Fale com este blog

E-mail: ercio.remista@hotmail.com
Celular: (91) 8136-7941
Para ler postagens mais antigas, escolha e clique em um dos marcadores relacionados ao lado direito desta página. Exemplo: clique em Santarém e aparecerão todas as postagens referentes à terra querida. Para fazer comentários, eis o modo mais fácil: no rodapé da postagem clique em "comentários". Na caixinha "Comentar como" escolha uma das opções. Escreva o seu comentário e clique em "Postar comentário".

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

FELIZ ANO NOVO!

2016 está chegando ao fim. Poucos, felizes, rindo à toa. E multidões com fome, sem amor, sem assistência, sem emprego e, o que é pior, pobres até de esperanças. Mas, a vida continua. Almejo que 2017 seja bem melhor para todos, ricos e pobres.

Às queridas leitoras e aos prezados leitores deste blog, como também aos  amigos e as amigas do Facebook, desejamos que a paz de DEUS e o frescor do ESPÍRITO SANTO estejam em seus pensamentos. Que JESUS se manifeste de uma maneira jamais experimentada por vocês. Que seus desejos sejam atendidos, inclusive seus sonhos mais íntimos e suas orações sejam respondidas. 

Nossa oração é para que vocês tenham FÉ. Nossa oração é pela paz, cura, saúde, felicidade, prosperidade, alegria e um verdadeiro e eterno amor a DEUS. 

Recesso

A partir de hoje (29) farei uma pequena pausa. Volto a atualizar este blog em 10 de janeiro. Encerro, repetindo o poeta Carlos Drummond de Andrade: "aos leitores, gratidão, essa palavra-tudo".

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Governo autoriza comércio a cobrar preços diferentes para cartão e dinheiro

A partir de ontem (27/12), comerciantes podem oficialmente cobrar preços diferentes para compras feitas em dinheiro, cartão de débito ou cartão de crédito. A prática passou a ser liberada pela Medida Provisória 764/2016, a 12ª assinada em dezembro pelo presidente Michel Temer (PMDB).

O texto vale para bens e serviços, anulando inclusive qualquer cláusula contratual que proíba ou restrinja a diferenciação de preços.

A MP tem força de lei durante 120 dias e, para continuar válida depois, precisa ser aprovada pelo Congresso. Com informações da Agência Brasil.
Clique aqui para ler a Medida Provisória 764/2016.

Carrie Fisher, a Princesa Leia de 'Star Wars', morre aos 60 anos

Um comunicado da família, divulgado pela revista People, diz que Fisher morreu às 8h55 da manhã de ontem. "É com uma tristeza muito profunda que Billie Lourd (sua filha) confirma que sua amada mãe Carrie Fisher faleceu às 8h55 desta manhã. Ela era amada pelo mundo e sua falta será sentida profundamente. Toda nossa família agradece pelos pensamentos e orações", diz o comunicado.
 
Carrie Fisher, a Princesa Leia de 'Star Wars'
Fisher sofreu um ataque cardíaco durante um voo na última sexta-feira, enquanto viajava de Londres, na Inglaterra, a Los Angeles, nos Estados Unidos. Ela foi levada por paramédicos para um hospital após o avião pousar no aeroporto LAX.

A atriz repetiu sua atuação como Leia recentemente em Star Wars: O Despertar da Força (2015), e deve aparecer no oitavo episódio da série, ainda sem nome oficial, com estreia prevista no Brasil para 15 de dezembro de 2017.

Alter do Chão na rota de famosos

Leticia (Lelê) Veloso e o empresário Alexandre Pernet, que toca a direção da Soul Kitchen (que promove festas gastronômicas em espaços como Praça das Artes, Galeria Metrópole e Masp, em São Paulo) , passam o Revéillon 2017 em Alter do Chão, no Pará – o destino foi cenário do casamento deles no mês passado.

Saiba o que abre e o que fecha neste fim de ano, em Belém

As agências bancárias do Estado garantem atendimento normal ao público somente até a próxima quinta-feira (29), segundo o Sindicato dos Bancários do Pará. Na sexta-feira (30), haverá apenas expediente interno. Os supermercados de Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bárbara funcionam no sábado, véspera de Ano-Novo, até às 20h. No domingo, dia 1º, todas as lojas estarão fechadas, retornando às atividades na segunda-feira (2), em horário normal, conforme o funcionamento de cada estabelecimento.

Os shoppings da cidade também estão com horário de funcionamento especial, por causa das comemorações de Ano-Novo. No sábado, 31, o Castanheira Shopping abre suas lojas das 10 às 18h. A praça de alimentação e Amazon Fantasy, funcionam das 10 às 18h e o cinema das 12 às 18h. No domingo, 1°, as lojas ficam fechadas, assim como a praça de alimentação e a Amazon Fantasy. O cinema funciona das 15 às 22h.

O Shopping Bosque Grão-Pará abre as lojas e a praça de alimentação, no sábado, das 10 às 18h. No domingo, lojas e praça de alimentação também permanecerão fechadas. O Boulevard Shopping ficará aberto das 8 às 18h, no sábado, e fechado no domingo, mas o cinema funciobnará de acordo com a programação.

No sábado, o Shopping Pátio Belém abre das 10 às 18h e no domingo fica fechado. A Estação das Docas estará aberta ao público, no dia 31, no horário das 10 às 18h. No dia 1º, o espaço ficará averto das 11h à zero hora. Na segunda-feira, 2, o atendimento volta ao normal, das 10 à meia-noite.

O Mangal das Garças abre das 9 às 18h, no sábado, mas permanece fechado no domingo e na segunda-feira. No sábado, o Bosque Rodrigues Alves estará aberto de 8 às 14h. Já no domingo e na segunda-feira, o espaço estará fechado, reabrindo normalmente na terça-feira, 3, das 8 às 17h.

Galeria de Amigos: JOSÉ WILSON e VICENTE FONSECA

Filhos do saudoso casal Wilson (maestro Isoca) e Rosilda Fonseca, estes meus dois queridos amigos são pessoas íntegras, admiráveis e muito talentosas como escritores, poetas, músicos, compositores, magistrados da Justiça do Trabalho, enfim, em tudo que já fizeram e fazem. Amam sua terra natal - Santarém.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Grata lembrança: Craques de sinuca

Santarém/década de 90: No Iate Clube de Santarém as disputas nas mesas (ainda existem?) de sinuca eram bastante concorridas, principalmente nas manhãs de domingo. A foto mostra seis habilidosos jogadores: Nelson Machado, Edilson, Ercio Bemerguy, José Maria Lobato, Wilson Uchoa e Dario Coimbra.

Senado ameaça mandato para ministro do STF

No Diário do Poder - Claudio Humberto
Após as últimas liminares concedidas pelos ministros Marco Aurélio e Luiz Fux, ganhou força no Senado a PEC 35/2015, estabelecendo mandato de dez anos para os membros do Supremo Tribunal Federal (STF). A PEC, de autoria do senador Lasier Martins (ex-PDT-RS), está pronta para ser votada desde fevereiro deste ano, quando foi aprovada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado. ** A PEC 35 modifica o processo de escolha para ministro do STF e o torna inelegível pelo prazo de cinco anos, após o término do mandato. ** Ao defender sua proposta, Lasier Martins disse que a vitaliciedade no cargo pode trazer “vários riscos à estabilidade institucional”. ** Pela PEC, além de idades mínima e máxima, para ser ministro do STF serão exigidos notável saber jurídico e 15 anos de atividade jurídica. ** O presidente continuará escolhendo ministros do STF, mas a partir de lista tríplice, elaborada por um colegiado de ministros de tribunais.

Morre o cantor e compositor George Michael

George
O cantor George Michael morreu ontem (25), aos 53 anos. Michael, que nasceu Georgios Kyriacos Panayiotou, no norte de Londres, vendeu mais de 100 milhões de álbuns ao longo de uma carreira que se estende por quase quatro décadas.


domingo, 25 de dezembro de 2016

Papa deseja paz neste Natal para vítimas da guerra e do terrorismo

ctv-9ei-alessandra-tarantino-ap
O papa Francisco desejou paz neste Natal para os que sofrem com as guerras e para aqueles que perderam pessoas amadas para o terrorismo que segundo ele leva "o medo e a morte" para muitas cidades e países. Falando no balcão central da Basílica de São Pedro neste domingo, 25, Francisco citou o sofrimento na guerra da Síria, especialmente durante "as batalhas mais terríveis" em Alepo.

