos estados e aos municípios, alcançou hoje R$ 1,8 trilhão. O total foi considerado um recorde, segundo a Associação Comercial de São Paulo, criadora do painel. "Esse número mostra que a arrecadação tributária cresceu, acompanhando o aumento da inflação em 2014", disse Rogério Amato, presidente da associação.

Com o valor que foi arrecadado em impostos, informou a associação, seria possível adquirir mais de 66 milhões de carros populares ou 900 milhões de TVs Led e construir mais de 19 milhões quilômetros de redes de esgoto, 51 milhões de casas populares de 40 metros quadrados ou mais de 130 milhões de salas de aula equipadas. De acordo com a associação, cada brasileiro pagou, até hoje, cerca de R$ 9 mil em tributos em 2014. 

Organização de atletas condena escolha de George Hilton como novo ministro do Esporte

 Deputado pelo PRB-MG, George Hilton (foto) foi escolhido por Dilma Rousseff como novo Ministro do Esporte
A Atletas pelo Brasil, organização presidida pela ex-jogadora de vôlei Ana Moser, divulgou nesta segunda-feira um nota oficial em que condena a nomeação do deputado federal George Hilton (PRB-MG) para o comando do Ministério do Esporte, anunciada na semana passada pela presidente Dilma Rousseff, além de criticar o modo como o nome foi escolhido.

"Exigimos muito mais respeito e cuidado com tudo que envolve o tema Esporte no Brasil. O que está muito longe de acontecer quando constatamos os critérios, ou a falta deles, que foram usados para a escolha do novo ministro", afirma a Atletas pelo Brasil, organização sem fins lucrativos que reúne atletas e ex-atletas de diferentes gerações e modalidades pela melhoria do esporte.

Além disso, a Atletas pelo Brasil destaca que a escolha de George Hilton para o ministério teve critérios apenas políticos. "A nomeação com critério unicamente político, na maior parte das vezes, traz consigo o aumento da ineficiência de gestão, descontinuidade da política, reinício de convencimentos e processos e tudo isso com custo aos cofres públicos", continua a organização.

Entra e sai

Indonésia confirma localização dos destroços de voo da AirAsia

 Imagem área mostra o que podem ser os detroços da aeronave da AirAsia
As autoridades da Indonésia confirmaram nesta terça-feira (30) que os destroços encontrados por um pescador no Mar de Java são do voo QZ-8501 da AirAsia, desaparecido desde o último último domingo (28) no horário local, noite de sábado (27) no Brasil. O Airbus A-320-200 levava 162 pessoas de Surabaia, na Indonésia, para Cingapura.

A Agência Nacional de Buscas e Resgate do país (Basarnas) afirmou que os pedaços da porta e de uma rampa de emergência da aeronave, estavam a cerca de 10 quilômetros da última posição registrada pelos radares. Dois helicópteros foram ao local para confirmar que os objetos pertenciam à companhia. Uma fragata da Marinha será enviada para recuperar os destroços.

De acordo com a agência de notícias Reuters, a mídia local informa que na área onde os objetos foram encontrados já foi possível ver um corpo, colete salva-vidas e bagagens.

Desaparecimento
O voo QZ-8501 da AirAsia saiu de Surabaia, na Indonésia, com destino a Cingapura, onde pousaria duas horas depois, segundo a previsão da companhia.

No caminho, o piloto chamou a torre de controle e pediu permissão para mudar a altitude de 32 mil para 38 mil pés para evitar uma tempestade. A alteração de rota foi aprovada imediatamente.

No entanto, dois minutos depois, quando os controladores tentaram comunicar a autorização para que o avião subisse aos 34 mil pés, não houve resposta. A aeronave sumiu dos radares e não foi emitido nenhum sinal de socorro.

Estavam a bordo 155 passageiros e outros sete integrantes da tripulação. Entre eles há 155 indonésios, três sul-coreanos, um britânico, um francês, um malaio e um cingapuriano.  (G1)

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Ministros de Dilma recebem até R$ 62 mil por mês

No blog do Claudio Humberto
Oficialmente, ministros do governo Dilma recebem salários “comuns” de R$ 26,7 mil por ocuparem cargos na Esplanada. Mas um terço dos 39 ministros ganham “jetons”, bônus salariais, por integrarem conselho de empresas estatais e outros órgãos do governo federal. O Conselho de Administração da Petrobras, por exemplo, rende R$ 10 mil por mês. “Jetons” são pagos nos Correios, Finep, BNDES, Itaipu, Sesc, BB etc. ** Campeão: O ministro Mauro Borges (MDIC) ganha R$ 21,6 mil líquidos e mais R$ 40 mil com “jetons” do Conselho do BNDES e do BNDESPar: R$ 62 mil. ** Vice-campeã: A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, tem recebido em torno de R$ 46,8 mil com salário mais jetons da Petrobras e da BR distribuidora. ** O ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) vem logo atrás com R$ 42 mil incluindo o “honorário” de R$ 20.904,99 que recebe do BNDES.

Salário mínimo será de R$ 790 a partir de janeiro

O salário mínimo do ano que vem será de R$ 790. A Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso aprovou novo valor para 2015, que beneficiará 48 milhões de pessoas que têm renda vinculada ao piso nacional. Entre eles, mais de 21 milhões de aposentados e pensionistas do INSS que ganham o mínimo. O aumento será de 9,11% sobre R$ 740.
Já os demais 9,2 milhões de segurados do INSS que recebem acima do piso terão apenas a correção pela inflação. Por lei, o governo usa o INPC como índice para reajustar esses benefícios. Nos últimos 12 meses até novembro, o indicador bateu 6,33%.

O governo tem usado fórmula que garante aumento real para o piso. O cálculo leva em conta a inflação do ano anterior mais a variação do PIB de dois anos anteriores. O mínimo subiu de R$260, em maio de 2004, para R$724, em janeiro deste ano, numa alta de 178,46%. Descontando a inflação do período, o ganho real vai ser superior a 72%.
 
Aumento também para parlamentares
Na mesma proposta aprovada pela CMO foram incluídos pelos parlamentares R$ 900 milhões para garantir o aumento de 26,21% a deputados e senadores que passarão a receber R$33,7 mil por mês. A medida também prevê reajustes dos salários da presidenta Dilma, dos ministros de Estado, que passam a ganhar R$ 30,9 mil, e dos magistrados do Supremo Tribunal Federal (STF) e o procurador-geral da República que terão rendimentos de R$ 33,7 mil por mês.

SBT apresenta o desfile da Victoria's Secret

 
As tops brasileiras Adriana Lima e Alessandra Ambrósio desfilam embaladas pelo som do inglês Ed Sheeran
As últimas tendências da moda estão em destaque no fim de ano do SBT. Hoje, às 23h, a emissora exibe com exclusividade na TV aberta brasileira o ‘Victoria’s Secret Fashion Show’, um dos mais badalados eventos de moda do mundo. Todos os detalhes do desfile, que aconteceu no dia 2 de dezembro em Londres, serão mostrados pela apresentadora Isabella Fiorentino.

Além do show de sensualidade na passarela, o programa destacará ainda as atrações musicais que participaram do ‘Victoria’s Secret Fashion Show’. As apresentações que agitaram o evento ficaram por conta de Taylor Swift, Ariana Grande, Ed Sheeran e Hozier.

Na passarela, marcaram presença as melhores top models do planeta, como as brasileiras Alessandra Ambrósio, Adriana Lima, Isabeli Fontana, Daniela Braga, Laís Ribeiro, Bárbara Fialho e Izabel Goulart, que completou 10 anos consecutivos desfilando para a grife Victoria’s Secret.

Saiba o que abre e o que fecha neste final de ano


Comércio de Belém
Dia 31/12 (quarta) - Funciona das 8h às 20h.
Nos outros dias úteis e aos sábados - das 8h às 22h.
Shopping Castanheira
Dias 29 e 30/12 (segunda e terça-feira) - Aberto de 10h às 22h
No dia 31/12 – as lojas de 10h às 18h e cinemas de 12 às 18h
No dia 01/14 – Abrirão apenas as salas de cinema de 15h às 22h 
Boulevard Shopping 
Dia 29/12 e  30/12 (segunda e terça-feira) - De 10h às 22h
Dia 31 de dezembro, quarta-feira - das 10h às 18h
Dia 1/01 (quinta-feira) - O shopping todo estará fechado, exceto o cinema
Shopping Pátio Belém
Dias 29 e 30 (segunda e terça) - de 10h às 22h
Dia 31/12 (quarta) - de 10h às 18h
Dia 1/01 (quinta-feira) - O shopping todo estará fechado, exceto o cinema
Supermercados em Belém e Ananindeua 
Dias 29 e 30/12 (segunda e terça) - Funcionam normal, de acordo com os horários estabelecidos por cada loja
Dia 31/12 (quarta) - As lojas fecham às 20h, inclusive as do regime “24h”. Clientes que estiverem no interior do supermercado ainda serão atendidos
Dia 1/1/15 (quinta) - Todas as lojas fecham inclusive as do regime “24h”
Dia 2/1/15 (sexta) - Lojas reabrem a partir das 6h ou conforme horário de cada loja.
Casas lotéricas
Dia 31/12 (quinta) - Funcionam até as 13h
Bancos
Dias 29 e 30 de dezembro (segunda e terça-feira) - Funcionam normalmente, de 10h às 16h
Dia 31/12 (quarta) - Não funcionam ao público. Alguns realizam trabalhos internos
1/1/15 (quinta) - Não funcionam
2/1/15 (sexta) - Funcionam normalmente.
INSS
O atendimento retornou desde sexta-feira.
Governo do Estado
O governador do Estado, Simão Jatene, facultou os dias 26 (sexta-feira) e 31 de dezembro. O expediente nos órgãos públicos estaduais funciona com escalas de plantões para serviços essenciais nesses dias facultados.
Prefeitura de Belém
O prefeito Zenaldo Coutinho instituiu ponto facultativo no dia 26 de dezembro (anteontem) e no dia 2 de janeiro de 2015. Serviços essenciais atenderão em regime de plantão.
Detran
Além dos dias facultados pelo Estado (o último é o dia 31 deste mês), os serviços do Detran estão suspensos nos dias 2, 5 e 6 de janeiro de 2015 para atualização do sistema de informações do órgão. 
Escolas públicas de Belém
Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semec), as escolas retornam dia 29 deste mês e encerram o ano letivo no dia 30 de dezembro.
Tribunal de Contas do Estado (TCE)
Ponto facultativo no dia 1º de janeiro.
Estação das Docas 
Segunda (29) e terça-feira (30/12) - Funciona Normalmente, das 10h às 3h da manhã
Dia 31/12 (quarta) - das 10h às 15h e reabre das 21h às 4h (programação de Réveillon)
Dia 1/1/15 (quinta) - Fechada
Dia 2/1/15 (sexta) - Funciona normalmente, das 10h às 3h
Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi
Dia 29/12 (segunda-feira) - Fechado para manutenção (toda segunda-feira)
Dia 30/12 (terça-feira) - Funciona normalmente, das 9h às 17h
Dia 31/1 (quarta-feira) - Aberto das 9h às 13h
Dia 1/1/15 (quinta-feira) - Não abre
Jardim Botânico Bosque Rodrigues Alves
Segunda-feira - Fechado para manutenção (toda segunda-feira)
Dia 31/12 (quarta) - Funciona das 9h às 12h
Dia 1/1/15 (quinta) - Não abre ao público
Dia 2 - De 9h às 12h por conta do ponto facultativo 
Parque Zoobotânico Mangal das Garças:
Dia 29/12 (segunda-feira) - Fechado para manutenção (toda segunda-feira)
Dia 30/12 (terça-feira) - Funciona normalmente, das 9h às 18h
Dia 31/12 (quarta) - Funciona das 9h às 18h
Dia 1/1/15 (quinta) - Não abre ao público
Dias 2, 3 e 4/1/15 (fim de semana) - Funciona das 9h às 18h.
Mangal das Garças oferece as seguintes programações:
Momento Alimentação:
Peixes e tartarugas, às 9h.
Garças, às 11h, 15h e 17h30.
Soltura das Borboletas (Borboletário), às 10h e 16h. 
Hemopa
Não funciona.