O pontífice pressionou a comunidade internacional a negociar uma solução para a crise síria. Além disso, pediu a israelenses e palestinos que abandonem o ódio e a vingança.

Francisco também lamentou que, na Nigéria, "o terrorismo fundamentalista explore até as crianças", em referência ao uso de menores como suicidas no país. O papa lamentou os conflitos e tensões na África, no leste ucraniano, em Mianmar, na península coreana, na Colômbia e na Venezuela. Dezenas de milhares de pessoas foram à Praça de São Pedro neste domingo de Natal. A multidão teve que enfrentar longas filas, devido à revista feita por segurança no local.

Papa Francisco critica consumismo e faz apelo por crianças refugiadas
O papa Francisco fez duras críticas ao materialismo e pediu que o mundo tenha compaixão com as crianças abandonadas à própria sorte, em mensagem durante a tradicional Missa do Galo, ontem (24).

Em sua homilia na basílica de São Pedro, no Vaticano, o pontífice disse aos 1,2 bilhões de católicos romanos que o mundo, obcecado com presentes, festas e egocentrismo, precisava de mais humildade.
Para o líder da Igreja Católica, o materialismo tornou as pessoas reféns neste Natal. "Temos que nos libertar", afirmou.

Na celebração, que teve a presença de mais de dez mil pessoas, além de dezenas de cardeais e bispos, o papa contou que "Jesus nasceu rejeitado por alguns e foi visto por muitos outros com indiferença".
"Hoje também a mesma indiferença pode existir, quando o Natal se torna uma festa onde os protagonistas somos nós, em vez de Jesus. Quando as luzes do comércio colocam a luz de Deus nas sombras, quando estamos preocupados com presentes, mais indiferentes ficamos com aqueles que são marginalizados", completou Francisco.

O religioso também lembrou-se de crianças vítimas de guerras: "Deixemo-nos interpelar pelas crianças que, hoje, não estão deitadas em nenhum berço e nem são acariciadas pelo afeto de uma mãe ou um pai (...), mas que estão em algum refúgio subterrâneo para escapar dos bombardeios, sobre as calçadas de uma grande cidade, no fundo de uma barca repleta de migrantes".

Somente neste ano, mais de 5.000 pessoas morreram ao tentar cruzar o mar Mediterrâneo para chegar à Europa.

Na TV, Temer diz que Brasil está no 'caminho certo'

No pronunciamento feito em rede nacional na noite de ontem, 24, o presidente Michel Temer apresentou um balanço de sua gestão até o momento. No discurso, Temer alegou que enfrentou "imensos desafios" nos primeiros meses de governo, mas que tem trabalhado "dia e noite para fazer as reformas necessárias" para o País voltar a crescer.

Em busca de transmitir uma mensagem de "esperança" para 2017, o presidente disse na transmissão para rádio e televisão que o Brasil está "no caminho certo" e que o próximo Natal "será muito melhor do que este". Ele pediu ainda que a população "acredite no Brasil".

"O Brasil tem pressa, e eu também. Nesses poucos meses do nosso governo, muito já foi feito. Com os esforços que fizemos, a inflação caiu e voltou a ficar dentro da meta, o que vai colocar um freio na carestia que você sente no supermercado", disse o presidente.

Temer afirmou que no próximo ano o País retomará investimentos e diminuirá o número de desempregados. "Precisamos crescer. Trabalhamos para voltar a crescer. Vamos crescer. Desta vez, um crescimento sustentável e responsável. Estamos mudando as estruturas do nosso País."

No vídeo, ele lembrou da aprovação recente no Congresso da PEC que limita os gastos públicos e da lei que moraliza e dá transparência à administração das estatais, além da reforma do ensino médio, que foi aprovada apenas na Câmara e aguarda análise do Senado. O presidente também lembrou que começou a preparar o terreno para a reforma da Previdência, tema espinhoso que deverá ser analisado pelos parlamentares no início do ano que vem.

"Ampliamos em mais de 8 bilhões de reais o orçamento da saúde, área para a qual não pouparei recursos. Mudamos a Constituição para mudar o Brasil. Tudo isso, volto a lembrar, em poucos meses. Tenho a perfeita consciência dos problemas do País e da missão que me foi dada. Os brasileiros pagam muitos impostos e pouco recebem em troca. Meu desafio é desburocratizar o Estado e melhorar a qualidade da administração pública", afirmou.

"Que nos deixemos, portanto, guiar pelas virtudes da temperança e da solidariedade. E pelo entendimento de que, na humildade do diálogo e na coragem da ação, construiremos juntos o caminho para fazer o futuro. A verdade virá. O Brasil, repito, está no caminho certo. O próximo Natal será muito melhor que este", declarou Temer.

Noite muito alegre e feliz

Cantaram "Parabéns pra Você" em homenagem aos nossos 46 anos de casados
Eu, a Albanira, as nossas filhas, netos, genros Eric e Robson, como fazemos todos os anos, nos reunimos ontem (24) para comemorar o nascimento de Jesus, para comemorar a união e a paz dos homens de boa vontade. Natal em família é luz, é paz, é união. Sentimos a ausência do nosso filho Ercinho, da nora Elane e das netas Maytê e Maya, que estão desfrutando de viagem de férias em Belo Horizonte. Rezando, juntos, agradecemos a Deus por tudo que vivemos neste ano. Algumas coisas foram boas, outras nem tanto. Mas, valeu!
Rezando, juntos, agradecemos a Deus por tudo de bom e ruim que vivemos no corrente ano.
 

sábado, 24 de dezembro de 2016

Horários especiais sábado e domingo em Belém

Neste feriado de Natal, sábado (24) e domingo (25), muitos estabelecimentos públicos e privados não vão funcionar em Belém. Confira:
Supermercados
Sábado (24): Funcionam até às 20h.
Domingo (25): Todas as lojas fechadas. Reabrem no dia 26, em horário normal, conforme o funcionamento de cada estabelecimento.
Bancos
Sábado (24): Não abrem.
Domingo (25): Não abrem.
Comércio
Sábado (24): Funciona até 14h ou conforme o funcionamento de cada estabelecimento.
Domingo (25): Não funciona.
Shoppings
Boulevard Shopping
Sábado (24): Lojas: das 8h às 19h / Restaurantes: 8h às 19h / Praça de alimentação: 8h às 19h/ Cinema: funciona de acordo com a programação
Domingo (25): Tudo fechado. Apenas o cinema irá funcionar
Parque Shopping
Sábado (24): Lojas: das 8h às 19h / Restaurantes: 8h às 19h / Praça de alimentação: 8h às 19h/ Cinema: funciona de acordo com a programação.
Domingo (25):Tudo fechado. Apenas o cinema irá funcionar
Pátio Belém
Sábado (24): Lojas: das 8h às 19h / Restaurantes: 8h às 19h / Praça de alimentação: 8h às 19h / Cinema: funciona de acordo com a programação
Domingo (25): Tudo fechado. Apenas o cinema irá funcionar
Bosque Grão-Pará
Sábado (24):Lojas: das 9h às 18h / Praça de alimentação: das 10h às 18h / Cinema: de acordo com a programação
Domingo (25): Tudo fechado. Apenas o cinema irá funcionar
Castanheira
Sábado(24): Lojas: das 9h às 18h / Praça de alimentação: das 9h às 20h / Cinema: de acordo com a programação
Domingo (25): Lojas: fechadas / Praça de alimentação: das 18h às 22h / Cinema: de acordo com a programação.
Estação das Docas
Sábado (24): Funciona das 10h às 18h
Domingo (25): Funciona das 10h às 00h