Anac interdita aeroporto de Itaituba

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu pousos e decolagem de voos comerciais na pista do aeroporto de Itaituba, no oeste do Pará. De acordo com a Anac, a proibição se deu em virtude de o aeroporto não dispor de um veículo para combate a incêndio. Essa é a segunda vez que a Anac interdita o aeroporto da cidade por falta de segurança. A decisão, em vigor desde a semana passada, pegou de surpresa as duas empresas áreas que operam no município.

Ainda segundo a Anac, o aeroporto de Itaituba está recebendo investimentos que vão adequá-lo para receber a grande demanda, principalmente dos inúmeros garimpos da região. Em 2015, a perspectiva é que já esteja operando com detector de metais, um dispositivo obrigatório que garante a segurança dos usuários. A grande preocupação é que, ao longo do tempo, o aeroporto foi sendo considerado inadequado, fazendo com que a Prefeitura investisse na adequação.

Representantes das companhias aéreas demonstraram extrema preocupação, principalmente por Itaituba fazer parte de conexões regionais, e têm sido parceiros no trabalho de adequação. Até que o problema seja sanado, o acesso ao município se dá apenas pela estrada ou por via fluvial. Passageiros vindos de Belém são obrigados a descer no aeroporto de Santarém e de lá seguir de lancha até a cidade de Itaituba. (OrmNews)

Mega-Sena da Virada tem prêmio estimado em R$ 240 milhões

Já estão valendo as apostas exclusivas para a Mega-Sena da Virada, cujo prêmio está estimado em R$ 240 milhões. Segundo a Caixa Econômica Federal, não haverá sorteio de concurso neste sábado (27).

A Mega-Sena da Virada será sorteada no dia 31 de dezembro. Desde quinta-feira (25), todas as apostas para a Mega concorrerão ao super prêmio da modalidade, inclusive as feitas em volantes regulares.

A Mega da Virada é considerada a mais popular das loterias especiais da Caixa e teve sua primeira edição em 2009. Na ocasião, dois ganhadores dividiram o prêmio de R$ 144,9 milhões.

O prêmio da Mega da Virada não acumula. Caso não haja ganhador com as seis dezenas sorteadas, o valor será dividido entre os que acertarem cinco números, e assim por diante.

A aposta mínima é de R$ 2,50 e pode ser feita em qualquer lotérica do país até as 14h do dia do sorteio, 31 de dezembro. Já bolões têm preço mínimo de R$ 10.

O sorteio do concurso especial será realizado às 20h (horário de Brasília) com transmissão ao vivo pelas TVs abertas.

domingo, 28 de dezembro de 2014

Alegria, alegria!!!

 
Que bom! Após 20 dias de ausência, estarei recepcionando logo mais no aeroporto de Belém, o meu neto Igor e a minha neta Livinha (fotos acima). Passaram as merecidas férias escolares entre Miami e Orlando, curtindo bastante os parques da Disney, com os seus pais.

Em carta, ator Ary Fontoura pede que Dilma ‘renuncie à roubalheira’ e ‘governe com os opositores’

O ator Ary Fontoura, de 81 anos, é uma das poucas vozes do ‘show business’ brasileiro que não se encaixa no perfil chapa-branca descrito na nossa música sobre os artistas do PT.

Com críticas contundentes ao governo em suas páginas nas redes sociais, ele tem destoado da turma que depende das boquinhas do Estado e apoia os candidatos do partido na hora da eleição. Já chamou de eleitoreiro o programa Bolsa-Família pago com os seus impostos, como noticiou a VEJA São Paulo, e na véspera deste Natal publicou no Facebook uma “Carta à Presidente da República Federativa do Brasil – Dilma Rousseff”, na qual só faltou pedir que ela renuncie a si mesma.
 
Abaixo, reproduzimos o texto.
VOTOS DE RENÚNCIA
Meu nome é Ary Fontoura, sou brasileiro, tenho 81 anos, e exerço o ofício de ator. Acredito que, por também ser uma figura pública, Vossa Excelência tenha assistido algum dos meus trabalhos, seja no teatro, no cinema, ou na televisão. Visto que vivemos num país onde a liberdade de expressão é primazia, venho solicitar, através desta carta, me utilizando desta rede social, em nome de mais de duzentos milhões de brasileiros, a sua renúncia. Esforço-me, contudo, em explicar o meu pedido e, antes, permita-me algumas considerações.

Já vivi o bastante e ao longo de todos esses anos pude ver um grande número de presidenciáveis que, desde a Proclamação da República, seja por indicação direta das Forças Armadas, por movimentos revolucionários, por Golpe Militar, ou por voto direto, governaram este país. Assim como a Senhora, sobrevivi aos duros Anos de Chumbo e, confesso, fui um admirador dos companheiros, cujos ideais socialistas lutaram contra o Regime Militar. Mas, depois de todo esse tempo, ainda aguardo um grande Presidente para o nosso país. E acrescento que continuaremos sem tê-lo, enquanto houver um “telefone vermelho” entre Brasília e o Guarujá ou São Bernardo do Campo.

Em 24 de agosto de 1954, o Presidente Getúlio Vargas se matou em seu quarto com um tiro no peito. Na carta-testamento ele registrou: “Eu vos dei a minha vida. Agora ofereço a minha morte. Nada temo. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história”, preferindo o suicídio a se submeter à humilhação que os adversários queriam com a sua renúncia.

Em 1961, o então Presidente Jânio Quadros, alegando “forças ocultas”, renunciou e disse: “Desejei um Brasil para os brasileiros, afrontando, nesse sonho, a corrupção, a mentira e a covardia que subordinam os interesses gerais aos apetites e às ambições de grupos ou de indivíduos, inclusive do exterior. Sinto-me, porém, esmagado. Forças terríveis levantam-se contra mim e me intrigam ou infamam, até com a desculpa de colaboração”.

No próximo dia 1º, Vossa Excelência subirá a Rampa do Planalto em direção à governança. No entanto, a subida será solitária, ainda que partidária e com bases aliadas. Mas saiba que duzentos milhões de brasileiros, mais uma vez, subirão com a Senhora, na esperança de se desenvolverem como cidadãos, e de ascenderem coletivamente num país melhor. Por isso, reforço o meu pedido inicial de “renúncia”.

Como chefe maior dessa Nação, como Presidente ou Presidenta, renuncie à corrupção, aos corruptores, aos corrompíveis, aos corrompidos; renuncie à roubalheira política, aos escândalos na Petrobras; renuncie à falta de vergonha e aos salários elevados de muitos parlamentares; renuncie aos altos cargos tomados por ladrões; renuncie ao silêncio e ao “eu não sabia”; renuncie aos Mensaleiros; renuncie ao apadrinhamento político, aos parasitas, ao nepotismo; renuncie aos juros altos, aos impostos elevados, à volta da CPMF; renuncie à falta de planejamento, à economia estagnada; renuncie ao assistencialismo social eleitoreiro; renuncie à falta de saúde pública, de educação, de segurança (Unidade de Polícia Pacificadora não é orgulho para ninguém); renuncie ao desemprego; renuncie à miséria, à pobreza e à fome; renuncie aos companheiros políticos do passado, a velha forma de governar e, se necessário, renuncie ao PT.

Dizem que o Natal é uma época de trégua e que em Brasília a guerra só recomeça depois do Ano Novo. Para entrar na história, porém, não será necessário ser extremista como Getúlio e Jânio e renunciar a Presidência da República, mas será necessário não renunciar ao seu país, ao seu povo. Governe com os opositores, governe com autonomia. Faça o seu Natal ser particularmente inspirador e se permita que a sua história futura seja coerente com o seu passado, porque o brasileiro tem o coração cheio de sonhos e alma tomada de esperanças. Votos de um Feliz Natal!

sábado, 27 de dezembro de 2014

Novo comandante para a PM

O coronel Roberto Campos (foto), que está à frente do Comando da Capital, foi convidado pelo governador Simão Jatene para ser o comandante da Policia Militar - e aceitou. O também coronel Hilton Benigno assumirá o cargo de sub-comandante. (Fonte: Repórter 70 - O Liberal)
Passado militar
Além de Aldo Rebelo, defenestrado do Esporte e que teve de engolir Ciência, Tecnologia e Inovação, o companheiro mais desconfortável no novo ministério de Dilma é mesmo o governador que se despede da Bahia, Jaques Wagner. Elegeu seu sucessor, deu para a presidente mais de cinco milhões de votos em seu Estado, participou de reuniões de campanha, foi cotado para grandes cargos e acabou na Defesa. “Aceitei porque ela me escalou. Nunca liguei para cargos que tivessem muitas licitações”. Wagner não terminou seu curso de Engenharia: no passado, estudou sete anos no Colégio Militar do Rio. Nem pensa em usar uniforme de camuflagem como fez Nelson Jobim, embora sua mulher, Fátima Mendonça, acha que ele “ficaria uma graça em roupa de combate”.
Contra professores
O senador e educador Cristovam Buarque (PDT-DF), que foi ministro da Educação no primeiro governo de Lula (e foi demitido pelo telefone), tratou de lembrar, pelas redes sociais, que a nomeação do ainda governador do Ceará, Cid Gomes, para a Educação, equivale a um insulto aos professores. Ele lembra que, no passado, Cid atacou a categoria, dizendo que “professor é profissão para quem não quer ganhar dinheiro”. E acentua que Gomes não queria aceitar a Pasta: “A presidente teve de convencê-lo”.
Pé no petróleo
A ex-ministra do Supremo, Ellen Gracie, está no comitê da Petrobras que investigará o propinoduto na estatal. Ellen já teve um pé no petróleo, nos tempos em que integrava o Conselho de Administração da OGX, empresa petrolífera de Eike Batista. Na época da explosão da companhia, acionistas levantaram a hipótese de que todos os integrantes do Conselho deveriam ter antecipado a situação. A ex-ministra demitiu-se do cargo, mantendo sua reputação.
Preparação
O ainda ministro de Minas e Energia, Edison Lobão que voltará ao Senado e não terá nenhuma chance de ocupar outro posto no segundo governo Dilma, já está preparando seu bloco de advogados: tem certeza de que será denunciado em fevereiro pelo procurador-geral Rodrigo Janot por envolvimento no esquema da Petrobras.
Mais um
A vida de Ayrton Senna – quem diria – também vai virar um espetáculo musical. Os direitos foram vendidos pela família do piloto a uma produtora e a peça deverá estrear ainda em 2015. Detalhe: de cara, a família já mandou colocar no contrato que não quer que um personagem inspirado em Adriane Galisteu tenha grande destaque. A heroína deverá ser a personagem de Xuxa Meneghel.
Playboy ameaçada
No ano em que completa 40 anos de Brasil, a revista Playboy poderá ser fechada: baixa circulação e pouco faturamento. Há um ano, a Editora Abril já cogitou seu fechamento. A edição brasileira é a terceira mais antiga do mundo. Hoje, circulam 34 edições fora dos Estados Unidos e sete já fecharam. No final dos anos 90, com Joana Prado (Feiticeira), Playboy bateu seu recorde com 1,25 milhão de circulação. Neste segundo semestre, uma edição vendeu apenas 98 mil exemplares. Antes, a Editora Abril deverá fechar Men’s Health.

FELIZ 2015, LEITORES(AS)!

Ó VIRGEM MÃE AMOROSA, FONTE DE AMOR E DE FÉ, DAÍ, EM TODOS OS DIAS DO ANO NOVO, A VOSSA BENÇÃO BONDOSA A TODOS(AS) QUE, EM 2014, ACESSARAM ESTE BLOG.
===

Na coluna do Hamilton Gualberto (jornal Amazônia)

Esquentou
O clima entre a diretoria eleita do Remo e o Conselho Deliberativo está insuportável. Alguns Grandes Beneméritos não aceitam o tratamento discriminativo adotado, de repulsa aos “velhos” cardeais, excluindo-os da posse da diretoria na semana passada.
De boa fé
Talvez essa atitude não seja emanada do presidente, que age de boa fé, mas não entende nada de etiqueta, boas maneiras ou cerimonial. Mas quem o cerca, como o vice e o “tal” diretor geral, cargo que não existe no clube, podem estar contribuindo para a discórdia.
Dá-lhe o poder
Por isso, o Ubirajara Salgado não deve se incomodar com a postura da diretoria e nem reclamar das acusações que são feitas ao presidente Pirão. Afinal, queres conhecer homem, dá-lhe o poder. E essa regra está sendo rigorosamente cumprida no Remo.