E assim se passaram ... 46 anos

Abençoados pelo saudoso bispo Dom Tiago Ryan, casamos, em Santarém, no dia 25 de dezembro de 1970.
Com o filho Ercio e as filhas Ellen, Christine e Elaine
Albanira e eu completamos hoje, dia de Natal, 46 anos de união matrimonial (Bodas de Alabastro), agradecendo a Deus pela graça de podermos viver felizes, desfrutando da companhia e do carinho de nossas filhas - Christine, Ellen e Elaine; de nosso filho Ercinho; de nossos genros Eric e Robson; de nossa nora Elane; de nossas queridas netas Giovanna, Maytê, Lívia e Maya; e de nosso adorado neto Igor. Uma família maravilhosa!
 Albanira e nossos tesouros
É gostoso chamegar a criançada

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Jamais esquecerei

Todos os anos, na véspera de Natal, Vidal, meu saudoso pai, ajudado pela minha mana Edith, reunia os netos para entregar a cada um a "lembrancinha" do Papai Noel. "É a minha maior alegria e felicidade", dizia ele. Descansem em paz meu "bom velhinho" e minha querida irmã!
 Reunidos para a foto após o ato de entrega das "lembrancinhas": Paulo Sérgio, Emirzinho, Vidal, Maysa, minha mãe Didó, meu ´pai Vidal, Lúcio, Betinha, Telma e Márcia.
 Vidal (Toninho) recebe seu presente
 Maysa, muito feliz com o agrado do Vô
 Paulo Sérgio com Vô Vidal e Tia Dith
A minha Betinha recebe o seu presente

FELIZ NATAL !

Felicidade, leitores(as)!

Ó VIRGEM MÃE AMOROSA, FONTE DE AMOR E DE FÉ, DAÍ, NO NATAL E EM TODOS OS DIAS DO ANO NOVO, A VOSSA BENÇÃO BONDOSA A TODOS(AS) QUE ACESSAM ESTE BLOG.

Filhos ingratos

Por: Ercio Bemerguy
Que coisa! Um cidadão que eu conhecia desde os meus tempos de moleque em Santarém, mesmo tendo perdido a esposa que faleceu logo depois do nascimento do décimo filho do casal, conseguiu, com muito sacrifício, trabalhando diuturnamente como motorista de táxi, criar muito bem a filharada após mudar-se para Belém.

Pois bem, graças ao esforço desse pai-herói, todos os seus seis filhos, obtiveram o canudo de papel e desenvolvem atividades em suas respectivas áreas profissionais (médico, engenheiro, economista, advogado, dentista e administrador) e são considerados ´bem de vida`.

As quatro filhas, mesmo sem formação de nível superior, também trabalham e ganham bons salários. Todos constituíram famílias e o patriarca, já beirando os 80 anos, vivia sozinho, mas extremamente feliz e despreocupado em sua modesta casinha num bairro da periferia da capital paraense. Suas despesas (alimentação, medicamentos, luz, água, etc.) eram cobertas com os dois salários mínimos que recebia mensalmente como aposentado. Uma ´diarista` lavava a roupa e limpava a casa duas vezes por semana. Poucas vezes recebia a visita dos parentes, e, na última vez que isso ocorreu, o filho mais velho, credenciado pelos irmãos e pelas irmãs, comunicou a decisão de todos: “Papai, entenda que temos as nossas famílias para cuidar. Infelizmente, nenhum de nós tem condições de estar sempre aqui para ajudá-lo. É muito dispendioso contratarmos uma pessoa para fazer companhia ao senhor que não está muito bem de saúde. Resolvemos vender esta sua casa e, com o dinheiro, pagaremos a sua hospedagem em um asilo e, para isso, até já reservamos a sua vaga”. E, dois dias depois, o “velho”, mesmo contrariado, foi conduzido à sua nova morada.

Decorridos um pouco mais de seis meses, quase cego, tristonho, solitário, vivendo (?) em um quartinho desconfortável, o resultado foi a morte do infeliz. Uma pena! Mas, a realidade é está: um pai, por mais pobre que seja, consegue criar e manter dez filhos, mas, dez filhos não conseguem manter dignamente um pai. O nome dessa gentalha? Ingratidão!

O pacote natalino de Temer

O pacote natalino do presidente Michel Temer trouxe cinco medidas na área trabalhista, além da possibilidade de trabalhadores sacarem o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de contas que estiverem inativas (isto é, que eram vinculadas a empregos anteriores, não o atual). O anúncio, mais político na tentativa de consolidar a “pacificação” entre empresários e centrais sindicais, foi seguido de uma entrevista coletiva confusa, com idas e vindas nas explicações sobre como ficarão as regras de trabalho no País. 

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Leitorado: Proposta canalha

De um aposentado do Basa (não identificado)
"No debate realizado ontem, no auditório do Basa, sobre a situação da Casf, o presidente da Aeba, sr. Sílvio, "decretou", através de Édipo imperial, que os aposentados com mais de 70 anos não mais poderão ser candidatos a qualquer cargo eletivo naquela operadora dos planos de saúde porque "não têm mais pique".... Antes ele havia enfatizado que uma das principais causas do déficit da empresa seria o "envelhecimento de sua população assistida com mais de 59 anos" porque dão muitas despesas....Os poucos aposentados presentes saíram do "debate" com a leve sensação de que estão vivendo além da conta..., embora pagando mais caro para manter seu plano de saúde à custa de muito sacrifício. Alguém da assessoria jurídica da Aeba precisa esclarecer ao seu presidente que a Constituição veda qualquer tipo de discriminação por causa da idade. Nenhuma lei proíbe associados de qualquer plano de saúde ou de previdência de concorrer a cargos de sua gestão. A vontade imperial de algum dirigente não pode prevalecer sobre a legislação vigente. Simples assim."

Estátua em homenagem a Nelson Rodrigues é inaugurada no Rio

Neto de Nelson Rodrigues posa ao lado da estátua do avô
Será inaugurada nesta quarta-feira (21), data em que completa 34 anos de sua morte, a estátua em homenagem ao escritor, dramaturgo e jornalista Nelson Rodrigues. O monumento, em tamanho real, foi feito pelo artista Edgar Duvivier a pedido dos netos de Nelson Rodrigues, Sacha e Crica Rodrigues.

A
 estátua de 1,80 metro feita de ferro e banhada de bronze ficará exposta na Praça Inhangá, em Copacabana, na Zona Sul, local perto do prédio onde morou o dramaturgo e cenário de boa parte de seus textos. O monumento inaugura uma série de projetos em homenagem a Nelson Rodrigues, que completaria 104 anos. 

Do post
Eu sonho em poder ver algum dia, uma estátua do meu saudoso mano Emir, na orla da Avenida Tapajós, olhando para o encontro das águas dos rios Tapajós e Amazonas, que foi a inspiração para muitos de seus versos.

Procuradoria quer fim de concessão de rádio e TV de

Jefferson Rudy/Agência Senado 
O Ministério Público Federal do Rio Grande do Norte ajuizou ação civil pública para que seja cancelada a concessão de rádio e televisão, entre elas, de um grupo de veículos cujo sócio é o senador José Agripino Maia (DEM).

A ação foi movida contra o governo federal, a TV Tropical (afiliada da TV Record) em Natal e cinco emissoras de rádios, entre elas a Libertadora, em Mossoró, distante 280 km da capital.

José Agripino Maia é sócio da emissora afiliada da Record e de duas rádios. O filho dele, Felipe Catalão Maia (DEM-RN), deputado federal, mantém sociedade com quatro emissoras de rádio envolvidas na ação.

Segundo a Procuradoria, a Constituição proíbe que o deputado e o senador continuem como sócios dessas empresas. A ação é resultado de dois inquéritos civis que foram instaurados a partir de denúncias.

O artigo 54, diz o órgão, prevê que deputados e senadores não podem "firmar ou manter contrato com pessoa jurídica de direito público, autarquia, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviço público, salvo quando o contrato obedecer a cláusulas uniformes" nem "aceitar ou exercer cargo, função ou emprego remunerado" em veículos de comunicação.

"Ser proprietários, controladores ou diretores de empresa que goze de favor decorrente de contrato com pessoa jurídica de direito público", diz o artigo.