Saiba como foi o 25 de dezembro de Michelle e Barack Obama

USA-OBAMA/
Barack e Michelle Obama agradeceram às tropas americanas no dia de Natal 
Como parte de uma tradição, Barack e Michelle Obama passaram o Natal no Havaí, onde nasceu o presidente. O casal aproveitou para visitar a base militar da Marinha na baia de Kāneʻohe em pleno dia 25. Obama agradeceu aos soldados pelos serviços prestados ao país, mas levou tudo em um clima de descontração. Um soldado soltou um “Huah!”, grito de guerra tradicional dos militares dos Estados Unidos, e todos aplaudiram, enquanto o presidente falava do fim oficial do envolvimento dos Estados Unidos nos combates no Afeganistão, depois de 13 anos de conflitos. “Por causa do serviço extraordinário dos homens e mulheres das Forças Armadas norte-americanas, o Afeganistão tem a chance de reconstruir o próprio país”, disse Obama.

Cid Gomes defende mudança em currículo do ensino médio

Escolhido para comandar o Ministério da Educação no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, o governador do Ceará, Cid Gomes, defende que nos próximos quatro anos seja feita uma revisão dos currículos no ensino médio que possibilite ao aluno se aprofundar nas áreas com as quais tenha mais afinidades. Cid acredita que os estudantes não devem ser obrigados a ter conhecimento sobre todas as áreas, como é atualmente.

— Se o jovem tem vocação mais para a área tecnológica, aprofundar matemática, física; se tem vocação mais para a área de humanas, poder ter sociologia, fiolosofia. Não forçar todos a terem tudo, como é hoje, que se obriga todos os alunos do ensino médio a terem conhecimento sobre todas as áreas. Como é uma novidade, vai de encontro à tradição de pelo menos 40 anos no país, deve ser precedido de uma grande discussão, vamos ouvir experiências de outros países, tem diversos modelos, mas acho que é possível mudar em quatro anos — disse ao GLOBO.

Cid diz saber da necessidade de mais recursos para a Educação, mas acredita que as providências que podem ser tomadas o estão senado feitas pelo Congresso Nacional – como o aumento do percentual do PIB para a área – e diz que quer redefinir prioridades no financiamento educacional.  — Em qualquer área precisaria de mais recursos, mas tem que ter os pés no chão e fazer com o que tem — afirma.

Sobre o salário dos professores, ressalta que irá procurar agir “como magistrado”, sem tomar parte dos professores – que reconhece são “muito mal” remunerados –, mas com consciência das limitações. Indica que mudanças ocorrerão apenas a partir da previsão legal de reajuste, sem sinalizações a respeito de aumentos mais significativos para a categoria.

É hoje o "Jogo das Estrelas de Zico"

Com a escalação do anfitrião Zico confirmada, será realizada neste sábado a 11ª edição do Jogo das Estrelas, no Maracanã. Homenageando os jogadores estrangeiros que já atuaram no Brasil, o tradicional evento beneficente de fim de ano começa às 16h, com uma partida entre artistas, e terá seu jogo principal às 18h.

“É sempre bom estar em eventos desta natureza. E não posso deixar de participar justamente do jogo que organizo. Neste ano, tivemos a brilhante ideia de homenagear jogadores estrangeiros que passaram por aqui. Além do lado beneficente, sempre marcante, que isso possa ficar na história do novo Maracanã”, afirmou Zico.

Entre os nomes confirmados na partida, estão Robinho, Deco, Edmundo, Sheik, Júnior, Juninho Pernambucano, Renato Gaúcho, Falcão (futsal), Leonardo, Vampeta e Zinho. Já a lista de estrangeiros inclui Seedorf, Petkovic, Romerito, Asprilla e “El Tigre” Ramirez, entre outros.

“Será muito legal. Estou feliz por todos terem aceitado esse desafio. Todo ano temos muita gente boa para presentear o público. Não será diferente nessa edição”, completou Zico.
 
Casa cheia
Mais de 40 mil ingressos já foram vendidos para o Jogo das Estrelas. As entradas custam R$ 20. Para a partida, o Maracanã montou um esquema especial de atendimento ao torcedor, com abertura dos portões às 14h.

Fique atento: Sobe multa por deixar de assinar carteira de doméstica

Patrões que não respeitarem os direitos trabalhistas das domésticas vão pagar multas mais altas. A medida, aprovada pelo Ministério do Trabalho esta semana por meio de portaria, já está valendo e impõe aumentos aos valores da punições já previstas pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Pela portaria publicada na terça-feira no Diário Oficial da União, se o empregado for prejudicado por mais de 30 dias de serviço prestado — ou seja, se não tiver seus direitos cumpridos — será acrescido 1% por cada mês trabalhado sobre a multa que consta na CLT.

Um patrão que não paga o 13º salário ao empregado, por exemplo, é obrigado hoje a desembolsar R$ 170,26 como punição. Pelas novas normas, a esse valor seria cobrado mais 1% por cada mês que o funcionário trabalhou. Isso significa que em um ano de serviço, a multa passaria a R$ 190,69, com os 12% de aumento.

Além disso, se o trabalhador tiver mais de 50 anos de idade, o percentual de aumento sobe a 30%. E, no caso de menores de 17 anos, 50%.

Já o valor da multa aplicada em razão da falta de anotação da data de admissão e da remuneração da doméstica na carteira de trabalho será dobrado, em relação ao valor estabelecido pela CLT. 

Incentivo para formalizar
A portaria estabelece ainda que o valor da multa será reduzido pela metade se o empregador reconhecer voluntariamente o tempo de serviço do empregado, efetuar as anotações pertinentes e recolher as contribuições previdenciárias devidas. É um estímulo para o patrão regularizar o INSS do trabalhador e assinar a carteira. E mais: o patrão que formaliza a situação do funcionário sem que ele tenha que entrar na Justiça ainda resulta na vantagem de não pagar multa alguma e evitar gastos com advogados. (O Dia)

Último fim de semana para comprar carro com IPI baixo

Os consumidores devem aproveitar o último fim de semana para comprar carro zero quilômetro antes do aumento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Com fim da redução das alíquotas, em 1º de janeiro, os veículos populares ficarão, em média, 4,52% mais caros, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Diretores de revendedoras avaliam que a alta pode chegar a 6% em função do reajuste de 1% a 1,5% feito pelas montadoras.

Ano Novo começa com mais um reajuste na conta de luz

A conta de luz vai ficar mais cara em janeiro. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou ontem que o sistema de bandeiras tarifárias indicou sinal vermelho para os valores do primeiro mês do ano. Com esta sinalização nas contas, o consumidor terá que arcar com um acréscimo de R$ 3 a cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumido. De acordo com a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), o consumo médio para uma família com quatro pessoas é de 200 kWh.

Simulação feita no site da Light mostra que o valor gasto para esse consumo seria de R$ 99,55, sem o sistema de bandeiras. Isso significa que a família pagaria no fim do mês R$ 105,55, levando em consideração o acréscimo de R$ 6.

A partir do mês que vem, as contas de luz virão classificadas por cores: verde, amarela e vermelha — que informarão as condições de geração de energia. As tarifas poderão ter aumentos e reduções mensais, dependendo das coloração. No caso da bandeira verde, as contas não sofrem acréscimo. Na amarela, o aumento é de R$ 1,50 para cada 100 kWh. Já na vermelha, a tarifa sofre acréscimo de R$ 3 pelo mesmo consumo.

“A maioria da energia elétrica produzida no Brasil é proveniente de fontes hidrelétricas, e o cenário hidrológico não tem sido favorável para este tipo de geração desde 2012. Com efeito, o Operador Nacional do Sistema tem acionado cada vez mais as usinas termelétricas, cujo custo de produção é mais elevado. Assim, o sistema de bandeiras tarifárias visa adaptar de maneira dinâmica estes custos extras de curto prazo na geração de energia às tarifas dos consumidores”, explicou a Abradee, em nota.

De acordo com a associação, a medida visa, também, sensibilizar a sociedade e os consumidores sobre sua responsabilidade no uso racional de recursos naturais limitados e nos impactos ambientais e econômicos do utilização não eficiente da energia.

Proprietário de um bar na Lapa, Manuel Tinoco está preocupado com os gastos extras. “Eu já gasto cerca de R$ 2.500 por mês com a luz e terei que me reorganizar para desembolsar mais ainda. É triste, prejudica a todos empresários, principalmente. Com a mudança, terei que economizar no bar, caso contrário, ficará muito difícil pagar as contas”, diz.

Procuradas, a Light e a Ampla, que atendem à maior parte da população do Estado do Rio, informaram que não se pronunciariam sobre o assunto por enquanto.

AS BANDEIRAS

VERMELHA
Esta bandeira na conta indica que o custo da energia elétrica no mês está alto, com maior acionamento de usinas termelétricas por parte do governo. Então, a cada 100 kWh de consumo, haverá adicional de R$ 3 na conta de luz.

AMARELA
A bandeira indica condições de geração de energia menos favoráveis, com necessidade de economizar luz. A tarifa da conta de luz sofre acréscimo de R$1,50 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos.

VERDE
Quando o consumidor receber a conta com a bandeira verde, é sinal que as condições de geração de energia são favoráveis. Portanto, a tarifa não sofre nenhum acréscimo. Mas é importante ter um consumo consciente.

SAIBA ECONOMIZAR

CHUVEIRO ELÉTRICO
Evite banhos demorados e em horários de pico, das 18h às 21h. Usar a chave seletora na posição verão ajuda a reduzir o consumo de energia elétrica em até 30%. Ao ensaboar-se, desligue a torneira do chuveiro para economizar água e luz.

AR-CONDICIONADO
É importante manter o filtro sempre limpo e o termostato regulado. A potência do ar (BTUs) precisa ser adequada ao tamanho do ambiente, evitando desperdício de energia. Para melhorar o desempenho do aparelho, o ideal é manter portas e janelas bem fechadas. Ao sair do ambiente, lembre-se de desligar o aparelho. Dê preferência aos que têm Selo Procel de economia de energia.

ILUMINAÇÃO
Substitua lâmpadas incandescentes por fluorescentes, que consomem até 75% menos e duram mais. Durante o dia, aproveite a iluminação natural. Abra janelas e cortinas. Use sensores de presença em áreas comuns de baixa circulação para evitar que a luz fique acessa direto.

GELADEIRA E FREEZER
Instale os aparelhos em locais afastados da parede, do Sol e do fogão. Não guarde alimentos quentes nem sem tampas. Regule o termostato. Ao fazer viagens longas, esvazie e desligue da tomada. Verifique se a borracha da porta está em boas condições de uso. LAVAR E PASSAR ROUPAS

Para economizar água e energia, o ideal é juntar quantidade grande de roupas e lavar e passar de uma única vez. Use a temperatura indicada para cada tipo de tecido

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Quem não se comunica...

Não há dúvida: em todas as cidades brasileiras a disputa (em 2016) por uma cadeira no parlamento municipal será grande, porque há indícios de que a maioria dos atuais vereadores não conseguirá emplacar novo mandato. Também, pudera, com raras exceções, eles vêm demonstrando comportamento que lembra muito certas ordens religiosas: se não fizeram votos de castidade nem de pobreza, parecem terem feito voto de obediência com inesgotável vocação para aceitar, aprovar e defender tudo o que e como quiserem os prefeitos de plantão.

Aliás, dentro deste assunto, lembro que este blog nunca recebeu quaisquer informações oriundas das assessorias de comunicação da Câmara Municipal de Santarém. Portanto, ignoramos completamente o que dizem ou deixam de dizer, o que fazem ou deixam de fazer os ilustres vereadores da Pérola do Tapajós. O jeito é nos basearmos nas vozes das ruas para avaliar a atuação de cada um deles e, pelo que ouvimos, pouco são os fatos que merecem destaque. Assim, consideramos sem sentido a reclamação de um parlamentar santareno que, através de e-mail, mostra-se insatisfeito com o que considera omissão deste blog em relação às atividades do Poder Legislativo local. Excelência, já dizia Chacrinha: "Quem não se comunica, se estrumbica".