O procurador Rodrigo Telles, autor da ação, afirma que existe "potencial risco de que essas pessoas utilizem-se do serviço de radiodifusão para a defesa de seus interesses ou de terceiros, em prejuízo da escorreita transmissão de informações, constitui grave afronta à Constituição brasileira".

Outro pedido da Procuradoria é que o Ministério das Comunicações seja condenado a realizar nova licitação para as mesmas emissoras de rádio e TV, e que os réus sejam proibidos de conseguir renovação das outorgas ou outras pessoas jurídicas das quais Agripino Maia e Felipe Maia sejam ou venham a ser sócios, enquanto titulares de mandato eletivo.

"Por se tratar de matéria constitucional sob análise do Supremo Tribunal Federal, aguardo decisão da suprema corte sobre o assunto. Cumprirei o que o STF vier a decidir", disse o senador Maia à Folha. Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa de Felipe Maia não manifestou opinião. A reportagem não conseguiu ouvir o Ministério das Comunicações.

LIMINAR - No dia 30 de novembro de 2016, o STF rejeitou o pedido de liminar do presidente Michel Temer (PMDB) para a suspensão de processos que contestam as concessões de rádio e TV em nome de senadores e deputados federais.

A ministra Rosa Weber rejeitou o pedido elaborado pela Advocacia Geral da União.

Para a AGU, ações que pedem cancelamento de concessões de TVs e rádios de parlamentares fazem interpretação equivocadas da Constituição. O assunto é objeto de duas Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPFs) que estão no Supremo, ambas movidas pelo PSOL, e que tem o ministro Gilmar Mendes como relator. O mérito da questão ainda vai a julgamento no plenário, mas não se sabe quando isso acontecerá.

Vale a pena ler: O limite do deboche e da esculhambação

Por Eurico Borba, aposentado, ex-professor da PUC RIO
Ter de engolir que a Lei aprovada na tarde do dia 20/12, pela Câmara de Deputados, como alternativa para que os estados falidos pudessem voltar a respirar por mais algum tempo e, para tanto, fosse necessário aceitar as emendas do PT, garantindo o quórum necessário, é um escarnio inadmissível contra o povo. A bancada do governo, na sua maioria, não compareceu, nem o líder do governo estava no plenário. É um deboche esta grande esculhambação nacional. Basta!

Não entendo como os políticos e muitos brasileiros não perceberam que o Brasil está destroçado e faliu junto com a quase a totalidade dos estados e municípios. Somente com a adoção de medidas muito duras, que atingirão a toda população, poderemos pensar, em alguns anos, sair da gravíssima crise que estamos a viver. Tudo isso obra do PT - corrupto, mentiroso e incompetente – que, junto com seus comparsas do PSOL e do PCdoB, continuam a enganar a população com seus discursos e palavras de ordem sem nenhum sentido, a não ser de insuflar a conflagração social, que já está perigosamente nas ruas e agrava-se a cada dia.

O que mais é preciso fazer para que essa corja da maioria dos deputados e senadores se convença de que é preciso ser honesto e competente, pelo menos agora, nesta hora trágica para a nacionalidade? Uma guerra civil que está aí pronta para estourar a qualquer instante, com suas dramáticas consequências? O retorno constitucional dos militares para restaurar a ordem publica presentemente violentada em múltiplos, evidentes e conhecidos aspectos? Convém ter presente o art.142 da nossa Constituição Federal: “As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.” Convocadas pelo Poder Judiciário, o único Poder que hoje se apresenta e se comporta com dignidade e competência?

Alguma coisa muito séria acontecerá em breve. Abusaram demais com a esculhambação e com o desrespeito para com o povo brasileiro honesto, ordeiro e democrático que não aguenta mais o que está vendo e sentindo. Os políticos atualmente em cena, em todos os níveis de representação, serão os responsáveis pelo o que acontecer. Eleições gerais já.

Leitorado: Será que o agressor está ou será preso?

De Catarina Nascimento, bairro Marambaia - Belém.
"Sou santarena e estou curiosa para saber em que resultou o tal inquérito instaurado pela polícia de Santarém para apurar o caso que resultou no espancamento da jovem Kelly Barbosa, agredida covardemente por Marcílio Pessoa, filho de um empresário endinheirado da cidade. Será que o mesmo está ou será preso?"
Relembre o caso, clicando nas manchetes abaixo:

Preso acusado de plantio de maconha em apartamentos

Kim Lima de Moraes (foto), estudante universitário e promotor de eventos de 25 anos foi preso ontem (21) em um apartamento no bairro do Umarizal, em Belém. Ele é acusado pelo crime de tráfico de drogas.

De acordo com a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil, o estudante está envolvido em um esquema de plantio de maconha dentro de apartamentos de luxo em Belém.

Ao ser preso em casa, Kim foi flagrado com uma cartela de LSD e uma porção de maconha do tipo skank. O rapaz foi preso depois que a polícia passou a investigar o esquema após a prisão de um casal por tráfico de drogas no mês de novembro.

Os dois foram pegos em um apartamento no bairro de Nazaré, onde foram encontrados pés de maconha cultivados em estufas, além de dois mil comprimidos de ecstasy e LSD e equipamentos usados na fabricação de drogas.

Kim é apontado pela polícia como o gerente do esquema. As investigações apontaram que os apartamentos onde a droga era cultivada estavam alugados em nome dele. A polícia avalia que a droga cultivada nos imóveis era usada para comercialização em Belém. A divisão anti-narcóticos chegou aos acusados após receber uma denúncia anônima.

Os presos no apartamento no bairro de Nazaré foram identificados como Hélio Bezerra Pontes e Juliana Regis Dias Ferreira. O casal plantava maconha em três apartamentos de luxo em Nazaré e na Marambaia, e em uma residência no Guamá.

Kim trabalhava com Hélio na realização de festas. Dias após a prisão do casal, outros dois responsáveis pelo cultivo de erva foram presos. Os dois foram identificados como Railson Amaral Ferreira, 42 anos, e Thalles Henrique Costa da Silva Haber, 23 anos.

À polícia, os acusados alegaram que a droga seria usada para consumo pessoal, mas segundo o diretor da Denarc, delegado Hennison Jacob, o esquema montado e o investimento feito mostram que o cultivo era voltado para o tráfico de drogas. Segundo levantamento da Denarc, o esquema rendia entre R$ 30 a R$ 50 mil em vendas por mês. Das prisões já realizadas, apenas Thalles está em liberdade.

Lei de funcionamento de food trucks é preciso no Pará

Os food trucks (carros de venda de alimentos) estão funcionando em vários pontos de Belém, tanto no centro como nos bairros periféricos, em quantidade que a cada dia aumenta mais. Não há nenhuma regulamentação especifica para a exploração desta atividade comercial e, o poder público municipal não está nem aí, deixa que os carros sejam estacionados em qualquer lugar, não fiscaliza a qualidade dos produtos vendidos, enfim, não está nem aí para adotar medidas que possam coibir as irregularidades. Ao contrário, em Brasília/DF, já está em vigor a lei sancionada pelo governo, disciplinando o uso de áreas públicas para os food trucks. Leia aqui >GDF regulamenta lei de funcionamento de food trucks

É um exemplo para que o mesmo seja feito no Pará, afinal, é melhor copiar o bom do que inventar o pior, né não?

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Aluno recebe diploma de salto alto e vestido em ato contra homofobia

 
Um estudante do ITA (Instituto Tecnológico da Aeronáutica), instituição de ensino superior ligada às Forças Armadas, participou da sua colação de grau vestido de mulher, em protesto contra perseguição que ele teria recebido por ser homossexual.

Segundo ele, diversas punições fizeram com que ele se desligasse da Aeronáutica no meio do curso para não ser expulso da faculdade. A Aeronáutica nega que tenha havido perseguição.

A cerimônia de colação de grau dos formandos do ITA foi no último sábado, dia 17. Talles Oliveira Faria, 24, que se formou em engenharia da computação, recebeu o diploma com um vestido rosa, salto alto e maquiagem. A roupa ainda trazia mensagens críticas ao ITA.

"A manifestação não foi só relacionada à homofobia, mas também à violência psicológica que ocorre aqui dentro", disse Faria, que é homossexual e ativista contra a homofobia.

A decisão de comparecer vestido de mulher à colação foi motivada por uma série de processos que recebeu após outra manifestação, em maio do ano passado, quando ele se vestiu de drag queen para marcar o Dia Mundial do Combate à Homofobia (17 de maio). Além de estudar no instituto, Faria seguia também como militar.

O ato ocorreu na hora do intervalo e reuniu outros colegas, com cartazes contra o preconceito. Além de ser processado por agredir "o decoro da classe, protagonizando cenas vulgares" por conta do episódio, Faria recebeu mais seis processos de punição na sequência, alguns relacionadas a postagens em sua conta pessoal do Facebook.

Ele foi punido por "agredir símbolos religiosos" por ter colocado na rede social críticas ao catolicismo na relação com a homossexualidade. Foi acusado ainda de ter publicado imagem "agressiva à bandeira do Brasil".

A publicação trazia uma bandeira do Brasil com corações no lugar das estrelas e a frase "põe a cara no sol, mona", no lugar do lema "ordem e progresso". Outra punição ocorreu por causa de ato em apoio à ex-presidente Dilma Rousseff (PT), no ano passado, no intervalo das aulas.

Nos recursos encaminhado aos oficiais superiores, Faria anexou imagens de manifestações de outros estudantes, em apoio ao então candidato à presidência Aécio Neves (PSDB), e publicações de caráter político nas redes sociais feitas por integrantes da Aeronáutica. Segundo o jovem, só ele foi punido.

Faria afirma que sua orientação sexual e militância provocaram uma "perseguição" sistemática, efetivada por meio dos processos –os chamados FATD (Formulários de Apuração de Transgressão Disciplinar). Pela quantidade, o estudante teve que se desligar da carreira militar, pela qual recebia o salário de R$ 6.000, para não ser expulso também da faculdade.

"Tive que deixar de ser militar porque só me deram essa alternativa. Ou pedia o desligamento da Aeronáutica, ou iam me expulsar do ITA e da FAB [Força Aérea Brasileira]", diz.

O estudante afirma que chegou a pensar em entrar na Justiça contra a FAB sobre o episódio. O receio de ser desligado do ITA fez com que ele prosseguisse com as aulas até a formatura. "Sei da homofobia silenciosa, mas efetiva, no ITA e nas Forças Armadas", diz ele, que não descarta uma ação judicial por conta do episódio. "Espero que as pessoas possam me ver e se sentir mais seguras nesse ambiente".

O ITA é uma das instituições de ensino superior mais renomadas e concorridas do país. Está ligada ao Comaer (Comando da Aeronáutica). A unidade fica no Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, na cidade paulista de São José dos Campos.

CONDUTA - Segundo a Aeronáutica, o ex-estudante não foi perseguido. "A Aeronáutica julga que disponibilizou opções para que pudesse prosseguir e concluir seus objetivos acadêmicos dentro de uma das mais renomadas instituições de ensino do país", afirma a instituição em nota. "Ele não foi punido disciplinarmente por este motivo [manifestação em que se vestiu de drag queen], pois solicitou licenciamento do serviço militar durante a apuração dos fatos".

Ainda na nota, a instituição afirma que todos os militares e funcionários civis do Comando da Aeronáutica estão sujeitos "às mesmas obrigações e fazem jus a todos os benefícios previstos em legislação, sem qualquer tipo de discriminação raça, credo, orientação sexual ou demais aspectos de foro pessoal". A Aeronáutica afirma que "as transgressões cometidas pelo então aluno" são passíveis de punição e se aplicariam a qualquer militar".

"Mais importante ainda é salientar que a abertura dos processos de apuração de transgressão disciplinar nada tem a ver com a sua orientação sexual, mas sim com a conduta e atitudes". A Aeronáutica ressalta que, entre as transgressões, estão a não utilização correta do uniforme no dia da manifestação no ano passado –uma vez que Faria era militar.

Sobre o fato de outras publicações em redes sociais ou manifestações não terem tido o mesmo tratamento que Faria recebeu, a Aeronáutica defendeu que "neste caso específico, outras publicações de outros militares que tenham se posicionado politicamente não foram informadas." Cópias desses fatos, envolvendo outros alunos e oficiais, entretanto, foram encaminhadas na defesa de Faria, conforme documentos obtidos pela Folha. A reportagem havia também encaminhado questionamentos à reitoria do ITA, por meio da assessoria de imprensa, mas a Aeronáutica informou que responde pelo instituto.

Confira o top 10 no ranking de sócios-torcedores dos times brasileiros

1° Corinthians  é o líder do torcedômetro com 133.485 sócios-torcedores.
2º Palmeiras 126.728 sócios-torcedores.
3° Grêmio 113.182 sócios-torcedores.
4° Internacional 112.756 sócios-torcedores.
5º São Paulo 111.300 sócios-torcedores.
6º Cruzeiro 77.994 sócios-torcedores.
7º Flamengo 75.624 sócios-torcedores.
8° Atlético-MG 70.809 sócios-torcedores.
9° Santos 65.096 sócios-torcedores.
10° Sport A décima colocação fica com o Sport, que alcançou a marca de 43.990 sócios-torcedores.

Do Pará, o principal é o Clube do Remo. Ocupa o 14º lugar com 16.931 sócios-torcedores




terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Santarém esquecida

Todos os dias os jornais de Belém publicam anúncios das principais agências de turismo, oferecendo atraentes pacotes promocionais de viagens durante as festas - Natal e Réveillon - de final deste ano, para Manaus, Fortaleza, São Luiz, Natal, Salvador e pequenas cidades paraenses como, por exemplo, Vigia, Cametá, Salinas e Soure. 
Espera-se que no próximo governo municipal, o secretário de turismo de Santarém consiga encaixar nessa publicidade a nossa Pérola do Tapajós. Enquanto isto não acontece, eu, através deste blog, vou colaborando ´de grátis`, com este modesto reclame: 
"Visite Santarém! Conheça as suas belas praias, igarapés, os dois grandes rios - Tapajós e Amazonas, a flora, a fauna, a culinária e um povo hospitaleiro, criativo, alegre e trabalhador." 
 
 

Medida provisória do ensino médio é inconstitucional, diz PGR

A medida provisória do governo Michel Temer (PMDB) para a reforma do ensino médio foi considerada inconstitucional pela PGR (Procuradoria-Geral da República), de acordo com parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal ontem (19). A manifestação da PGR se deu na ação de inconstitucionalidade proposta pelo partido Psol, que será analisada pelo Supremo.

Para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, uma medida provisória, "por seu próprio rito abreviado, não é instrumento adequado para reformas estruturais em políticas públicas, menos ainda em esfera crucial para o desenvolvimento do país, como é a educação".

A PGR também questiona o conteúdo da proposta do governo e afirma que a MP 746/2016 fere o direito à educação e o princípio da igualdade. Cita especificamente a não-obrigatoriedade do ensino de artes e educação física em parte desse período.

"A facultatividade prevista para o ensino da arte viola, frontalmente, o artigo 206, II, pois, para largas porções de alunos, impedirá o exercício da liberdade de aprender 'o pensamento, a arte e o saber'." A PGR ainda aponta como irregularidades a flexibilização na admissão de profissionais de educação, a supressão do ensino noturno e os itinerários formativos específicos.

A ação de inconstitucionalidade será levada ao plenário do Supremo pelo relator do caso, ministro Edson Fachin, o que só acontecerá a partir de fevereiro, após o recesso do Judiciário. O governo também deverá se manifestar sobre a questão.

A MP foi aprovada pela Câmara dos Deputados na última terça-feira (13) com uma alteração que manteve o ensino de filosofia, sociologia, artes e educação física obrigatórios nessa etapa de ensino.

A reforma ainda precisa ser votada pelo Senado, que só retomará as sessões em plenário a partir de fevereiro, também após o recesso. A MP perde a validade se não for aprovada até o dia 3 de março.
AS REFORMAS
Ensino integral
Como é hoje: Governo federal tinha programas menores de incentivo ao ensino integral
O que o plano propõe: União dará aporte financeiro por dez anos a escola que introduzir a modalidade
Vantagens: Investimento incentiva instituições a aderirem ao ensino integral
Entraves: Governo, que diz que valor vai depender da disponibilidade orçamentária, vive momento de cortes.