Pega fogo, sim.

Quem diria, hein? Aquela viúva bonitona que recentemente mostrava-se " inconsolável" com a perda do maridão, já está nos braços de outro. Pensando bem, isso não deve ser motivo de surpresa, porque viúva é como lenha verde: chora, mas pega fogo.

Curtindo numa boa

Crise? Que crise? Nos fins de semana todos os barzinhos chiques e os botecos situados nos bairros periféricos de Belém ou de qualquer outra cidade brasileira, estão lotados, com ricos e pobres curtindo um bom papo, uma paquera, saboreando muitas "geladas". Tá certo! É como diz o irreverente jornalista José Simão: "Nóis sofre, mas nóis goza!"

Em alta

Ele mesmo certa vez disse: "Prestigio de político é como a maré, desce e sobe". Jader Barbalho, caladinho, caladinho, com a sua reconhecida habilidade e navegando em maré alta em Brasília, conseguiu emplacar o filho Helder, no Ministério da Pesca.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

O consumidor e as compras de Natal

Está é uma época de presentear os amigos e familiares. Mas nem sempre esta tarefa é fácil. Além de enfrentarmos as filas no comércio, no shopping, sempre existem as dúvidas sobre que presentes comprar. E, frequentemente, damos presentes que não agradam ou simplesmente não serve para nossos amigos e familiares. Nestes casos eles irão precisar trocar este presente mas, o que muita gente não sabe, é que as lojas não são obrigadas a trocar os presentes!

Quando a compra é realizada pela internet – ou telefone – existe o ‘Direito ao arrependimento’ em que o comprador tem o direito à troca ou devolução do produto em até 7 dias do recebimento do mesmo. Vejamos o texto legal:

Art. 49. O consumidor pode desistir do contrato, no prazo de 7 dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação de fornecimento de produtos e serviços ocorrer fora do estabelecimento comercial, especialmente por telefone ou a domicílio.
Parágrafo único. Se o consumidor exercitar o direito de arrependimento previsto neste artigo, os valores eventualmente pagos, a qualquer título, durante o prazo de reflexão, serão devolvidos, de imediato, monetariamente atualizados.


Mas, quando estamos compramos um presente para dar esta possibilidade de aplicação da lei é inviável já que entregaremos este presente a outro e o prazo de sete dias se passará muito rapidamente.

E quando comprarmos pessoalmente nas lojas estas não tem a obrigação de efetuar a troca simplesmente porque nosso presenteado não gostou do mesmo. Por isto, nesta época de Natal é importante você sempre perguntar na loja se eles aceitam trocas caso o presente não agrade. É uma prática muito comum no comércio e a maioria das lojas aceitam estas trocas mas é bom se precaver e perguntar antes de comprar. Outra coisa importante: geralmente as lojas não trocam produtos vendidos em liquidações. Novamente, informe-se. Nem no caso do produto ter uma defeito o estabelecimento – ou fabricante – terá a obrigação de trocar imediatamente. Nestes casos, primeiramente estes terão o direitos de tentar consertar o produto antes de efetuar a troca. E o prazo para isto é de 30 dias. Os artigos 18 e 19 do CDC versam sobre isto. Vamos ver o artigo 19:

Art. 19. Os fornecedores respondem solidariamente pelos vícios de quantidade do produto sempre que, respeitadas as variações decorrentes de sua natureza, seu conteúdo líquido for inferior às indicações constantes do recipiente, da embalagem, rotulagem ou de mensagem publicitária, podendo o consumidor exigir, alternativamente e à sua escolha:
I – o abatimento proporcional do preço;
II – complementação do peso ou medida;
III – a substituição do produto por outro da mesma espécie, marca ou modelo, sem os aludidos vícios;
IV – a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos.
Fonte: Blog do Consumidor

Dilma anuncia Helder Barbalho, Jaques Wagner, Cid Gomes e mais 10 novos ministros

Após intensas negociações com partidos da base aliada, a presidente Dilma Rousseff anunciou ontem (23), por meio de nota oficial, os nomes de 13 novos integrantes do primeiro escalão do governo federal. Entre os ministros que atuarão no segundo mandato da petista estão os governadores da Bahia, Jaques Wagner (PT), do Ceará, Cid Gomes (PROS), e o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD).

Segundo o Palácio do Planalto, Jaques Wagner assumirá o Ministério da Defesa, Cid Gomes ficará no comando do Ministério da Educação e Kassab administrará a pasta das Cidades. O Palácio do Planalto também confirmou a permanência no primeiro escalão do ministro do Turismo, Vinicius Lages, indicado pelo PMDB.

A presidente também definiu os nomes dos novos titulares de outros nove ministérios: Agricultura, Aviação Civil, Ciência e Tecnologia, Controladoria-Geral da União (CGU), Esportes, Igualdade Racial, Minas e Energia, Pesca e Portos.

Neste novo lote de ministros, Dilma contemplou o PMDB, seu principal sócio no governo. O partido comandado pelo vice-presidência da República, Michel Temer, teve sua reivindicação atendida pela chefe do Executivo e passará a comandar seis pastas a partir de 2015. No primeiro mandato, a legenda aliada esteve à frente de cinco ministérios.

Os peemedebistas deixarão a gestão do Ministério da Previdência, porém, passarão a administrar as secretarias da Pesca e dos Portos, que também têm status de ministério. Além disso, o partido permanecerá à frente das pastas da Agricultura, das Minas e Energia, da Aviação Civil e do Turismo.

Veja abaixo a lista completa de ministros anunciados nesta terça pela presidente:

Agricultura: Kátia Abreu (PMDB-TO)
Senadora de Tocantins, Kátia Abreu, 52 anos, é presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA). Ela foi a primeira mulher a assumir a presidência da entidade. Em 1998, foi eleita pelo antigo PFL primeira suplente na Câmara dos Deputados. Assumiu a cadeira por dois anos, tendo comandado a bancada ruralista na Casa. A aproximação com a presidente Dilma ocorreu nos primeiros meses do primeiro governo da petista.