Carga horária
Como é hoje: Carga horária mínima é de 800 horas anuais (ensino parcial)
O que o plano propõe: Grade será ampliada gradualmente para 1.400 horas anuais (ensino integral). Parecer aprovado em comissão sugere ainda meta intermediária, em que carga horária anual passaria de 800 para 1.000 em cinco anos
Vantagens: Há evidências de que a carga expandida melhora o desempenho dos alunos
Entraves: Modalidade integral requer um bom projeto pedagógico e gastos maiores.

Flexibilização da grade
Como é hoje: Alunos cursam 13 disciplinas obrigatórias nos três anos
O que o plano propõe: Só parte da grade, ou cerca de 60% da carga horária total, será igual para todos; depois, aluno poderá se aprofundar em: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e/ou ensino técnico
Vantagens: Flexibilizar a grade dá autonomia e atrai os adolescentes
Entraves: Oferta de habilitações pode ser desigual entre escolas e redes

Tempo
Como é hoje: Ensino médio é dividido, em geral, em três anos
O que o plano propõe: Escolas poderão adotar sistema de créditos em algumas disciplinas
Vantagens: Medida também dá mais liberdade ao estudante
Entraves: Mudança depende de uma organização complexa das redes

Professores
Como é hoje: Redes só contratam professores que passaram por cursos de formação de professores
O que o plano propõe: Poderão ser contratados professores sem concurso e por notório saber para atender cursos técnicos. Também prevê que graduados em qualquer área possam lecionar, desde que com complementação pedagógica
Vantagens: Ação ajuda a suprir demanda de professores na ampliação da modalidade
Entraves: Qualidade dos profissionais e do ensino técnico pode diminuir

Ensino integral
Como é hoje: Governo federal tinha programas menores de incentivo ao ensino integral
O que o plano propõe: União dará aporte financeiro por dez anos a escola que introduzir a modalidade
Vantagens: Investimento incentiva instituições a aderirem ao ensino integral
Entraves: Governo, que diz que valor vai depender da disponibilidade orçamentária, vive momento de cortes.

Um revolucionário em ação

Editorial - Estadão
Esquecido em uma cela de Curitiba, na qual paga pena por corrupção da grossa, José Dirceu tem mandado cartas a conhecidos seus na esperança de recuperar algo da mística do “guerreiro do povo brasileiro”, perdida em alguma esquina entre o mensalão, o petrolão e o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Com o PT inteiramente devotado a salvar o pescoço do chefão Lula da Silva, nenhum petista parece se incomodar mais com a prisão de Dirceu. Mas o disciplinado ex-guerrilheiro não perde a pose de revolucionário e, por meio dessas mensagens, pretende incitar a militância a “ir às ruas”, pois “é hora de ação”.

Grata lembrança do E-29 Show

Década de 70: Eu e duas excelentes cantoras (Leneide Bastos e Fátima Oliveira) que faziam muito sucesso em suas apresentações no programa E-29 Show, na Casa Cristo Rei, e transmitido "ao vivo" pela Rádio Rural de Santarém.

Obrigado, amigos!

Eu sinto satisfação e muito orgulho quando tomo conhecimento de que alguns dos meus colegas radialistas - Sinval Ferreira (foto) é um deles - de Santarém, fez menção, em seus programas, de notícias ou comentários inseridos neste blog, sempre com referências elogiosas à minha pessoa. A reciproca é verdadeira, pois não me canso de mencionar, de louvar e de reconhecer que os profissionais que atuam nas rádios, nas televisões e nos jornais da Pérola do Tapajós, além da competência, primam pela seriedade e decência em tudo o que escrevem, dizem e mostram, sempre destacando e defendendo os interesses da cidade e do seu povo. Há exceções, não há dúvida, mas, felizmente, em número insignificante, inexpressivo mesmo.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Lava-Jato: Mais de 900 depoimentos serão enviados hoje ao STF

Cerca de 900 depoimentos em delação premiada de donos, executivos e ex-funcionários da Odebrecht, que fechou acordo de leniência com investigadores da Lava-Jato, devem chegar nesta segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF), último dia de trabalho antes do recesso forense. As oitivas — gravadas em vídeo — são acompanhadas de anexos informativos, documentos, mensagens de e-mail, números de telefone e tudo o mais o que 77 delatores vinculados à empreiteira trouxeram para embasar confissões de crimes e denúncias contra outros participantes em irregularidades nos últimos anos.

Do que se viu até agora, não foram alvos só o PMDB e o PT, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas também legendas como PSDB, PTB, DEM e PP. A amplitude dos temas — e das contribuições financeiras que a Odebrecht fez ao longo de sua história recente — amedronta políticos e também empresários que podem ser descobertos na “parceria”. Governos no exterior, na África e na América Latina também devem ser denunciados.
 
O ministro-relator da Lava-Jato no Supremo, Teori Zavascki (foto), que deve passar as festas de fim de ano no Rio Grande do Sul, conta com uma equipe de assessores e dois juízes instrutores para analisar o material vindo da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Se precisar de espaço físico e mais pessoal, poderá pedir à presidente do STF, Cármen Lúcia, que se colocou à disposição. Os auxiliares de Teori devem trabalhar durante o mês de janeiro, apesar do recesso no tribunal. Como ocorreu algumas vezes, é possível que o ministro homologue as colaborações premiadas antes de fevereiro, quando o STF volta à ativa. Essa antecipação tem um obstáculo. Interlocutores do magistrado ouvidos pelo Correio contam que ele tem reclamado de cansaço e da necessidade de tirar férias.

Pelo acordo fechado, a Odebrecht confessa crimes, presta informações, paga uma multa de R$ 6,8 bilhões em 20 anos para os governos do Brasil, EUA e Suíça, e obtém penas reduzidas para seus funcionários e sócios e a possibilidade de manter contratos com o poder público. Os executivos ainda pagarão multas individuais.

De leitores do jornal O Estado de SP (Estadão)

Cartão Corporativo
Será que já não está na hora de o povo saber quem tinha e tem cartão corporativo? E quanto gastou, onde, como, quando e com o quê? Não está na hora de acabar com esses cartões?

Ociosidade bancada por nós
É justo que os senadores, deputados e vereadores entrem em recesso (férias), enquanto o País vive inédita crise, com a população correndo atrás de emprego, buscando pagar suas contas e, pior, bancando a ociosidade desses senhores? É justo que todos os desembargadores, juízes, procuradores e promotores do País entrem em recesso pago por nós, brasileiros? É justo que os ministros do Supremo Tribunal Federal tenham 60 dias de férias, pagas do nosso bolso, e ainda entrem em recesso, deixando-nos em meio a uma crise sem precedentes na História brasileira?

É preciso acabar com o Imposto Sindical
O presidente Michel Temer lançou (15/12) um pacote de medidas para estimular a atividade econômica, tentar reduzir o endividamento das empresas, combater o desemprego e a burocracia. Diante dessas iniciativas louváveis, chama a atenção, até mundial, o chamado imposto sindical, ou “contribuição sindical compulsória”, equivalente a um dia de trabalho do trabalhador. E por quê? Porque só existe no Brasil. Sem o imposto sindical os sindicatos passariam a depender exclusivamente das cotas pagas pelos associados, o que causa calafrios nos sindicalistas. Sindicalismo é sinônimo de PT e vice-versa, o Brasil é o país com mais sindicatos no mundo, são 15 mil (no Reino Unido, 168; na Dinamarca, 164; na Argentina, 91).  

Palestras milionárias
Será que Marcelo Odebrecht vai poupar Lula, seu companheiro de negócios, na sua delação premiada envolvendo propina nos contratos com a Petrobrás, acerca do pagamento das disputadíssimas palestras proferidas no exterior?

O jornalismo precisa recuperar a vibração da vida

Por Carlos Alberto Di Franco, jornalista - Estadão
Navegamos freneticamente no espaço virtual. Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência. Ficamos reféns da superficialidade. Perdemos contexto e sensibilidade crítica. A fragmentação dos conteúdos pode transmitir certa sensação de liberdade. Não dependemos, aparentemente, de ninguém. Somos os editores do nosso diário personalizado. Será? Não creio, sinceramente. Penso que há uma crescente nostalgia de conteúdos editados com rigor, critério e qualidade técnica e ética. Há uma demanda reprimida de reportagem. É preciso reinventar o jornalismo e recuperar, num contexto muito mais transparente e interativo, as competências e a magia do jornalismo de sempre. É preciso olhar para trás para dar saltos consistentes.

“Hoje”, dizia Nelson Rodrigues, “ninguém imagina o que eram as velhas gerações românticas da imprensa. Mudaram o jornal e o leitor. No ano passado, houve uma chuva inédita, uma chuva bíblica, flagelando a cidade. Desde Estácio de Sá, não víamos nada parecido. E todo mundo morreu e desabou, e se afogou, menos o repórter. Não houve uma única baixa na reportagem. Fez-se toda a cobertura do dilúvio e ninguém ficou resfriado, ninguém espirrou, ninguém apanhou uma reles coriza. Por aí se vê que há, entre a nossa imprensa moderna e o fato, uma distância fatal. O repórter age e reage como um marginal do acontecimento. Antigamente, não. Antigamente, o profissional sofria o fato na carne e na alma.”

Jornalismo sem alma e sem rigor. É o diagnóstico de uma perigosa doença que contamina redações. O leitor não sente o pulsar da vida. As reportagens não têm cheiro do asfalto. As empresas precisam repensar os seus modelos e investir poderosamente no coração. É preciso dar novo brilho à reportagem e ao conteúdo bem editado, sério, preciso, isento. O prestígio de uma publicação não é fruto do acaso. É uma conquista diária. A credibilidade não se edifica com descargas de adrenalina.

É preciso contar boas histórias. Com transparência e sem filtros ideológicos. O bom jornalista ilumina a cena, o repórter manipulador constrói a história. Na verdade, a batalha da isenção enfrenta a sabotagem da manipulação deliberada, da preguiça profissional e da incompetência arrogante. Todos os manuais de redação consagram a necessidade de ouvir os dois lados de um mesmo assunto. Mas alguns procedimentos, próprios de opções ideológicas invencíveis, transformam um princípio irretocável num jogo de aparência.

A apuração de mentira representa uma das mais graves agressões à ética e à qualidade informativa. Matérias previamente decididas em guetos sectários buscam a cumplicidade da imparcialidade aparente. A decisão de ouvir o outro lado não é honesta, não se apoia na busca da verdade, mas num artifício que transmite um simulacro de isenção, uma ficção de imparcialidade. O assalto à verdade culmina com uma estratégia exemplar: repercussão seletiva. O pluralismo de fachada, hermético e dogmático, convoca pretensos especialistas para declarar o que o repórter quer ouvir. Mata-se a notícia. Cria-se a versão.

Sucumbe-se, frequentemente, ao politicamente correto. Certas matérias, algemadas por chavões inconsistentes que há muito deveriam ter sido banidos das redações, mostram o flagrante descompasso entre essas interpretações e a força eloquente dos números e dos fatos. Resultado: a credibilidade, verdadeiro capital de um veículo, se esvai pelo ralo dos preconceitos.

A precipitação e a falta de rigor são outros vírus que ameaçam a qualidade. A incompetência foge dos bancos de dados. Na falta de pergunta inteligente, a ditadura das aspas ocupa o lugar da informação. O jornalismo de registro, burocrático e insosso, é o resultado acabado de uma perversa patologia: o despreparo de repórteres e a obsessão de editores com o fechamento. Quando editores não formam os seus repórteres, quando a qualidade é expulsa pela ditadura do deadline, quando as pautas não nascem da vida real, mas de pauteiros anestesiados pelo clima rarefeito das redações, é preciso ter a coragem de repensar todos os processos.

A crise do jornalismo está intimamente relacionada com a perda de qualidade do conteúdo, com o perigoso abandono de sua vocação pública e com sua equivocada transformação em produto mais próprio para consumo privado. É preciso recuperar o entusiasmo do “velho ofício”. É urgente investir fortemente na formação e qualificação dos profissionais. O jornalismo não é máquina, tecnologia, embora se trate de suporte importantíssimo. O valor dele se chama informação de alta qualidade, talento, critério, ética, inovação.

Sem jornalismo público, independente e qualificado, o futuro da democracia é incerto e preocupante. O jornalismo precisa recuperar a vibração da vida, o cara a cara, o coração e a alma.

A solidão digital

Antes da era digital, em quase todas as famílias existia um álbum de fotos. Lá estavam as nossas lembranças, os nossos registros afetivos, a nossa saudade. Muitas vezes abríamos o álbum e a imaginação voava. Era bem legal. 
 
Agora, fotografamos tudo e arquivamos compulsivamente. Nosso antigo álbum foi substituído pelas galerias de fotos de nossos dispositivos móveis. Temos overdose de fotos, mas falta o mais importante: a memória afetiva, a curtição daqueles momentos. Fica para depois. E continuamos fotografando e arquivando. Pensamos, equivocadamente, que o registro do momento reforça sua lembrança, mas não é assim. Milhares de fotos são incapazes de superar a vivência de um instante. É importante guardar imagens. Mas é muito mais importante viver cada momento com intensidade. As relações afetivas estão sucumbindo à coletiva solidão digital

De vazamento em vazamento

Editorial - Estadão
O vazamento a conta-gotas do conteúdo das delações de executivos da Odebrecht, acerca de pagamentos feitos a mais de uma centena de políticos de vários partidos, só se presta a acelerar a desmoralização do Congresso. É preciso uma boa dose de ingenuidade para não ver aí uma ação deliberada, com vista a emparedar o mundo político, intimidando aqueles que porventura questionem promotores e magistrados, seja por seus salários e benefícios, seja por sua atitude messiânica.

A imprensa, é claro, tem o dever de publicar o que apura, ainda mais quando se trata de tema tão explosivo. Mas a ânsia de levar bombásticas informações ao público não deve se sobrepor à obrigação ética que tem o jornalista de cuidar para que essas mesmas informações sejam devidamente depuradas. Toda e qualquer informação deve ser bem apurada. Mas o material que está vindo à tona nos últimos tempos é relevante demais – pelos efeitos que produz nas vidas das pessoas e da Nação – para que mereça não mais que os cuidados de praxe. 

TRF ratifica ou sobe pena de 71% dos condenados por Moro

As sentenças do juiz Sérgio Moro que chegaram ao Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) têm sido, na maior parte, reforçadas ou mantidas. Dos 28 réus que já tiveram recurso julgado na segunda instância, nove tiveram suas penas aumentadas, somando em conjunto 78 anos de prisão a mais. Outros onze terão que cumprir a mesma pena decidida originalmente por Moro.

Isso significa que 71% dos réus – ou praticamente três em cada quatro – cujos casos já foram analisados pelos desembargadores tiveram as condenações proferidas pelo juiz Sérgio Moro mantidas ou aumentadas. Só quatro dos réus que recorreram ao tribunal viram suas penas serem reduzidas, enquanto outros quatro foram absolvidos pelos desembargadores. No total, as penas que não precisarão serem cumpridas somam 34 anos.

No tribunal, os casos ficam sob a relatoria do desembargador João Pedro Gebran Neto, que pertence à 8.ª Turma do TRF-4, formada por um total de três desembargadores e na qual são julgados os processos da Lava Jato. A taxa de confirmação das sentenças de Moro neste grupo já preocupa advogados de defesa de réus que ainda nem sequer foram julgados na primeira instância.

Esse é o caso, por exemplo, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que poderá ter seu caso decidido pelo tribunal em 2017. Caso o petista seja condenado por Moro e tiver decisão no órgão colegiado, ficará inelegível. Seus advogados afirmam dar como certa a condenação do petista e acusam Moro de parcialidade, mas também que o desembargador Gebran declare-se suspeito de julgar processos relacionados ao ex-presidente por sua relação com o juiz federal.