Aviação Civil: Eliseu Padilha (PMDB-RS)
O ex-deputado federal Eliseu Padilha é um dos políticos mais próximos ao vice-presidente da República e presidente do PMDB, Michel Temer. Padilha foi ministro dos Transportes no governo Fernando Henrique Cardoso e tem histórico de confronto político com o PT no Rio Grande do Sul. Apesar de ter apoiado o PSDB nas campanhas presidenciais de 2002 e 2006, ele aderiu à base aliada da presidente Dilma Rousseff por orientação da cúpula do PMDB. Por conta do histórico de alinhamento ao PSDB, a indicação de seu nome enfrentou resistência no Planalto.

Cidades: Gilberto Kassab (PSD-SP)
O novo ministro Gilberto Kassab já foi opositor do governo do PT na época em que integrava o DEM. Kassab assumiu a prefeitura da cidade de São Paulo em 2006, quando José Serra deixou o cargo para disputar o governo paulista. Em 2008, foi eleito para mais um mandato. Em 2011, criou o PSD e se tornou um dos nomes mais influentes da política nacional. Ao deixar a legenda oposicionista, conseguiu enfraquecer a oposição – na época, o DEM perdeu 11 de seus então 46 deputados federais – e se aproximar do Palácio do Planalto. Atualmente, o PSD de Kassab tem 45 deputados federais, a quarta maior bancada da Câmara.

Ciência e Tecnologia: Aldo Rebelo (PCdoB-SP)
Ex-presidente da Câmara dos Deputados, o alagoano Aldo Rebelo, 55 anos, será deslocado para o Ministério de Ciência e Tecnologia a partir de 2015. Ele estava no comando do Ministério dos Esportes há quatro anos. No período em que esteve à frente da pasta, coordenou as obras públicas federais da Copa do Mundo e os preparativos para a Olimpíada de 2016, que será sediada no Rio. Entre 2004 e 2005, durante o governo Lula, Aldo chefiou a Secretaria de Relações Institucionais.

Controladoria Geral da União (CGU): Valdir Simão (sem partido)
Escolhido pela presidente Dilma Rousseff para substituir Jorge Hage no comando da CGU, Valdir Simão é auditor de carreira da Receita Federal, mas nos últimos anos ocupou posições estratégicas em ministérios, secretarias e na Previdência Social. Conhecido por ser um "gestor eficiente", ele ocupa hoje o cargo de secretário-executivo da Casa Civil.

Defesa: Jaques Wagner (PT-BA)
Governador da Bahia desde 2007, Jaques Wagner foi um dos principais coordenadores da campanha de Dilma Rousseff à reeleição. Um dos fundadores do PT, o político foi ministro do Trabalho no governo do ex-presidente Lula. Em 2005, no momento mais delicado do governo do ex-presidente – quando se revelou o esquema do mensalão – assumiu a Secretaria de Relações Institucionais (SRI). É tido como um político “conciliador” pelo Planalto.

Educação: Cid Gomes (PROS-CE)
Filho de prefeito, irmão de um ex-ministro de Estado e de um deputado estadual, Cid Gomes é governador do Ceará desde 2007. Sobral, a cidade natal de Cid, inspirou programas nacionais de educação. O Programa de Alfabetização na Idade Certa, desenvolvida inicialmente em Sobral, foi a base para a criação do Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa, do Governo Federal. O programa foi criado quando Cid era prefeito de Sobral e executada a partir de 2007.

Esportes: George Hilton (PRB-MG)
Líder do PRB na Câmara, o deputado federal George Hilton, 43 anos, está em seu terceiro mandato por Minas Gerais. Ele assumirá o Ministério do Esporte no lugar de Aldo Rebelo (PCdoB), que ficará com a pasta de Ciência, Tecnologia e Inovação. Hilton foi indicado na cota do PRB, partido da base aliada do governo federal.

Igualdade Racial: Nilma Lino Gomes (sem partido)
Sem filiação partidária, a futura ministra é graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Educação pela UFMG, Nilma tem doutorado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo e pós-doutorado, em Sociologia, pela Universidade de Coimbra (Portugal). Ela fará parte da cota pessoal de Dilma no primeiro escalão. Em 2013, Nilma se tornou a primeira mulher negra a assumir a direção de uma universidade federal, quando foi empossada reitora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

Minas e Energia: Eduardo Braga (PMDB-AM)
Líder do governo no Senado, Eduardo Braga governou o Amazonas entre 2003 e 2010, ano em que renunciou para concorrer a uma vaga no Senado. Nas eleições deste ano, tentou eleger-se novamente ao governo do Amazonas, mas foi derrotado por José Melo (PROS). Como líder do governo, foi um dos articuladores políticos do novo Código Florestal no Congresso. Em sua trajetória política, também foi vereador, deputado estadual, deputado federal, vice-prefeito e prefeito de Manaus.

Pesca: Helder Barbalho (PMDB-PA)
Indicado para a Secretaria da Pesca e Aquicultura na cota do PMDB, Helder Barbalho é filho do senador Jader Barbalho (PMDB-PA). Natural de Belém, Helder tem 35 anos. Até então, o cargo público mais alto que havia exercido era o de prefeito de Ananindeua, município do interior do Pará. Neste ano, ele disputou o governo paranaense, mas perdeu a eleição para Simão Jatene (PSDB).

Portos: Edinho Araújo (PMDB-SP)
Ex-prefeito de São José do Rio Preto (SP) e de Santa Fé do Sul (SP), Edinho Araújo foi filiado à Arena – partido que apoiou o regime militar – e ao PPS antes de ingressar no PMDB. Em 2014, ele se elegeou para seu quarto mandato na Câmara dos Deputados. No Legislativo, Araújo relatou o projeto de lei que criou a Comissão Nacional da Verdade.

Turismo: Vinicius Lages (PMDB-AL)
Antes de assumir o Ministério do Turismo, em março deste ano, Vinicius Lages, 57 anos, ocupava o cargo de gerente da Unidade de Assessoria Internacional do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa). Neste ano, Lages coordenou o programa do Sebrae de apoio e preparação de empresas para a Copa do Mundo. O ministro do Turismo fez doutorado em Economia do Desenvolvimento na França. Ele também tem especialização em Economia de Serviços, Turismo e Desenvolvimento de Negócios.