Confirmações. Esses números ainda podem mudar, já que há embargos (questionamentos a pontos das decisões) que podem alterar os números finais. Mas, para especialistas, o fato de o tribunal confirmar a maioria das decisões de Moro até agora é importante.

“Isso significa que as decisões em primeira instância tomada por Moro têm fundamentos muitos fortes do ponto de vista legal e probatório para que o tribunal as confirme. E o aumento da pena mostra a prudência do juiz, que tem sido, pelo visto, bastante conservador na aplicação das penas”, afirma o jurista Modesto Carvalhosa

Para o presidente da Associação dos Juízes Federais de São Paulo (Ajufe-SP), Fernando Mendes, os números servem para rebater acusações de parcialidade nas investigações feitas por advogados. “Se houvesse alguma atuação desfocada do processo o resultado seria inverso. A maioria das decisões seriam modificadas”, disse ele.

Advogado de diversos políticos investigados na Lava Jato, o criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, no entanto, diz ver o Judiciário “refém” da opinião pública nos casos relacionados à Lava Jato. “O Poder Judiciário está cumprindo o papel de homologação da opinião pública. E quando vira refém da opinião pública, deixa de ter independência.”

Números. Ao todo, Moro já proferiu 23 sentenças na Lava Jato, que somam um total de 118 condenações. Antes de ir para a segunda instância, os réus podem recorrer das sentenças ainda em primeira grau. Além disso, nem todos os réus recorrem das condenações.

Incluindo as apelações, que questionam as sentenças do juiz federal, o TRF-4 já recebeu um total de 591 recursos. Destes, 335 são habeas corpus que já foram baixados (tiveram sua tramitação concluída) e 48 que ainda estão tramitando. Os habeas corpus podem envolver desde o pedido de réus para restituir os bens apreendidos ao longo da operação até questionamentos sobre a atuação do juiz Moro e pedidos de soltura para os que estão presos.

Com o entendimento adotado neste ano pelo Supremo Tribunal Federal autorizando o início do cumprimento das penas dos réus após decisões em segunda instância, é possível que, com o julgamento dos embargos que ainda faltam já no próximo ano, alguns dos principais empresários condenados na Lava Jato já comecem a cumprir suas penas.

Um dos casos mais emblemáticos é o do ex-presidente da empreiteira OAS José Adelmário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, que tenta negociar acordo de delação premiada. Em agosto de 2015, ele foi sentenciado por Moro a 16 anos e quatro meses de prisão. Em 23 de novembro, o tribunal aumentou a pena para 26 anos e sete meses.

Clonando Pensamento

"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, todos os dias, cante, chore, dance, ria, enfim, viva intensamente cada momento, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos." (Charle Chaplin)

TRF concede Habeas Corpus e filho do governador do Pará está em liberdade

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região concedeu para Alberto Jatene, filho do governador do Pará Simão Jatene, que foi preso preventivamente na última sexta-feira (16) pela Polícia Federal na operação "Timóteio". Ele é suspeito de envolvimento em um esquema de corrupção na cobrança de royalties de exploração mineral.

Quem confirmou o deferimento do Habeas Corpus foi Roberto Lauria, advogado de Alberto Jatene. “Foi perto de 12h que chegou para gente o documento da concessão do Habeas Corpus. Agora o meu cliente responderá em liberdade”, afirmou Lauria.

Alberto é sócio de dois postos de combustíveis usados para transferir parte do dinheiro desviado no esquema, de acordo com as investigações do Ministério Público Federal (MPF). O órgão afirma que o valor movimentado nas contas bancárias dos postos chegou a R$ 750 mil. A defesa do empresário nega que ele tenha usado a influência familiar para conseguir informações privilegiadas.

Segundo o MPF, os suspeitos de participar da fraude no Pará pertencem ao "núcleo político" do esquema. A operação cumpriu 21 mandados de busca e apreensão nesta sexta no estado, inclusive nas prefeituras de Oriximiná, Parauapebas e Canaã dos Carajás. Em Belém, os alvos da operação foram o Departamento Nacional de Produção Mineral e o apartamento de Alberto Jatene.

O empresário não foi localizado pelos policiais em sua residência, mas se apresentou na sede da PF em Belém no final da tarde desta sexta e prestou depoimento. Ele dicou detido até às 12h deste domingo (18) na sede do Comando Geral do Corpo de Bombeiros. A Justiça Federal decretou a indisponibilidade dos bens de todos os acusados de envolvimento no esquema no valor total de R$ 66 milhões, prejuízo que os crimes teriam causado aos cofres públicos.

Oito mandados de prisão temporária foram expedidos pela Justiça para o Pará e cinco deles foram cumpridos nesta sexta. Três pessoas seguem foragidas, entre elas Darci Lermen, prefeito eleito de Parauapebas. De acordo com as investigações, Darci recebeu o valor de R$ 59 mil para viabilizar as contratações de escritórios investigados no período em que foi prefeito de Parauapebas, entre janeiro de 2005 e dezembro de 2012.

"Estamos arrecadando materiais que foram listados como de interesse na investigação nos locais onde está sendo feito a busca e apreensão. Esse material será encaminhado para, onde uma equipe especializada vai analisar esse material", disse o superintendente da PF no Pará, Uálame Machado.

"Nas prisões que estão sendo cumpridas aqui e as conduções coercitivas, as pessoas estão sendo ouvidas por nós com base em quesitação que é vinda de Brasília. A partir daí, quem é conduzido coercitivamente vai ser liberado depois do depoimento e quem tem decreto de prisão será encaminhado ao sistema penitenciário", explica o superintendente.

Sobre a operação Timóteo
As investigações fazem parte da operação Timóteo que, de acordo com a Polícia Federal do Pará, está concentrada na Polícia Federal em Brasília. A apuração dos fatos começou em 2015, com a denúncia de enriquecimento ilícito de um diretor do departamento nacional de produção mineral.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, este diretor faria parte de uma associação criminosa que repassava informações privilegiadas em troca de parte do valor arrecado pelos municípios que recebem repasses pela exploração de minérios.

A operação foi realizada ainda em outros 10 estados: Goiás, Bahia, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal.

Tribunais definem suspensão de prazos e expediente no fim de ano

Neste ano, pela primeira vez, todos os tribunais terão que suspender os prazos processuais entre 20 de dezembro e 20 de janeiro, garantindo assim uma espécie de férias aos advogados. A suspensão desses prazos está estabelecida no artigo 220 do novo Código de Processo Civil (Lei 13.105/2015).

Contudo, o advogado deve estar atento pois a suspensão dos prazos do CPC não é válida para todos os processos. Os processos penais, por exemplo, devem seguir o disposto no Código de Processo Penal. O entendimento é da ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça.

Acesso a dados do INSS agora pode ser pela Web


Saiba tudo aqui >Acesso a dados do INSS...

sábado, 17 de dezembro de 2016

Ladrões assaltam bar e clínica médica em Belém

No bar
Clientes que se preparavam para entrar no bar Stúdio Pub, localizado na rua Presidente Pernambuco, no bairro de Batista Campos, em Belém foram assaltados por cerca de cinco homens . O arrastão ocorreu por volta de 20h.

De acordo com o sargento Jerônimo, da 2ª Companhia da Polícia Militar, os homens teriam chegado em uma van estacionada a um quarteirão do local.

"Após a reação de um dos seguranças, houve disparos de arma de fogo, mas ninguém saiu ferido. Acredito que devem ter atirado para cima", detalhou o militar.

Bolsas, dinheiro e celulares foram os objetos roubados, completou a informação repassada pelo sargento. Os suspeitos saíram do local sem deixar pistas e não foi possível anotar a placa do veículo.

Na  clínica
A polícia investiga um assalto a uma clínica médica no bairro de São Bras, em Belém, ontem(16). Imagens das câmeras de segurança registraram a ação dos homens, que chegaram de moto no local.

Um deles chegou ao local como se fosse um cliente e ficou ao telefone. Em seguida outro homem entra no local com um capacete na mão, anuncia o assalto e rouba os pacientes

As imagens não mostram, mas depois o homem entra para o escritório e rouba o gerente da clínica. O caso foi registrado na Seccional de São Braz e até o momento ninguém foi preso.